Forces of Freedom: o adeus melancólico do game

Ultimamente, as produtoras pequenas de jogos mobile de tiro estão passando por um aperto daqueles. E não se trata de dificuldade hora de criar ou financiar a criação de bons jogos. O problema é manter a audiência.

O efeito “manada” é o seguinte. Um jogo é anunciado, todo mundo instala, jogam por um ou dois dias, e depois voltam para os seus “jogos tradicionais”. Algo que já comentamos aqui no nosso artigo sobre ser “monogamer”.

force-of-freedom-android Forces of Freedom: o adeus melancólico do game

A mais nova vítima desse fenômeno é o game Forces of Freedom. Um jogo de tiro em terceira pessoa lançado pela Bravo Company que obteve um relativo sucesso na plataforma Android.

O game nunca foi lançado oficialmente, ficou em acesso antecipado até o desenvolvedores perceberem que não valia a pena levar o projeto a frente.

Force of Freedom chegou a passar de 20 milhões de instalações, e mesmo assim, o jogo rendia míseros 300 dólares por dia.

Em uma carta de despedida, os produtores relatam que investiram cerca de milhões de dólares no jogo.

Foram 4 longos anos de desenvolvimento até o fim trágico. Forces of Freedom será encerrado hoje (12). O jogo será transformado em um game pago e offline, com eventos PVE.

Eu acho isso tudo muito triste, especialmente por ver várias pessoas, em um estúdio pequeno, trabalhando no jogo para ele não render sequer 10 mil dólares por mês.

Fonte: https://www.facebook.com/forcesoffreedom.game/

Link do jogo na Google Play.

Publicidade

One thought on “Forces of Freedom: o adeus melancólico do game

  1. Realmente estamos vivendo a pior época para se jogar no celular, hoje, essa geração só quer saber de jogos grátis, estilo Free fire, onde o jogador fica correndo o jogo inteiro, dentro de um círculo pegando itens por aí, ou seja, você vai procurar alguma novidade na Play store e só acha esse tipo de jogo, cópias e mais cópias de Free fire e Pubg, outro gênero que na minha opinião está muito saturado e ja perdeu a graça é Rpg action, esses rpgs infinitos todos iguais, com trocentos botões de magia onde você fica matando os mesmos personagens toda hora, sem historia nenhuma e que não acabam nunca, no meu aparelho só tem jogos antigos instalados, jogos que você pagava uma vez e se divertia por muito tempo, hoje em dia procurar jogos bons na Play store, é muito difícil, tem que ter muita paciência, foi se a época que as produtoras faziam jogos a nível de consoles, com graficos bons, jogabilidade divertida, e que tinha começo, meio e fim, último jogo que instalei no meu aparelho foi o Rush rally 3, jogo pago, mas é daqueles jogos mobile que você ve que foi feito com qualidade, jogos assim hoje em dia estão fadados ao esquecimento, infelizmente, geração tudo Grátis, só lamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *