PUBG Mobile sofre “chuva de avaliações negativas” por causa de Free Fire

O ano de 2022 começou não tão bem para PUBG Mobile e PUBG New State na Google Play. Ambos os jogos estão sofrendo uma “chuva de avaliações negativas”. O motivo parece ser o recente processo que a Krafton, criadora de PUBG está movendo contra a Garena.

Poucos dias atrás, a Krafton Inc moveu um processo contra Google, Apple e Garena pela publicação de Free Fire.

No processo, a Krafton pede o bloqueio de Free Fire e o pagamento de indenização, que inclui os lucros da Garena também. A partir daí, surgiu o boato de que Free Fire iria ser removido das lojas de aplicativos. Foi o bastante para deixar uma legião de fãs furiosos.

Em 17 de janeiro, PUBG Mobile está com apenas avaliação apenas 1.7 de 5 estrelas na Google Play.

Enquanto você lê esse artigo, uma guerra está sendo travada na Google Play do Brasil. Muitos usuários, aparentemente fãs de Free Fire, estão avaliando com apenas uma estrela os jogos de PUBG para celulares. Do outro lado, fãs de PUBG parecem estar querendo dar o troco, baixando Free Fire e fazendo o mesmo.

Publicidade

Ambos os jogos receberam uma quantidade massiva de avaliações com apenas uma estrela em poucas horas.

Como a Google Play mudou recentemente sua política de mostrar as avaliações dos usuários, ela exibe apenas as notas da última atualização e isso tem um impacto direto em como os usuários que nunca baixaram veem esses jogos.

Veja algumas das avaliações:



 

No momento em que esse artigo foi publicado, PUBG Mobile está com avaliação 1.7 de 5 estrelas. PUBG New State está com 2.3 de 5 estrelas e Free Fire com 3.5 de 5 estrelas.

[ATUALIZAÇÃO] Sobrou até para Call of Duty Mobile.

Aparentemente  fãs de Free Fire estão indo também em outros jogos produzidos pela Tencent. Sobrou até mesmo para Call of Duty Mobile que não tem nada a ver com a treta “PUBG x Free Fire”.

 

Free Fire vai sair da Google Play?

Vale lembrar que é remota a possibilidade de Free Fire ser removido da Google Play ou App Store. A Krafton já tentou essa manobra antes com Fortnite, Rules of Survival e Knives Out. E não deu certo nenhuma vez. No caso de Fortnite, o jogo foi removido por que a Epic Games não concordou com as políticas de taxas da Google e Apple.

Vamos aguardar para ver os próximos capítulos dessa batalha, que vai se desenrolar tanto nas lojas de aplicativos, como nos tribunais.

  • Dario Coutinho

    O "Gamer de Celular" Original. Criou um dos primeiros sites sobre jogos para celular em 2007, que viria a se tornar o Mobile Gamer Brasil em 2009. Formado em Ciência da Computação, escreve sobre tecnologia há mais de 16 anos. Com passagem por revistas de games (EGW, Arkade) e sites renomados como Techtudo. E-mail para contato: [email protected]

Google News