Youtuber famoso detona jogo mobile DC Legends (Android e iOS)

Por Dario Coutinho

angry-joe-show-rant-dc-legends

O youtuber gamer Joe Vargas, que é bastante conhecido pelo seu programa AngryJoeShow (em inglês) no Youtube, teceu uma crítica furiosa ao game DC Legends. No melhor estilo Angry Rant, ele critica uma série de elementos no novo game mobile da DC Comics e Warner.

Leia também:

Como é bastante fã dos quadrinhos da DC, Joe Vargas criticou severamente o novo título para smartphones e tablets, que traz personagens como Superman, Batman e Mulher-Maravilha.

Dentre as críticas, ele enfatiza como o jogo é ganancioso em termos de IAPs (In-App Purchase), as famosas “compras embutidas”. Após gastar US$ 25 dólares, Joe não conseguiu desbloquear nenhum personagem adicional em DC Legends. Ele realizou uma livestream via Twitch.TV, demonstrando as mecânicas e sistema de compras do jogo.

Diferente de outros games, em DC Legends, você não abre pacotinhos de cartas com heróis. No game, cada personagem e dividido em fragmentos. Acontece que é preciso coletar dezenas de fragmentos para formar um único herói.

Vargas cita exemplos de outros jogos mobile de super-heróis como Marvel: Torneio dos Campeões (Android, iOS). Onde com US$ 5 dólares, é possível desbloquear facilmente até 4 heróis.

Vargas continua, mostrando exemplos de como o jogo é mal-feito (apesar do tempo enorme de produção), ele cita elementos como: animações muito simples (ele brinca que o vórtex parece a descarga de uma privada), downloads constantes, click baits, pouco conteúdo no jogo (muitos “coming soon”) e diálogos medíocres. Não há sequer uma mecânica viciante como em outros títulos, cita ele.

Sobra até para a Warner. Joe menciona que é grande a possibilidade de a Warner pagar para usuários ou funcionários avaliarem o game positivamente.

Mas ele cai mesmo em cima é das micro-transações. Joe fala que ele vê isso bastante em jogos mobile (nós também). De uns tempos par cá, as compras embutidas ficaram mais “obscuras”. Você não compra mais um item, você compras partes dele ou a chance de comprar partes dele (Olá, Modern Combat 5).

“Mesmo que você insista que é possível evoluir no game sem pagar (o que provavelmente não é verdade), esse sistema de compras é literalmente um roubo.”

O Youtuber não poupa críticas, e sobra até mesmo para os gamers mobile. Ele crítica quem avalia positivamente jogos assim na App Store. Para ele, os jogadores estão endossando um comportamento completamente ganancioso por parte das produtoras.

E você o que acha?

Post Relacionados

Tags:, , , ,

WordPress Author Box

Acompanha o mercado de jogos para celular desde 2001, sabe a diferença entre N-Gage 1 e 2, e já conhecia jogos de smartphones antes de iPhone e Android nascerem. Também é Retro Gamer nas horas vagas. Meu Perfil do Google+

Add me on Google+
on Google+

  • Cleylson 平和

    Ele ta mais do que certo, po já tá passando da hora dos próprios consumidores tomarem atitude, a indústria de games mobile está cada vez mais nesse caminho, basta ver a Gameloft com políticas de monetização cada vez mais escrotas, e não é só ela não, só li verdades, hoje em dia você baixa um jogo mobile, vem com toneladas de anúncios embutidos, milhares de micro transações absurdas, absurdas! Tem jogo que até a opção “retry” ou tente novamente como preferir você tem que comprar. As micro transações são tão absurdas que os jogos nem dão mais a possibilidade de jogar Offline (R.I.P joga em qualquer lugar sem 3G) só pra garantir a venda de ítens in game mesmo que ele não tenha online

  • Gi Basilio

    O jogo e total abusivo em dinheiro, sério e o lixo do lixo esse jogo.

  • Caíque

    Com exceção do comentário sobre a Warner pagar por avaliações(o que pode ou não ser verdade, não temos como saber), ele tem total razão nessa análise.