Evento da Motorola apresenta Moto G5S Plus, Moto Z Force e controle Snap para games

24 de agosto de 2017 . Atualizado 24/08/2017

moto-snap-gamepad-controle-moto-z-force Evento da Motorola apresenta Moto G5S Plus, Moto Z Force e controle Snap para games

O Moto G5 e o Moto Z Play são celulares excelentes para jogos. Mas a família Motorola vai ficar mais gamer com o Moto G5S Plus e Moto Z Force, novos aparelhos anunciados hoje pela manhã (24). Além deles, a empresa anunciou um novo snap GamePad em formato de controle para os Moto Z.

Leia também:

– Moto Z “Gamer” Edition

 

O novo Moto Z 2, chamado apenas de Moto Z Force, poderia muito se chamar gamer edition. Junto com o novo smartphone, foi apresentado um acessório Moto Snap em formato de controle que se encaixa no celular e o transforma em um verdadeiro videogame portátil.

Una este novo snap ao fato do Z Force possuir processador Snapdragon 835 e 6GB de RAM, e temos uma máquina perfeita para jogos . O Moto Z Force ainda vem no pacote com 64 GB de espaço interno e um carregador Turbo Power.

O GamePad possui analógicos na direita e esquerda, quatro botões frontais e quatro botões de ombro (L e R). O pessoal do site brasileiro Arkade testou o controle. Segundo eles, não é fácil o GamePad caber no bolso, mas a conectividade que dispensa bluetooth e promessa de alta compatibilidade são animadores.

O Moto Z Force Edition será vendido por R$ 2.999 (preço inicial).

Especificações:

  • Tela P-OLED de 5,5 polegadas, ocupando 70,4% da parte frontal (protegida contra quedas)
  • Resolução Quad HD (2560 x 1440 pixels), 534 pixels por polegada
  • 6 GB de RAM
  • 64 GB de memória para o armazenamento interno
  • Entrada para cartão microSD de até 256 GB
  • Chipset Qualcomm Snapdragon 835 (MSM8998)
  • Processador de oito núcleos rodando em até 2,35 GHz
  • Qualcomm Adreno 540 como placa gráfica
  • Câmera principal dupla de 12 MP + 12 MP, com abertura de f/2.0
  • Câmera frontal de 5 MP, com abertura de f/2.2
  • Leitor de impressões digitais em forma de botão home frontal
  • Resistência a respingos d’água
  • Dimensões de 155.8 x 76 x 6.1 mm e peso de 143 gramas
  • Bateria de 2.730 mAh
  • Android 7.1.1 Nougat sob a interface própria da Motorola como sistema operacional

– Moto G5S e G5S Plus

moto-g5s Evento da Motorola apresenta Moto G5S Plus, Moto Z Force e controle Snap para games

O Moto G5 ganhou apenas atualizações cosméticas no seu design e câmera. Nada de muito gritante. Por exemplo, o aparelho não ganhou os 3GB de RAM em relação a versão internacional. Sendo assim, não há uma grande novidade.

Agora quem comprou o Moto G5 Plus, tem motivos para ficar chateado. A evolução é considerável com tela maior, câmeras melhores e mais RAM. Contudo, o espaço interno ainda ficou na casa dos 32 GB. O preço do Moto G5S será de R$ 1.099 e do G5S Plus será R$ 1.499.

O destaque do G5S Plus é a câmera dupla. Mas se você não liga muito para fotos, não vale muito a pena comprar o G5S Plus, pois o Moto Z2 Play, que aceita snaps, já se encontra na mesma faixa de preço.

Especificações:

  • Tela IPS LCD de 5,5 polegadas (71,3% da parte frontal), protegida pelo Corning Gorilla Glass 3
  • Resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), 401 pixels por polegada
  • 3 GB de RAM
  • 32 GB de memória para o armazenamento interno
  • Entrada para cartão microSD de até 128 GB
  • Chipset Qualcomm Snapdragon 625 (MSM8953)
  • Processador de oito núcleos ARM Cortex-A53 rodando em até 2,0 GHz
  • Qualcomm Adreno 506 como placa gráfica
  • Câmera principal dupla de 13 MP + 13 MP, abertura de f/2.0
  • Câmera frontal de 8 MP, abertura de f/2.0
  • Leitor de impressões digitais no botão home, suporte a gestos
  • Dual SIM e acesso às redes 4G LTE
  • LED RGB para notificações
  • TV Digital
  • Dimensões de 153.5 x 76.2 x 8 mm e peso de 168 gramas
  • Bateria de 3.000 mAh
  • Android 7.1.1 Nougat sob a interface da Motorola como sistema operacional

O Moto G5S e o Moto Z Force já estão disponíveis, mas o G5S Plus ainda não.

Publicidade

Quer colaborar? Envie sua dica para o e-mail: dicas[arroba]mobilegamer.com.br. Não se preocupe, não precisa ser um expert,basta ser apaixonado pelo assunto. Que assunto? Nossos amados jogos para celular.

  • Marcus Vinicius

    por esses preços e essas configurações que vem nesses modelos. Melhor comprar aqui ou importar alguma outra marca? Das marcas de importação, quais recomenda?

    • mobilegamerbr

      Zuk Z2 Pro e LeeCo Le Max 2 (se você quiser tela de 5.5). Mas se você não liga para tamanho de tela, pode ir de Mi6, que possui o snapdragon mais potente da atualidade, 835, e 6 GB de RAM!

  • BRplayer

    Tenho 3 ótimos motivos para, infelizmente, não comprá-los:

    1° (mais óbvio) é o preço. Com esse dinheiro gasto no aparelho, posso comprar algo mais “útil”.

    2°. De que adianta ter um aparelho poderoso, se as empresas só lançam “clashes royales” e “candy crushes”.

    3°. Neguim rala para K7 para comprar um desse, e um minuto depois, é roubado por um fdp vagabundo.

    Hoje em dia, PARA MIM, não vale a pena investir nesse tipo de artigo. Enquanto nossa pátria estiver desse jeito, não dá.

    • Dario Coutinho

      1 – Sem dúvida o preço dos aparelhos nacionais não estão valendo a pena em nenhuma faixa de preço, seja básico, intermediário ou top de linha. E nenhum celular vale R$ 4 mil reais. Com esse valor é possível comprar até 5 celulares que vão fazer basicamente a mesma coisa e com desempenho muito próximo.

      2 – Toda semana postamos jogos pagos em promoção e games de altíssima qualidade como F1 2016, Radiation Island e etc. O problema é que tem gente que espera apenas jogos da empresa G ou E, daí se decepciona.

      3 – Sem vitimismo, BRPlayer. O mundo ou o nosso país não tem nenhuma obrigação de nos dar tudo. “A vida acontece de você e não para você”. Ou como diria um presidente aí, Não pergunte o que seu país pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer por seu país.