Subway Surfers 2? Subway Surfers Tag falha em ser sequência digna

Sequência de Subway Surfers decepciona e é o jogo mais sem graça do Apple Arcade.

Subway Surfers Tag é um jogo exclusivo para iOS e Mac que foi lançado pela Sybo Games em parceria com a Apple. O título chegou aos iPhone, iPad e Macs em julho deste ano.

Entretanto, por não ter uma versão para Android, muita gente não sabe nem que Subway Surfers Tag existe. E pior, tem muita gente ansiosa para jogar esse game pensando se tratar de uma sequência digna do jogo original.

Mas se você ouviu que Subway Surfers Tag é incrível, acho melhor sair dessa análise agora.

Publicidade

 

Como é a jogabilidade de Subway Surfers Tag

Diferente de Subway Surfers, Tag não é exatamente um endless running. Bem, é sim, mas de um jeito diferente.

O game de ação 3D consiste a fazer skateboarding em fases em um ambiente com visão isométrica. O jogador precisa cumprir objetivos e tentar fazer a maior pontuação possível.

Esse é o ponto crucial do game, pois sua jogabilidade tem impacto direto na impressão do jogador.

Ao invés de um senso de urgência com um policial na sua cola, em Tag, enfrentamos inimigos robóticos em uma pequena arena (o policial aparece apenas mais adiante).

O jogador precisa disparar tinta contra os inimigos, ao mesmo tempo em que precisa coletar energia para o seu skate voador.

O conceito parece interesse, mas a execução não é tão boa assim.

Gameplay:

 

 

O que o jogo tem de ruim?

A movimentação é lenta e a pouca sensação de “perigo”. Os inimigos não te “derrotam” derrubando o jogador, mas sim roubando a energia do seu skate e te obrigando a jogar de novo.

O grande problema desse game é que ele simplesmente não te dá nenhum senso de urgência e nem de recompensa. Nenhum desses em níveis aceitáveis para estimular você a continuar jogando. Diferente do original, não há estímulos para tentar avançar na aventura. Não há um chefe ou uma mudança drástica de cenário.

Caso não se lembre do Subway Surfers original, o game conta com várias mecânicas que mudam completamente o gameplay. Em Tag essa mudanças são mínimas e isso apaga completamente a sensação de progressão.

Assim, por mais que seja baseado em um jogo “passa-tempo”, Subway Surfers Tag não me deu interesse para continuar jogando até o final (Sim, esse aqui, tem um final).

 

Quando vai chegar Subway Surfers Tag no Android?

Subway Surfers Tag foi desenvolvido para ser um jogo exclusivo para Apple Arcade. Então não há previsão de um lançamento para Android. Na realidade, é mais fácil o jogo sair para PC ou consoles do que chegar ao Android. Foi o que aconteceu com Oceanhorn 2, outro exclusivo do Apple Arcade que muitos fãs esperam no Android.

 

Subway Surfers Tag é bom?

Na minha opinião pessoal, Subway Surfers Tag não é um jogo bom, ele fica apenas na média.

Olha um exemplo, tire o nome “Subway Surfers” dele e veja que é bem menos interessante do que parece.

A movimentação é lenta, a mecânica de combater inimigos não é tão divertida.

Talvez seja um jogo interessante para crianças brincarem na Apple TV, por exemplo, mas no iPhone não é tão interessante assim. Mesmo para Apple TV, falta um recurso que tornaria o jogo mais divertido, veja no tópico abaixo.

Como está, esse é um jogo que cairia fácil no esquecimento da galera. Como de fato aconteceu, e muita gente vê uma arte desse jogo e pensa se tratar de um “Subway Surfers 2” que esteja em desenvolvimento.

 

Poderia ser melhor?

Não gosto de dizer como um game deveria ser, pois no fim das contas, analiso um game pelo que ele é, e não pelo que deveria ser. Mas vou abrir uma exceção para Subway Surfers Go.

Basta jogar um pouco para perceber que esse jogo, que suspeito que a Sybo Games fez na maior má vontade do mundo, seria muito melhor se tivesse um multiplayer. Apenas imagina disparar disparar tinta nos adversários enquanto desvia dos robôs, ao mesmo tempo que tenta coletar baterias para o seu skate voador.

Na minha opinião, Subway Surfers Tag perde a chance de ouro de ser uma versão mobile de Splatoon.

 

 

Note 6/10

 

  • Dario Coutinho

    O "Gamer de Celular" Original. Criou um dos primeiros sites sobre jogos para celular em 2007, que viria a se tornar o Mobile Gamer Brasil em 2009. Formado em Ciência da Computação, escreve sobre tecnologia há mais de 16 anos. Com passagem por revistas de games (EGW, Arkade) e sites renomados como Techtudo. E-mail para contato: [email protected]

Google News