Pro Players de Free Fire são pegos pelo sistema Anti-Hack Black Box

black-box-sistema-anti-hack-free-fire Pro Players de Free Fire são pegos pelo sistema Anti-Hack Black Box

A liga de Free Fire NFA contratou o serviço de detecção anti-hacker BlackBox para que os jogadores o utilizarem durante o evento. Porém, o que era para ser apenas “rotina”, virou dor de cabeça para os times.

O evento é um campeonato amador, mas ele já prejudicou proplayers famosos do cenário de Free Fire. Foram pegos no sistema anti-cheat os jogadores Arthur “Thurzin” Fernandes e Gabriel “STRONG” de Henrique de Almeida.

[ATUALIZAÇÃO] Segundo a assessoria da LOUD, o atleta Thurzin não foi banido do jogo.

A Liga NFA, apesar de ser um evento novo, focado em amadores, não tem dado moleza para os jogadores. Por conta do BlackBox, o time inteiro da Ryze eSports foi banido na semana passada por utilizar macros.

Fonte e lista completa de pro players banidos do Free Fire aqui: Free Fire Mania

Publicidade