10 jogos de grande produtoras que não emplacaram nos celulares

7 de janeiro de 2017

jogos-produtoras-famosas-falharam-mobile 10 jogos de grande produtoras que não emplacaram nos celulares

Nintendo, Sony, Capcom e outros grandes nomes do mercado estão cometendo os mesmos erros de outrora. Eles estão subestimando a audiência e entregando experiências medíocres nos nossos queridos celulares.

Leia também:

Parece que as grandes desenvolvedoras de games apagaram da mente os anos entre 2007 a 2012. Em que muitos jogos foram lançados, mas sempre com um pequeno porém ou experiência aquém da realidade do mercado.

Os recentes e controversos lançamentos Super Mario Run e Mega Man 1-6 Mobile trouxeram novamente à tona aquela sensação, que tivemos no começo desta nova geração de smartphones.

É uma ótima ideia trazer franquias consagradas para o celular. Desde que a experiência de jogo seja satisfatória. E nesse aspecto, as grandes produtoras tem errado… e muito!

Então caso você seja novo nos jogos mobile, selecionamos 10 jogos de grandes produtoras que não emplacaram no passado.

Silent Hill: The Escape (2007)

Silent Hill: The Escape é um desastre trazido à vida em 2007. O game é um reflexo da época em que as produtoras não entendiam direito como traduzir uma jogabilidade com controles para uma tela touch. Parece uma desculpa aceitável, não fosse o fato da Konami ter na bagagem os excelentes Silent Hill’s mobile, feitos para celulares Java.

Metal Gear Touch (2009)

Essa pecinha rara, exclusiva do iOS foi um jogo bastante comentado na época. Alguns gamers chegaram a pensar que se tratava do lançamento do Metal Gear Solid 4 para Xbox 360. Metal Gear Touch é um jogo de tiro em terceira pessoa em que você enfrenta os chefes do game Metal Gear Solid 4. O truque foi usar imagens pre-renderizadas no jogo do Playstation 3.

Castlevania Puzzle: Encore of the Night (2010)

Castlevania Puzzle: Encore of the Night foi outro pequeno desastre trazido para nossos iPhones e iPods Touchs da época. A Konami basicamente disse: “Vamos trazer Castlevania Symphony of the Night para o iPhone”. Isso deixa qualquer um animado certo? Certo. “Rá, ele será um puzzle, pegadinha do malandro”. Não teve decepção maior na época.

Resident Evil Mercenaries VS (2010)

Antes de dar mancada com Mega man, a Capcom já estava estragando outra franquia nos iPhones. Resident Evil 4 Mobile Edition, apesar de ser uma versão muito capada do original, era um bom jogo. Ao invés de fazer o mesmo com RE 5, a Capcom preferiu desenvolver um jogo sem sentido com missões random e multiplayer sem graça, assim nascia Resident Evil Mercenaries VS.

Mega Man X Over (2012)

Achou que a Capcom errou apenas agora com Mega Man 1 ao 6? Pois saiba que o anúncio de Mega Man X Over causou tanta revolta na comunidade gamer que a Capcom cancelou o lançamento do jogo no ocidente.

Street Fighter vs Tekken Mobile (2012)

Jogos de luta precisam de um bom ajuste nos smartphones. E Street Fighter vs Tekken Mobile conseguiu a façanha de ser um ótimo jogo de luta mobile. De fato, o game era ótimo. O problema foi que Street Fighter vs Tekken Mobile chegou em uma época errada, Em que todo o resto do mercado estava apostado em jogos free-to-play. Como resultado o game caiu no esquecimento.

Final Fantasy All the Bravest (2012)

A Square Enix costuma acertar no lançamento de grandes títulos e ótimos remasterizações para os celulares. Mas fica de que desde 2012, ela tenta emplacar jogos com visual antigo, mas que mesclam elementos com títulos recentes. Final Fantasy All the Bravest foi a primeira tentativa e ele era tão ganancioso no seu sistema de monetização que foi severamente criticado pela mídia e pelos jogadores. A ideia parece que só pegou com o lançamento de outros jogos como Brave Exvius e Record Keeper.

PlayStation All-Stars Island (2013)

Nenhuma empresa errou mais no mercado de games mobile que a Sony. A produtora, que também é fabricante, não apenas conseguiu fazer o Xperia Play não emplacar, como também lançou jogos pavorosos como PlayStation All-Stars Island. Um jogo que resume três franquias famosas da Sony em um simples “Temple Run”.

Ratchet & Clank: Antes do Nexus (2013)

Desde 2011, um jogo de mundo aberto nos celulares não é mais novidade. Mas adivinha o que fizeram com Ratchet & Clank? A Sony transformou o game em uma mistura de rail shooter com corrida infinita. Os gráficos até que são bacanas, mas a jogabilidade é horrível.

Toda a Playstation Mobile (2011 até 2015)

A Playstation Mobile não foi a morte de apenas um jogo, mas toda uma estratégia da Sony que naufragou junto com a ideia. PlayStation Suite, depois Playstation Mobile foi uma tentativa da Sony de criar toda uma comunidade de desenvolvedores em volta dos seus aparelhos portáteis. Não colou!

Post Relacionados

Mestre na arte oculta dos joguinhos de bolso. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer.

  • BRplayer

    Apenas um nome: Nowhere.

    • Filipe G.F

      Concordo, ja zerei altas vezes

      • BRplayer

        Esse era excelente, jogabilidade perfeita, cenários, trilha sonora tudo 100% terror, inimigos eram bem “sinistros” e a história sensacional! Fiquei aguardando a empresa fazer uma versão android 3d, mas infelizmente não aconteceu 😢.

  • Apollo

    Street fighter seria ótimo para mobile !!