Como o Xbox Game Pass (e xCloud) podem mudar para sempre os jogos de celular

O que muitos pensavam que iria demorar mais alguns anos, finalmente chegou. O futuro dos games mobile está aqui e atende pelo nome de Xbox Game Pass Ultimate.

Ao integrar a tecnologia xCloud, de computação na nuvem, ao app do Xbox Game Pass, a Microsoft massacra a concorrência devido a sua simplicidade. Basta assinar o serviço, baixar o app e escolher se vai jogar no PC, Xbox ou pelo CELULAR.

xbox-game-pass-android Como o Xbox Game Pass (e xCloud) podem mudar para sempre os jogos de celular
Serviço de jogos na nuvem da Microsoft impressiona pela facilidade.

A Microsoft praticamente nos disse: “toma aqui esses 170 jogos do Xbox e vai brincar no celular”.

O modelo de negócios adotado pela Microsoft é tão simples e prático que a pessoa até vai esquecer que o jogo está rodando via “streaming da nuvem”.

Ao contrário da concorrência, você não precisa assinar um serviço,  comprar o jogo e torcer para ele não ser removido do serviço de streaming. (Sim, eu sei que os jogos saem do Game Pass, mas a Microsoft avisa antes. Isso é totalmente diferente do que aconteceu com a Geforce Now, onde várias empresas removeram os jogos do serviço sem aviso prévio).

O Xbox Game Pass é algo que só uma gigantes dos games poderia fazer, e a Microsoft realmente conseguiu algo único.

O mais curioso de tudo é o preço bastante atrativo, apenas US$ 14,99 dólares ou R$ 39,99 na versão nacional.

Leia também:

O futuro é Mobile! Sony e Microsoft já admitiram

E3 2018: Microsoft também está trabalhando em serviço de streaming de jogos

Geforce Now vai acabar? empresas retiram seus jogos do catálogo

– A grande sacada é a acessibilidade

Streaming de games (Cloud Gaming) não é exatamente novidade.  A tecnologia já estava bem madura lá em 2011 com o Onlive. O diferencial do serviço da Microsoft é cortar o “blá blá blá”.

Nada de filas, nada de pagar pelo serviço de streaming e depois pagar pelo jogo e torcer para ele não ser removido do serviço. Nada de escolher resolução (e descobrir depois que não ficou boa), instalar o jogo ou associar contas.

O Xbox Game Pass é muito mais simples e prático que qualquer outro serviço de streaming de jogos. Inclusive na hora de adaptar alguns controles na tela.

De tão acessível, o Xbox Game Pass possui controles específicos e adaptados para alguns jogos.

minecraft-dungeons-controles-na-tela Como o Xbox Game Pass (e xCloud) podem mudar para sempre os jogos de celular

– E o xCloud cadê? Serviço agora é integrado ao Xbox Game Pass

Para simplificar as coisas, a Microsoft colocou o xCloud dentro do app do Xbox Game Pass. O usuário não precisa baixar mais um app. Fica tudo no Game Pass mesmo.

xbox-game-pass-android-1 Como o Xbox Game Pass (e xCloud) podem mudar para sempre os jogos de celular
Perfeitamente integrado, Xbox Game Pass transforma o seu celular em um Xbox One portátil.

– o Xbox Game Pass literalmente transforma o seu smartphone em um Xbox One

Mas não se trata apenas de trazer os games de PC e Xbox One para o seu smartphone. Ao abrir o Xbox Game Pass no celular, o app transforma o seu smartphone em um Xbox One, com toda a interface, conquistas, lista de amigos, tudo igualzinho ao Xbox One.

O interessante é que vale lembrar que o serviço da Microsoft é literalmente de “ponta a ponta” um Xbox. A empresa está usando o hardware modificado do Xbox One S para montar os clusters do serviço na nuvem. Um dos segredos está em tunar o núcleos para conseguir o mesmo desempenho, mas com apenas 30% do consumo de energia. O método foi desenvolvido na realidade no Xbox One X .

– Qual o segredo do Streaming da Microsoft rodar tão bem?

Um dos segredos do xCloud é que ele roda, na realidade, a 120HZ, o jogo roda com uma taxa de frames melhor no servidor. Isso é feito para que o hardware consiga antever qual o próximo pixel a ser transmitido via streaming.  Isso garante que os próximos frames do vídeo já estejam prontos para serem “streamados” a medida que o jogo se desenrola.

Outro segredo é que apesar do hardware ser do Xbox One S, o clock do processador é maior que o normal, além da já mencionada técnica de economia de consumo. Apesar de ser a placa-mãe de uma Xbox One S, há tecnologia bem mais avançadas no conjunto.

– E a Latência e o Lag?

Segundo testes do pessoal do canal Digital Foundry, a latência pode ir de apenas 15 milissegundos até 203  milissegundos dependendo da distância do servidor. Tudo depende de onde o jogador está.

Caso o jogador esteja em um continente e o servidor em outro, pode esperar uma latência de até 200 ms. E é por isso que o mais indicado é esperar o serviço chegar ao Brasil.

– Qual a resolução do Xbox Game Pass /  xCloud ?

O Xbox Game Pass entrega uma resolução de 1280×720 pixels a 60 frames por segundo (720p60).

project-xcloud-no-android Como o Xbox Game Pass (e xCloud) podem mudar para sempre os jogos de celular
Serviço de streaming de jogos da Microsoft para quem tem Xbox ou não.

Comparado com outros serviços, o xCloud tem foco em dispositivos móveis, por isso a resolução aparentemente é baixa. Ao jogar em uma tela pequena, não é possível notar tantos detalhes.

– E é tudo perfeito mesmo ou ainda vai dar para ver artefatos de compressão?

Mesmo que tenha sido lançado nos Estados Unidos, ainda é possível ver o nome “beta” escrito na opção “Cloud” do Xbox Game Pass e isso não é à toa. O serviço ainda está em testes. Ainda dá pra ver alguns “artefatos de compressão” (aqueles quadradinhos de baixa resolução).

– E no Brasil quando vem?

Resta saber agora quando o xCloud será lançado no Brasil. O serviço é perfeito para smartphones Android e cairia como uma luva para o mercado de games mobile, carente de jogos single player com boas histórias e grandes aventuras.

Leia também:

Como jogar games do Xbox no Android com xCloud e Xbox Game Pass

Com informações de:

Digital Foundry

Microsoft

Publicidade

2 thoughts on “Como o Xbox Game Pass (e xCloud) podem mudar para sempre os jogos de celular

  1. Isso não empolga a qualidade da internet na maior parte do mundo e baixa.
    O certo Era lançar mais games AAA e offline a d sim o smartphone vai ser uma plataforma decente para games

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *