Apple bloqueia xCloud, Stadia (e Geforce Now também) saiba o porquê

project-xcloud-no-android Apple bloqueia xCloud, Stadia (e Geforce Now também) saiba o porquê

Para quem tem iOS e ficou animado com os serviços de Streaming de Jogos / Jogos na Nuvem (Cloud Gaming), trazemos más notícias. Além de barrar o Google Stadia, a Apple acaba de barrar também o Project xCloud da Microsoft.

Segundo a Microsoft, um teste que estava agendado com 10 mil usuários de iOs foi cancelado no mês passado.

De acordo com a Apple, xCloud e Stadia, como estão, não podem ser incluídos no catálogo da App Store. A desculpa é que é “impossível fazer review dos jogos”.

Em comunicado ao Business Insider, um porta-voz da Apple disse: “A App Store foi criada para ser um local seguro e confiável para os clientes descobrirem e baixarem aplicativos, e uma ótima oportunidade de negócios para todos os desenvolvedores”.

“Antes de entrarem em nossa loja, todos os aplicativos são revisados de acordo com o mesmo conjunto de diretrizes que visam proteger os clientes e fornecer condições equitativas e equitativas aos desenvolvedores”.

Eles acrescentaram: “Os serviços de jogos podem ser absolutamente lançados na App Store, desde que sigam o mesmo conjunto de diretrizes aplicáveis a todos os desenvolvedores, incluindo o envio de jogos individualmente para revisão e a exibição em gráficos e pesquisa”.

Uma declaração atualizada da Microsoft reiterou que a empresa ainda pretende “escalar jogos em nuvem através do Xbox Games Pass disponível em todos os dispositivos”, mas acrescenta que a empresa “não tem mais nada a compartilhar no momento com relação ao iOS”.

A Google encontrou obstáculos semelhantes ao obter seu próprio serviço de streaming de jogos Stadia na App Store. Tal como está, o aplicativo iOS apenas permite que os usuários gerenciem suas contas.

Em um comunicado ao site Windows Central, a Microsoft “detonou” a Apple.

“A Apple é a única plataforma de uso geral a negar aos consumidores serviços de assinatura em nuvem e jogos, como o Xbox Game Pass. Ela trata os aplicativos de jogos de maneira inconsistente, aplicando regras mais brandas a aplicativos que não são de jogos, mesmo quando eles incluem conteúdo interativo. (No caso, a Microsoft está usando a Netflix e Amazon Video de exemplos).

“Todos os jogos disponíveis no catálogo do Xbox Game Pass são classificados por conteúdo por órgãos independentes de classificação do setor, como o ESRB e equivalentes regionais. Estamos comprometidos em encontrar um caminho para trazer jogos em nuvem com o Xbox Game Pass Ultimate para a plataforma iOS. Acreditamos que que o cliente deve estar no centro da experiência de jogo e os jogadores nos dizem que querem jogar, conectar e compartilhar em qualquer lugar, não importa onde estejam. Concordamos. ”

Parece que a Guerra dos serviços de streaming de jogos já começou! Peguem a pipoca!

Fonte: GameIndustry

Publicidade