iPad mini chega para complicar ainda mais a vida de 3DS e PSVITA

24 de outubro de 2012 . Atualizado 31/10/2012

Durante um evento especial realizado ontem (23), a Apple apresentou muitas novidades para os amantes de tecnologia. Dentre elas, dois novos modelos do seu tablet: o iPad 4 e iPad mini. Este último, um novo modelo com tela de 7.9 polegadas, mais portátil e ideal para usar em qualquer lugar sem medo de parecer um trambolho.

ipad-mini-apple-20121023-59-size-598 iPad mini chega para complicar ainda mais a vida de 3DS e PSVITA

iPad mini chega para frear concorrentes (Foto: Reprodução/Abril)

Apesar de ser claramente uma repaginação do iPad 2 e de ter sido criado e desenvolvido para frear um possível avanço dos tablets com Android de 7 polegadas. O iPad mini pode causar no mercado outro impacto em quem não tem nada a ver com essa história de nicho pós-pc que começou a apenas 3 anos. Quem pode sofrer mais ainda, com esse fenômeno de vendas,  são os consoles portáteis como Sony PSVITA e Nintendo 3DS. E eles andam bem encrencados.

Qualquer gamer nem pensa duas vezes antes de dizer que melhor é comprar um PSVITA, mas vale lembrar que a grande maioria dos consumidores não são gamers e se você perguntar a qualquer pessoa “comum” entre um iPad e um PSVITA ela provavelmente perguntará o que é esse último.

E não venha dizer que iPad não é um dispositivo para games, quando ele tem cerca de 175 mil jogos

Desde ontem(23) está no topo do blog Kotaku, um dos maiores blogs de games do Brasil, um post sobre o novo iPad mini e sobre o iPad 4. “E o que tem isso?” Deve pensar o leitor. Bem, lá é um site sobre games e não sobre tecnologia, certo? Não seria mais interessante estar no topo dos posts um anúncio da Nintendo sobre perdas milionárias nesse terceiro trimestre? Perdas essas em grande parte por culpa do Nintendo 3DS? Melhor não né!

“As pessoas estão satisfeitas em usar seus tablets e smartphones para jogar”, disse à revista Bloomberg Makoto Kikuchi, um analista de fundos de cobertura de Tóquio, “O 3DS realmente está fracassando.”

É mais ou menos assim que anda as vendas de consoles portáteis, vendendo razoável no Japão e muito mal no resto do mundo.  Enquanto isso, só do começo do ano para cá já foram vendidos mais de 100 milhões de iPad’s, isso sem contar o lançamento do iPad mini, que chega agora sendo o iPad mais barato, podendo ser adquirido por meros US$ 329 dólares. Mencionei iPods Touch? Deixa pra lá!

E tem muito mais gente nessa briga além da Apple. Nomes de peso como Google e Amazon, e elas querem sim, mais fatias do mercado, não interessando de onde vão tirar. O interesse dessas empresas é tamanho, ao ponto de venderem tablets subsidiados com preço abaixo da tabela, o Nexus 7, por exemplo, pode ser encontrado por US$ 249 dólares, mesmo preço da versão WIFI do PSVITA.

Como última ponderação, vale lembrar que todos esses tablets mencionados possuem milhares de jogos grátis e centenas de jogos pagos muito baratos com ótima qualidade. Em contra partida, os consoles portáteis tem poucos e caros jogos, especialmente em nosso país onde os jogos do 3DS e VITA não saem por menos de R$ 100,00 reais.

http://www.youtube.com/watch?v=qL0UlqpfuQc&feature=plcp

Não estou aqui pregando a morte dos consoles portáteis. Mas, com tantos fatores contra, é muito difícil que uma pessoa “comum” prefira um console portátil a um tablet de 7 polegadas, sendo que ela utilizará ambos apenas para jogos casuais.

 

Posts Relacionados

De que forma os jogos para smartphones estão roubando a atenção dos gamers?

Sony e Nintendo, algum problema?

Segundo acionistas e investidores, os celulares estão “roubando” o mercado do 3DS

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.