Free Fire: 5 motivos para preferir o jogo da Garena

A polêmica entre Free Fire e PUBG Mobile é conhecida no Brasil. Já falamos sobre isso em um artigo anterior. Mas antes, se pensava que as pessoas escolhiam Free Fire, apenas por seus smartphones não rodavam PUBG Mobile. Depois de jogar muito os dois, descobrimos que não é bem assim.

Descubra por que as pessoas ainda preferem Free Fire a PUBG Mobile.

pubg-mobile-vs-free-fire Free Fire: 5 motivos para preferir o jogo da Garena

Motivo 1 – não transforma o seu celular em uma torradeira

O primeiro motivo é muito simples. PUBG Mobile é um jogo “pesado”. Ele exige muito poder de processamento. Até mesmo em celulares intermediários ou top de linha antigos, o game da Tencent esquenta o celular durante longos períodos de jogatina, e não é pouco.

Apenas se você tiver um smartphone Android top de linha com Snapdragon 835, 845, ou iPhone recente, não vai sentir muito calor vindo do aparelho.

 

gamepad-cooler-1 Free Fire: 5 motivos para preferir o jogo da Garena
Esse tipo de treco tem ficado muito popular e você sabe o motivo.

 

PUBG Mobile carece urgente de uma otimização.  Curiosamente, a versão chinesa não é tão “pesada” e não esquenta tanto os nossos smartphones.

EDITADO. Para deixar mais claro. Não estou falando de jogar uma ou duas partidas no Arcade. Falo de jogar por uma hora ou mais.

Motivo 2 – não drena a sua bateria

O segundo motivo é claramente uma consequência do primeiro. Como Free fire não esquenta o smartphone, ele não aquece a bateria, que por consequência, dura mais do que ao jogar um game mais pesado.

pubg-mobile-vikendi-mapa-neve-3 Free Fire: 5 motivos para preferir o jogo da Garena
PUBG Mobile no ultra é lindo, mas muito “pesado”.

Por ser bastante “leve”, o jogo da Garena pode ser jogado por vários minutos em um celular fraco sem incomodar o usuário sobre o nível de bateria. No caso de um intermediário ou top de linha, é possível jogar por horas sem nunca se importar para a bateria.

PUBG Mobile, por outro lado, pode drenar a bateria de um smartphone antigo muito rapidamente, um problema para quem tem um único aparelho e está longe de uma tomada.

Resumindo, se seu smartphone é um intermediário, dificilmente você se preocupa com bateria jogando Free Fire.

Motivo 3 – Free Fire se dá bem no 3G

Free Fire se dá muito bem em redes mais modestas como 3G. Por ter uma jogabilidade mais travada, o game não exige muita precisão, FPS alto ou baixo ping.

Apesar de ser algo essencial em partidas competitivas, no casual, é possível se divertir bastante sem exigir muito da conexão de internet.

free-fire-ping-bom Free Fire: 5 motivos para preferir o jogo da Garena

Então, Free Fire é um jogo que se dá muito bem com as inconstâncias das redes de 3G e 4G no Brasil. Mesmo se você jogar dentro de um ônibus ou metro.

Motivo 4 – Jogadores de Free Fire são mais amigáveis

Em Free Fire, ao jogar em esquadrões aleatórios, você vai perceber que os jogadores são mais amistosos e menos competitivos que os de PUBG.

No PUBG Mobile virou prática comum tentar matar aliados ou assediar companheiros para pegar armas melhores.

pubg-mobile-jogadores-toxicos Free Fire: 5 motivos para preferir o jogo da Garena
Encontrar jogadores tóxicos é muito fácil no PUBG.

Basta achar uma Kar98 ou M24 que começa o “choro” por “me dá a Kar” ou “sou melhor sniper que você”. Dentre outras coisas.

Além disso, ao achar sinalizador, é comum os jogadores praticamente brigarem pelo loot.

A confusão era tanta que a Tencent vai adicionar a possibilidade de evitar que seus aliados peguem seu loot depois que você morre.

Motivo 5 – PUBG Mobile Lite fracassou

A Tencent criou PUBG Mobile Lite para ser um concorrente mais direto de Free Fire. A versão é exclusiva do Android e visa ser um game mais leve e acessível.

Mas parece que não deu muito certo. Segundo dados do Sensor Tower, o jogo meio que fracassou.

pubg-mobile-lite-vs-hopeless-land Free Fire: 5 motivos para preferir o jogo da Garena

PUBG Mobile Lite obteve “apenas” 800 mil downloads em janeiro de 2019. No comparativo, o jogo fica atrás até de games de Battle Royale pouco conhecidos como Hopeless Land (com 4 milhões de downloads em janeiro).

Apesar de PUBG Mobile Lite estar em BETA, ao que parece, a Tencent não demonstra interesse em levar a versão adiante, haja vista que não há divulgação do game.

 

E esses são os motivos pelos quais, mesmo a pessoa tento um Smartphone que rode PUBG, ela prefere jogar Free Fire. Como bônus podemos citar uma questão óbvia. Muitas pessoas gostam desse tipo de jogo (Battle Royale), justamente para jogar com amigos. E não adianta nada insistir para jogar PUBG se seu amigos preferem jogar Free Fire.

Publicidade