Entrevista com os produtores de Modern Combat Versus

7 de abril de 2017

modern-combat-versus-menu-Main Entrevista com os produtores de Modern Combat Versus

A Gameloft Montreal cedeu uma entrevista ao site Touch Arcade, detalhando a produção e outros detalhes do aguardado game Modern Combat Versus. Abaixo, você confere um trecho traduzido da entrevista e novas imagens do game. Confira.

Jared Nelson entrevistou Charles Ayotte, chefe de produção da Gameloft Montreal e, Alexandre Charbonneau, Diretor criativo de Modern Combat Versus.

– Com base no sucesso da franquia Modern Combat e na evolução contínua do gênero FPS, você pode explicar sua abordagem inicial quando se sentou para começar a desenvolver Modern Combat Versus?

Charles: “Quando começamos este projeto, sabíamos que, a fim de construir sobre as últimas tendências e capitalizar a inovação, precisávamos criar nosso próprio jogo, e não apenas mais uma sequência.Tendo em consideração tudo o que aprendemos desde o original Modern Combat, Desta vez, definimos a meta de definir uma “nova era dos FPS Mobile”.

“Isso significava ir muito além de um shooter militar tradicional, mas ainda mantendo os valores fundamentais da franquia que os jogadores conheceram e amaram”.

– Houve rumores desde outubro de que o Modern Combat Versus se concentraria apenas no modo multiplayer e não incluía um modo de história para um único jogador. Agora que está oficialmente confirmado, você pode explicar um pouco sobre essa decisão?

Charles: “Nossos dados mostram que o multiplayer é realmente o que mantém os fãs de shooters voltando para mais ação todos os dias. Em vez de dividir a equipe, os recursos e o tamanho da compilação, decidimos comprometer 100% para oferecer uma experiência exclusivamente multiplayer. Isso nos permitiu pensar fora da caixa, iterar na mecânica do núcleo, e produzir algo fresco e divertido. ”

Modern-combat-versus-menu-Stats Entrevista com os produtores de Modern Combat Versus

– Que passos você tomou para garantir que o Modern Combat Versus continua a viver de acordo com os padrões da franquia com gráficos e imagens de alto nível?

Charles: “O primeiro passo foi definir nosso mundo e nossos personagens. Temos muitos talentos em nossa equipe, incluindo veteranos da indústria. Como resultado, nós conseguimos uma assinatura visual muito original que leva qualidade AAA dos jogos mobile para o próximo nível.

“No lado técnico, o MCVS usa um novo motor e um pipeline tecnológico completamente revisado. Nós estamos utilizando a renderização física para que os Agentes, armas e os ambientes reajam dinamicamente à iluminação. Os limites dos mais recentes dispositivos topo de linha (!!!), mantendo um framerate sólido. ”

– Ultimamente a Gameloft fez soft launch em alguns países antes de lançar um jogo mundialmente. Como essa estratégia beneficiará Modern Combat Versus e quais são seus objetivos durante o soft launch?

Charles: “Hoje em dia, um soft launch é quase necessário para criar um produto pronto para o mercado. Modern Combat Versus será lançado em diferentes países em diferentes ondas enquanto continuamos a refinar o jogo.

“Nosso objetivo é estar constantemente reunindo feedback, fazendo ajustes e melhorando a experiência geral. Sabemos que isso exige muita paciência em nome de nossa base de fãs global, mas é realmente importante para nós ter um sólido jogo desenvolvido antes de empurrar Em todo o mundo “.

modern-combat-versus_menu_Agents Entrevista com os produtores de Modern Combat Versus

– Os controles no Modern Combat Versus podem apanhar um grande número de jogadores desprevenidos no início. O que você tem a dizer sobre isso?

Alex: “Os controles de FPS sempre foram um desafio no celular. Uma curva de aprendizado íngreme e interface complexa muitas vezes pode deter os usuários potenciais, que é algo que nós absolutamente queria evitar. Nós queremos que gamers de qualquer nível de habilidade possam ser capazes de pegar o game se jogar sem dificuldade.

“Nossos playtests indicaram que, movendo além da mentalidade de” atirar primeiro, matar primeiro “, há mais oportunidades para se concentrar em jogabilidade estratégica, baseada em habilidades para todos os estilos de jogo. Embora estamos simplificando os controles e interface,  Modern Combat Versus ainda requer tempo e precisão para ganhar batalhas.

“Além disso, para os nossos fãs mais hardcore, planejamos oferecer um botão” disparar “opcional no HUD e também planejamos oferecer suporte a controladores no futuro”.

A matéria completa você encontra no site do Touch Arcade

Mestre na arte oculta dos joguinhos de bolso. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer.

  • Francisco Fernandes Araújo

    controladores só no futuro? sacanagem kkkk

  • Thiago Habibe

    até agora não vi barrinha de energia… Interessante….

  • Big.M

    quando ouvi que não teria barra de energia tive uma esperança que modern combat ia voltar a sua qualidade exemplar mas é só você ver o primeiro print e tirar suas conclusões,essa tralha cheia de poligonos não passa de um clash royale misturado com fps,personagens que devem ser upados de nivel só com cartas,baus que demoram horas pra abrir,etc além de terem desistido do single player logo quando desistiram da barra de energia…e ainda se acham no direito de entrar nos Esports

  • Lucas Pereira

    Alguém percebeu que essa vadia da Gameloft (sim, vadia, já estou perdendo a paciência com essa merda de empresa, que eu ERA fã) removeu N.O.V.A. 3 da PlayStore, e a pergunta é: PRA QUE FIZERAM ESSA MERDA? De novo né, eles vivem deletando jogos a torto a direito pra fazer os jogos novos terem mais notabilidade. Mas tem só um problema: N.O.V.A. LEGACY É UM JOGO ESTREMAMENTE CURTO E LIMITADO, aí as antas vão e removem um jogo que era mais completo simplesmente porque querem. PUTA QUE MERDA GAMELOFT, VOCÊS ESTÃO REALMENTE DECAINDO NÉ? Eu tendo ao máximo não usar pirataria, eu ia comprar esse jogo, mas esses caras dificultam ao máximo. Melhor eu voltar para os consoles e portateis que ganho mais.