Tomb Raider chega ao Android com precinho camarada

tomb-raider-1-android Tomb Raider chega ao Android com precinho camarada

O primeiro Tomb Raider, lançado originalmente em 1998 para PC, acaba de chegar ao Android. O game já havia sido lançado para iOS no ano passado e agora chega também ao Android. A boa notícia é que ele mantém aquele preço camarada. Na Google Play, o jogo custa apenas R$ 3,86 reais.

O jogo é um game de exploração de ambientes em 3D com sessões de tiro e puzzles que não são simples tabuleiros, mas verdadeiros enigmas do tamanho dos cenários para você acessar novas áreas. O jogo tem inimigos que vão de morceguinhos até dinossauros.

– Controles diferentes

Hoje em dia é muito fácil imaginar os controles para um ambiente 3D, mas em 1998 a coisa era diferente e é possível ver isso em Tomb Raider, assim como em jogos de outras plataformas como Mario 64.

Assim, o Tomb Raider do Android chegou com uns controles um pouco diferente, até meio malucos, que vão exigir um pouco mais de habilidade por parte do jogador.

– Curiosidade

Tomb Raider também foi lançado para o mercado de smartphones “antigos”, com versões para o Windows Mobile Professional, em 2002, e para o Nokia N-Gage em 2003.

– Opinião

Pelo preço oferecido, Tomb Raider vale cada centavo. O game é bastante longo e não exige conexão com a internet. Apesar dos controles ruins, o game fica bem legal em dispositivos com controle ou uso de controles Bluetooth ou USB no Android. Definitivamente uma boa aventura com muitos enigmas e fases compridas. Só não estranhe a falta de diálogos, ou gráficos “ruins”, afinal o jogo é de 1998!

Link para Baixar no ANDROID (Pago R$ 3,86)

Publicidade: Não | Jogo Offline
Contém compras embutidas: Não
Requer Android  4.0 ou superior
Idioma: Português | Tamanho: 320 MB

Publicidade

4 thoughts on “Tomb Raider chega ao Android com precinho camarada

  1. tá loko! a jogabilidade desse treco ai é horrível.
    a jogabilidade daquela versão de N-Gage humilha esse ai, apesar de que era possível apenas ir para frente e para trás, mas era baum.

  2. Me pareceu uma conversão muito boa… e ainda é widescreen… não posso opinar muito pois esse é o único TR clássico que não joguei (só joguei o Anniversary).
    Mas vamos ver, tomara que lancem os outro clássicos e as expansões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *