iPhone 15 Pro e Max tem SÉRIOS PROBLEMAS de TEMPERATURA

Muito usuários estão reclamando do desempenho do iPhone 15 Pro e iPhone 15 Pro Max, exatamente os dispositivos com o novo processador Bionic A17 Pro. De acordo com vários reviewers, a Apple exagerou no pico de voltagem do A17 Pro, o que resulta em “thermal throttling” severos, que é quando o smartphone baixa o desempenho do processador para diminuir a temperatura.

iPhone 15 Pro pode esquentar a um ponto que você nem consegue segurá-lo (Foto: Youtube).

O site Phone Arena destacou a matéria : “Padrões mais baixos para o A17 Pro podem estar por trás dos problemas de limitação térmica no iPhone 15 Pro“. Nela, vários produtores de conteúdo renomados destacam o problema de performance do iPhone 15 Pro/Max  durante o testes severos e até em alguns usos cotidianos.

Vários threads de iPhone 15 Pro Max esquentando ao filmar ou jogar estão viralizando nas redes sociais. Veja alguns abaixo.

.

.

Usuários da Apple reclamam no fórum de discussão oficial da Apple:

Olá a todos. Recentemente, comprei o novo iPhone 15 Pro Max e ele está esquentando mesmo quando não estou usando.

Estava me perguntando se mais alguém está tendo esse problema ou se talvez seja uma configuração que está causando isso que eu possa desativar?

Qualquer conselho é apreciado. 🙂

Outra pessoa respondeu:

Acabei de receber o iPhone 15 Pro hoje e ele está tão quente que mal consigo segurá-lo por muito tempo! Espero que eles resolvam isso.

 

O Youtuber do Canal TechTablets, comentou que em qualquer teste simples de GPU, ou seja, jogando, o iPhone 15 Pro Max perde 25% de performance após 2 minutos e perde 34% de performance após 20 minutos. Em outras palavras, basta jogar 20 Minutos que todo o poder do A17 Pro ser reduzido devido ao calor,  e com isso ele vira um A16 Bionic, ou seja, se você joga muito, a probabilidade é que seu iPhone 15 Pro Max, vire um iPhone 14 Pro depois de alguns minutos jogando.

Vários Youtubers Tech demonstraram os problemas de aquecimento dos iPhones 15 Pro e Max.

Vadim Yuryev, da Max Tech, e o vazador Revegnus parecem saber o motivo. Revegnus tuitou em março que a TSMC estava tendo dificuldades com o processo de 3 nanômetros e, como resultado, a Apple baixou seus padrões para o chip A17 Pro.

iPhone 15 Pro usa muita voltagem para vencer concorrentes, mas superaquecimento reduz a performance após poucos minutos.

Aparentemente, o chip A17 Pro feito pela  TSMC teve um rendimento de performance abaixo do esperado, o que obrigou a Apple a subir a voltagem máxima do A17 Pro para 14W, muito mais alto que outros chipsets como A16, A15 ou até mesmo Snapdragon 8 Gen 2.

Para explicar de forma mais genérica: mais energia passando, em uma região menor de chip, significa mais aquecimento. Caso a refrigeração do smartphone não for boa, o resultado é “thermal throttling”, ou seja, o iOS vai começar a reduzir a energia que passa ali, para desaquecer o processador, como consequência, queda de performance.

Isso é algo comum de acontecer em qualquer smartphones e até Notebooks e PC, mas é claro que existe uma margem aceitável para isso.

Normalmente é aceitável quedas de até 10% em processadores de smartphones, mas 34%? É uma queda tão grande que acaba com qualquer vantagem de performance que o iPhone 15 Pro teria em relação ao iPhone 14 Pro.

A pior parte disso é que muitos usuários estão relatando que estão tendo problemas em tarefas cotidianas como acessar redes sociais ou filmar com o iPhone 15 Pro e Pro Max.

O gráfico abaixo é do resultado do Wild Life Extreme Test, um teste de GPU que dura cerca de 20 minutos. Um Benchmark sintético, mas que reproduz como poucos a experiência de se jogar um game “pesado” no smartphone por cerca de 20 minutos.

No teste, é possível ver que o iPhone 15 Pro e Max (linhas vermelha e laranja) sofrem quedas abruptas logo o teste iniciar, com apenas 2 minutos. Enquanto o Galaxy S23 Ultra vai perdendo performance também ao longo do teste, mas não de forma tão abrupta. No final do teste o S23 Ultra ainda apresente desempenho superior aos iPhones.

 

Com informações de PhoneArena e SamMobile

 

Leia também:

 

  • Dario Coutinho

    O "Gamer de Celular" Original. Criou um dos primeiros sites sobre jogos para celular em 2007, que viria a se tornar o Mobile Gamer Brasil em 2009. Formado em Ciência da Computação, escreve sobre tecnologia há mais de 16 anos. Com passagem por revistas de games (EGW, Arkade) e sites renomados como Techtudo. E-mail para contato: [email protected]