Duelo de Titãs: Galaxy S6 bate iPhone 6, mas seu chip não é páreo para o Tegra K1

3 de Março de 2015 . Atualizado 03/03/2015

galaxy-s6-benchmarck Duelo de Titãs: Galaxy S6 bate iPhone 6, mas seu chip não é páreo para o Tegra K1

MWC15 (Mobile World Congress) já está acabando, mas deixou uma boa pergunta no ar. Quem é novo líder no quesito processador? Galaxy S6, HTC One M9 ou iPhone 6?

Segundo o site ComputerBase, quando o assunto é CPU, sua nova aposta deverá ser o Galaxy S6 e o seu processador de oito núcleos Exynos 7420. O app utilizado para a medição foi o GeekBench, que está disponível para Android e iOS. No teste, o Galaxy S6 deixou para trás o HTC One M9, e fez o iPhone 6 comer muita poeira.

galaxy-s6-benchmarck-1 Duelo de Titãs: Galaxy S6 bate iPhone 6, mas seu chip não é páreo para o Tegra K1

Vale lembrar que neste teste de CPU, o Exynos 7420 ganhou em disparada graças aos seus oito núcleos trabalhando agora na arquitetura 64bits. Quando o assunto é processamento por núcleo, o processador A8 do iPhone 6 se mostrou mais poderoso, atingindo gritantes 1626 pontos por núcleo. Nesse teste, separado, Exynos 7420 marcou 1443 pontos e o Snapdragon 810 com 1186.

Conforme vemos abaixo também, temos outro processador na disputa, e que arrebatou os primeiros lugadores nos testes de renderização de ambientes 3D, nos quais as GPUs são mais exigidas. Infelizmente, esse processador, ainda não está disponível em nenhum smartphone, estamos falando do Tegra K1 da Nvidia. Com desempenho impressionante no tablet Nexus 9,  o Tegra K1 (GPU Kepler DX1) deu um show, superando todos os concorrentes, inclusive o Galaxy S6 (Exynos 7420 e GPU Mali-T760).

 

tegra-k1-benchmark-vs-galaxys-6-iphone-6 Duelo de Titãs: Galaxy S6 bate iPhone 6, mas seu chip não é páreo para o Tegra K1

tegra-k1-benchmark-vs-galaxys-6-iphone-6-1 Duelo de Titãs: Galaxy S6 bate iPhone 6, mas seu chip não é páreo para o Tegra K1

Vale lembrar que esses testes de benchmarks analisam apenas a capacidade bruta de processamento dos smartphones e tablets. O desempenho de um jogo ou app vai depender da codificação dos desenvolvedores. De nada adianta ter um smartphone poderoso, se o jogo em questão não está otimizado para a plataforma.

Fonte: ComputerBase

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.