A EA quer estragar FIFA 15 para celulares?

1 de novembro de 2014 . Atualizado 17/11/2014

FIFA-15-fail A EA quer estragar FIFA 15 para celulares?

A EA é bastante conhecida no mundo dos jogos de celulares por estragar algumas franquias. Para quem tem memória curta vamos relembrar dois casos recentes, Ultima e Dungeon Keeper. Esses dois jogos tiveram recepções bastante negativas ao ponto de um dos diretores da EA classificar um desses jogos, no caso Dungeon Keeper, como uma vergonha!

Longe do oba oba de “estou baixando um jogo de 1.2 GB de graça”. FIFA 15 (Android, iOS e Windows Phone) veio com muitos problemas e uma qualidade que chega a ser inferior ao jogo anterior, FIFA 14. Para nós, a primeira baixa é a ausência de times brasileiros, mas FIFA 15 não tem apenas esse ponto negativo.

Conforme a EA foi percebendo ao longo do desenvolvimento de FIFA 13, os jogadores adoram sistema de administração. Pensando nisso, o novo FIFA 15 é totalmente voltado para esse aspecto, mas mantém o jogador no controle da experiência, possibilitando controlar o time durante as partidas. Em FIFA 15 há duas moedas principais, FIFA Points ou ouro. Ambos os recursos são necessários para montar um time de qualidade, onde o jogador pode gastá-los ao comprar pacotinhos de cartas com os jogadores.

É aí que a receita de sucesso do FIFA anterior começa a desandar. Para que o jogador entre em campo, também é gasto moedas do jogo, o que significa que o jogador tem que estar ativo para q seu time tenha dinheiro em caixa e faça a “máquina girar”. Porém, tudo vai por água abaixo com os problemas de conexão que afligem, atualmente, o jogo de futebol.

Imagine, investir em um jogador, começar uma partida, estar quase ganhando e de repente a conexão cai, você perder seus pontos e os status dos seus jogadores. É bem frustrante. Como se não bastasse, pacotes com FIFA Points são bastante caros. Algo em torno de R$ 16 reais, por um pacotinho com três jogadores e algumas cartas de status.

Mas não para por aí, há várias modificações em FIFA 15 que não agradaram. Retiraram o botão de drible, o suporte a controles físicos, não há mais partidas contra outros jogadores (o que é realmente algo sem noção), o juiz e bandeirinhas sumiram, não há variações climáticas, retiraram até mesmo o replay de cada gol. FIFA 15 parece um jogo incrível nos primeiros 10 minutos, mas depois cai em uma mesmice que impressiona. Até mesmo jogos “amadores” como Dream League Soccer possuem muito mais novidades positivas.

Segunda a EA, o problema que afetava alguns jogadores e causavam a desconexão da partida foi sanado. Mas ainda assim, o jogo não apresenta coisas mínimas, como um modo amistoso online, o que é praticamente um gol contra.

#FAIL

Via Kotaku

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.