Jogos de Celular já são mais de 50% do mercado de games!

mobile-games-industria-domina-mercado Jogos de Celular já são mais de 50% do mercado de games!

Os jogos mobile, mas especificamente os games competitivos no celular, são os maiores responsáveis pelo faturamento da mercado gamístico em 2019. A indústria de games faturou US$ 120 bilhões de dólares no ano passado, e dessa quantia, US$ 64 bi vieram dos celulares.

Um número estarrecedor e que demonstra que o mercado de jogos mobile já ultrapassou com folga consoles e PCs no quesito faturamento.

A apuração é do Super Data Research. Confira os números:

  • Mobile – US$ 64,4 bi
  • PC – US$ 29,6 bi
  • Console – US$15,4 bi
  • GVC (games em vídeo) – US$6.5 bi
  • XR (realidade virtual e afins) – US$6.3 bi

super-data-research-pesquisa-mobile-maior-faturamento Jogos de Celular já são mais de 50% do mercado de games!

Alguns apontamentos interessantes levantados com os dados da pesquisa:

  • A indústria de jogos e mídia interativa cresceu 4% em um ano, com poucas mudanças no mercado.
  • Os jogos gratuitos representaram 4 de cada 5 dólares gastos em jogos digitais em 2019, graças ao forte desempenho dos jogos para celular.
  • Fortnite conquistou o primeiro lugar pelo segundo ano consecutivo, gerando US $ 1,8 bilhão em 2019.
  • A receita da XR aumentou 26%, para US $ 6,3 bilhões em 2019, graças a novos fones de ouvido como o Oculus Quest.
  • Como houve poucos lançamentos de jogos AAA para consoles em 2019, as vendas de jogos nos consoles caiu 5%. Algo que pode mudar em 2020 com vários títulos que chegam em breve como: Final Fantasy VII Remake, Resident Evil 3, Marvel’s Avengers, Cyberpunk 2077 e The Last of Us Part II.
  • O mercado de jogos de console também pode ganhar fôlego em 2020 com o lançamento das novas plataformas Playstation 5 e Xbox Series X.

– Jogos que mais faturaram em 2019

Abaixo, você confere a lista de jogos que mais “imprimiram” dinheiro em 2019.

  1. Fortnite  (US$ 1.8B)
  2. Dungeon Fighter Online (US$ 1.6B)
  3. Honour of Kings (US$ 1.6B)
  4. League of Legends (US$ 1.5B)
  5. Candy Crush Saga (US$ 1.5B)
  6. Pokémon GO (US$ 1.4B)
  7. Crossfire (US$ 1.4B)
  8. Fate/Grand Order (US$ 1.2B)
  9. Game for Peace (o PUBG Mobile Chinês) (US$ 1.2B)
  10. Last Shelter Survival (US$ 1.1B)

Dos 10 jogos que mais lucraram em 2019, seis deles são games exclusivos para celular. PUBG Mobile não aparece na lista, mas sua versão chinesa sim. Free Fire deve estar na 11ª posição.

Em relação a pesquisa anterior. Os dados estão mais ou menos no mesmo patamar.

Como já vinha sendo apontado desde 2010, por várias pesquisas e institutos diferentes, a indústria de jogos seria mudada para sempre pelos games mobile, o foi o que aconteceu.

Abaixo você confere notícias antigas que mostram a escalada dos jogos mobile:

Vice-presidente da Gameloft fala sobre a polêmica “Freemium”

Games de iPhone faturam mais que PSP

Smartphones abocanham fatia de jogadores de portáteis

O “mimimi” da Nintendo contra o mercado de jogos para smartphones

Nintendo espera lucrar novamente em 2015, com ajuda do mercado de smartphones

Mobile corresponde a quase metade do mercado de videogame

Fonte: SuperData

Publicidade

5 thoughts on “Jogos de Celular já são mais de 50% do mercado de games!

  1. Em relação a pesquisa anterior. Os dados estão mais ou menos no mesmo patamar. Mas ficou evidente o “tombo” dos consoles que perderam boa parte de sua participação no mercado….

    meio equivocado essa afirmação, visto que a pesquisa da Newzoo e o mercado todo, enquanto do superdata e apenas Digital.

  2. Falar que jogos de celular vai dominar o mercado, e motivo de rir.
    Até parece que alguém vai deixar de jogar no console para ficar 100% no mobile.
    Games de micro transação não é a mesma coisa que games Full price. São mercados diferentes. Então o crescimento de jogos para celular não impacta no número dos jogos para console

    1. Tem razão, eu até gosto dos jogos mobile são bastante divertidos e práticos para se jogar em qualquer local, mas não troco uma experiência de jogar em um console de mesa ligado a uma tv 4k nunca, ou seja é outra experiência, acredito que os dois mercados tanto console como mobile, podem existir e continuar a divertir muitos jogadores atualmente e no futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *