O futuro é Mobile! Sony e Microsoft já admitiram

Apenas fãs cegos, os chamados fanboys não admitem a importância dos jogos mobile, ou de jogar no celular, para a indústria de videogames.

Digo isso não apenas em termos de números, mas da importância no contexto geral.

Em números,  mobile já é a principal plataforma do mercado de games.

Já em importância para o futuro dos videogames, parece que ela é a principal plataforma também.

Jogos mobile deixaram de ser aquela “diversão passageira” há muito tempo. Os smartphones hoje são o primeiro e, em grande parte das vezes, o único “console” que as pessoas vão querer ter.

Outra questão não é se os smartphones vão virar a “nova tela do seu videogame”. Eles já são!

E nada disso está errado.

consoles-e-mobile-amiguinhos O futuro é Mobile! Sony e Microsoft já admitiram
O mobile virou o Homelander da indústria dos games. Em todos os casos, é melhor ser amigo dele.

– Por que todo mundo ficou bonzinho com os smartphones?

Recentemente, a Apple habilitou, na atualização para o iOS 13, a possibilidade de conectar os controles do PlayStation 4 e Xbox One. A integração se dá de forma ridiculamente fácil.

A Microsoft adorou a ideia, que já estava disponível no Android há algum tempo. A Apple até está vendendo controles do Xbox One em suas lojas oficiais.

A novidade passou batido para alguns, ou vista como “normal”. Gente, estamos falando de uma das empresas mais fechadas a integração do mundo.

Mas não ficou por aí.

remote-play-ps4-android-ios-god-of-war O futuro é Mobile! Sony e Microsoft já admitiram
Merchandising da Sony é simples e nem vê smartphones como competidores. “Seus jogos em mais telas”.

Essa semana, a Sony disponibilizou uma atualização do Playstation 4 que libera Remote Play para qualquer smartphone Android 10. Detalhe, em março, a novidade já estava habilitada no iOS também.

De repente as empresas de consoles decidiram ficar boazinhas com os celulares? Todo mundo decidiu dar as mãos e virarem amiguinhos? Que coisa linda né?

Não é bem assim!

– Cheiro de mudança e 5G no ar

Não meus amigos, as empresas não decidiram ficar boazinhas e dançar a cirandinha da compatibilidade.

Isso é a realidade batendo na porta da Sony e Microsoft e dizendo: o futuro chegou.

Segundo analistas, o 5G vai mudar o modo como jogamos videogame para sempre.

Stadia-controle-google-1024x604 O futuro é Mobile! Sony e Microsoft já admitiram
Stadia é o plural de Stadium (Estádio) caso você esteja se perguntando.

Com serviços como Stadia chegando em breve, Sony e Microsoft vão ganhar um competidor “peso pesado” no mercado de games. Especialmente em países de primeiro mundo.

Além deles temos o Nvidia Games que foi testado de forma “não convencional” por aqui. Até mesmo os mais descrentes se renderam ao streaming de jogos de PC no celular, depois de apenas uns 2 minutos testando a novidade. 😂

Em entrevista ao site Venture Beat, o consultor Spandan Mahapatra crava: “jogar seu game de console favorito a qualquer momento, em qualquer lugar, em qualquer dispositivo, em qualquer rede, está se tornando uma possibilidade”.

Ainda segundo ele, hoje em dia, em média, as pessoas (nos Estados Unidos) possuem conexão de 250Mbps em casa. O que é mais que suficiente para serviços de streaming de games, como Stadia.

Mas há uma forma de Sony e Microsoft tornar o impacto dos serviços de games que podem surgir com o 5G menor. E essa forma é justamente aumentando as possibilidades de integração entre consoles e smartphones.

Ao liberar o Remote Play para todo mundo que possui smartphones (recentes, preciso ter Android 10 ou iOS 13), Sony diz: “Ei, não gaste sua conexão, jogue localmente com seu Wi-Fi mesmo”. Microsoft vai pelo mesmo caminho com o app Xbox Game Streaming.

Contudo. Ambas preparam serviços de streaming de jogos na nuvem. A Sony já tem o seu (PlayStation Now) e o da Microsoft (xCloud) deve ser lançado em beta em breve.

project-xcloud-no-android O futuro é Mobile! Sony e Microsoft já admitiram
xCloud, serviço de streaming de jogos da Microsoft para quem tem ou não Xbox One.

– O que o futuro reserva?

Não sei se o futuro será chegar em casa e plugar o smartphone em uma dock (ou em uma base para carregar sem fio), e o aparelho se conectar imediatamente a TV para transmitir seus jogos, com o processamento rodando via nuvem.

O que eu sei é que até Microsoft e Sony já enxergaram esse futuro híbrido, em que o smartphone será a próxima grande tela para seus games. Falta apenas os fanboys, que acham que entendem mais disso que as empresas, enxergarem também.

Nessa altura do campeonato, a maior dúvida é saber quem vai vender o suporte para acoplar o controle no smartphone. 🤣

Publicidade

9 thoughts on “O futuro é Mobile! Sony e Microsoft já admitiram

  1. Na minha opinião o mercado de games mobile se transformou em uma “lootbox” avançada, os games deixaram de ter conteúdo e jogabilidade boa, prova disso é que quase todos os jogos tem uma opção de AUTO, cade aquele hype de querer evoluir o personagem, conseguir skills e outras coisas, agora o jogador nem precisa mais olhar pra tela quando vai jogar, a pessoa fik assistindo a Netflix na TV enquanto o smartphone ta do lado jogando sozinho…
    Bom mesmo era no início, no tempo dos Iphones 4 e 5, Android 4… as produtoras se esforçavam pra entregar jogos com experiência proxima de consoles não só em graficos mas em jogabilidade… se tiverem duvidando busquem no youtube os videos dos games antigos da Gameloft (Eternal Legacy, Sacred Odyssey…), a serie Chaos Rings (1, Omega e 2), Real Racing 2 entre muitos outros…
    Infelizmente de la pra ca a regra se tornou uma só, graficos lindos pra chamar a atenção, sem enrendo que emocione, jogabilidade menos trabalhosa possível e vaaaaarias compras embutidas e sorteios dos itens, ja vi compra que o preço era mais alto do que um console PS3!!!
    Não sou fã da Apple e prefiro muito mais o Android, mas a iniciativa do “Arcade” é bacana, mas dificilmente teremos um jogo mobile que supere a geração de consoles da atualidade, mesmo com poder de processamento elevado as produtoras sempre irão preferir produzir seus best hits para os consoles.
    Se algo mudar será mais do estilo do Nintendo Switch, é otimo porem não roda os melhores jogos do momento!

  2. Ao meu ver, até então, existiam dois subramos dos games mobile, como sabemos o foco é sempre o money….1. games freemium cujo objetivo é fazer o pentelho estourar o limite do cartão de seus pais, 2. games premium: para quem quer um jogo que realmente valha a pena jogar, meio esquecido nos últimos tempos.

    Atualmente surgiu os games por assinatura com o apple arcade e do google (não me lembro o nome), sendo que este é mais simples, apenas pegaram certos games freemium e tiraram as microtransações…..enquanto o arcade são games realmente novos e exclusivos.

    Estou usando o arcade, os games são realmente muito bons, embora até agora os que mais tenho jogado são Oceanhorn 2 e Shinsekai….mas existem outros bem divertidos que jogo as vezes como o divertidíssimo what the golf, bleak sword e supoer impossible road, hot lava e etc.

    Espero que os game mobile continuem sendo reconhecidos, vez que é a forma mais rápida e prática de diversão que alguém possa ter…é tudo uma questão de conceito que as pessoas e produtoras possuem….só observar o nintendo switch, com hardware muito inferior a diversos smartphones top rodando Doom, wolfenstein 2, até the witcher 3….quem deram as produtoras lançassem tais games para ios/android.

  3. Ao que se mostra a evolução será em 2 ramos distintos, mobile com experiência um pouco superficial, foco em jogos casuais e alguns spinoffs de series famosas…
    ja a outra será a de consoles, com jogos tops, graficos cada vez mais realistas, enredo bem elaborado, mecanicas e imersão de jogo inovadoras…
    Ter a possibilidade de jogar em qualquer lugar é algo otimo, mas isso nunca irá substituir a experiência de jogar em casa numa telona 8K com som dobly atmos, é só pensar, se fosse pra jogar um God of War da nova geração, iria preferir ter essa experiência onde?! um FF7R num Galaxy Note 10 ou Iphone 11 jamais seria tão emocionante do que em uma tela de 50″ 4K.
    Em resumo, com o passar do tempo existirão dois mercados distintos com seus publicos tbm distintos e respectivos fanboys, mas dizer que um substituirá o outro, jamais!

    Ah uma dica, estou jogando “Hundred Soul” (APK na Apkpure) esse é free e tem uma experiência de jogo muito boa mesmo, poderia ate ser adaptado para consoles, na minha opinião o melhor jogo mobile da atualidade.

  4. Jogos mobile foi e é a maior praga criada no universo gamer.. não só por si… mas principalmente por q trouxe aos consoles a pior parte dele, que na verdade é quase um todo.. e claro, pra um bom entendedor não preciso dizer mais nada ..

  5. Falou um pouco de merda. É legal testar um ou outro jogo via Streaming. Principalmente os mais calmos como Final Fantasy antigos.
    Mas ninguém vai deixar de jogar em um moniyor ou TV pra jogar em uma telinha. Principal jogos competitivos.

  6. Enquanto os jogos mobile continuarem se transformando mais e mais em simples mini games caça níqueis, sem alma e sem profundidade, pra jogar uns poucos minutos e depois esquecer que existe o jogo, eu discordo completamente.

  7. Discordo completamente
    Jogos Mobile em sua maioria são games grátis e com lootboxs. Sabe quando isso vai mudar ? Nunca
    Antigamente tínhamos jogos de qualidade e até o incentivo da Sony em fazer o Xperia play (meu celular favorito). Mas a Sony viu como mercado amdava e nem valia a pena investir em um celular gamer igual o Play.
    Agora fazer streaming, redator sonha muito e muito mesmo. Pq até isso virar uma realidade pra todos talvez uns 10 anos. Mas agora fazer um game AAA mobile Full price ninguém quer fazer. Sabe pq ? Pirataria . Que foi o mal que o orreu na época do Android 2 e 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *