83% dos jogos mobile “morrem” após três anos, revela estudo

Todos sabemos que são tempos estranhos para o mundo mobile. Exemplos não faltam: betas infinitos, adiamentos de jogos, games de sucesso sendo cancelados do nada (Apex, estou falando de você), mas um recente estudo quantificou isso que nós já percebemos há um bom tempo.

Um recente estudo de uma empresa especializada, a SuperScale, revelou um dado assustador: cerca de 83% dos jogos mobile “morrem” após o terceiro ano de seu lançamento.

De acordo com o estudo, esse “morrer” significa parar de gerar lucro e parar de receber conteúdo por parte de sua produtora. Em outras palavras, o jogo vira um “zumbi” nas lojas de aplicativos, ele apenas existe, mas não possui muitos jogadores e nem gera mais receita a ponto de despertar o interesse do público ou da produtora.

Publicidade

O ciclo de vida de um jogo mobile, de acordo com o estudo da SuperScale, pode ser esse:

  • 83% dos jogos morrem em até 3 anos.
  • 47% morrem nos primeiros 12 meses.
  • 17% morrem em apenas 6 meses.

A pesquisa foi realizada com mais de 500 desenvolvedores e levou em conta principalmente empresas médias e grandes dos EUA e Reino Unido.

“Estes são tempos voláteis para a indústria de jogos”, disse Ivan Trancik, CEO e fundador da SuperScale. “Muitos desenvolvedores de jogos mobile estão encontrando dificuldades para manter a rentabilidade diante de desafios como ATT, forte concorrência em um mercado mobile maduro e condições macroeconômicas como alta inflação.”

 

Imagem: SuperScale.

Outros dados revelados pelo estudo:

  • 76% dos jogos atingem o pico de receita no primeiro ano de vida.
  • 43% dos jogos em desenvolvimento são cancelados antes do lançamento.
  • 78% dos desenvolvedores preferem abandonar os jogos e partir para um novo título.
  • 37 dos estúdios atualizam seus jogos mais rentáveis em pelo menos uma vez por semana.
  • Empresas de grande porte têm cerca de 18 “jogos legados”, games com popularidade para voltar a render muito.
  • Queda de 5% no gasto dos jogadores com games mobile, ou seja, cresceu a quantidade de concorrentes, mas o dinheiro dos jogadores diminiu.

 

Imagem: SuperScale

 

O que são esses jogos “Legados”?

Jogos legados são games com relativo sucesso que ainda podem render muito. De acordo com a SuperScale, o velho ditado na indústria é que:  “uma vez que um jogo é lançado, é quando o verdadeiro trabalho começa”. Mas, enquanto alguns jogos de sucesso podem resistir ao teste do tempo, nem todos os títulos podem alcançar esse nível de sucesso. A maioria é gerenciada ao longo do tempo, seja através de um declínio acentuado ou estável, até que seja hora de lançar algo novo ou um título ainda mais bem-sucedido ganhe prioridade.

Já observamos vários casos de games assim, principalmente por parte da NetEase e da EA não é mesmo?

 

Fonte: SuperScale e GamesIndustry

  • Dario Coutinho

    O "Gamer de Celular" Original. Criou um dos primeiros sites sobre jogos para celular em 2007, que viria a se tornar o Mobile Gamer Brasil em 2009. Formado em Ciência da Computação, escreve sobre tecnologia há mais de 16 anos. Com passagem por revistas de games (EGW, Arkade) e sites renomados como Techtudo. E-mail para contato: [email protected]

Google News

Deixe um comentário