PUBG e COD Mobile “copiam” elementos e modos de Free Fire

Vai tudo virar Free Fire? A dúvida que assola qualquer jogador de Battle Royale que joga no celular.

Com o sucesso retumbante do rival, franquias que antes foram inspiração para a criação de Free Fire, agora correm para trazer elementos  que fizeram sucesso no jogo da Garena.

Não é segredo para ninguém! Em 2017, Free Fire surgiu com a proposta de ser o equivalente no celular do então sucesso no PC, Playerunknown’s Battlegrounds (PUBG).

Na corrida para competir com outros produtores de games, o estúdio 111dots optou por fazer um jogo para menos jogadores e mapa menor. Acertou na mosca!

vai-tudo-virar-free-fire-1024x576 PUBG e COD Mobile "copiam" elementos e modos de Free Fire
Jogos começam a apostar em mecânicas idênticas as de Free Fire. (Foto: Reprodução)

Derrota no campo da compatibilidade

Em pouco tempo, o tímido jogo lá de 2017 virou sinônimo de compatibilidade, já que muita gente procurava PUBG na Google Play, e por ter celular incompatível, acabava tendo Free Fire como única opção.

Aqui no Brasil, em 2018, ano em que PUBG Mobile foi lançado, a Samsung dominava o mercado com 41,9% de celulares utilizados, segundo dados da StatCounter.

Em outras palavras, quase metade dos smartphones vendidos no Brasil usavam processadores Exynos intermediários ou básicos.

Todo mundo sabe que os processadores Exynos “mid-range” e de “entrada” sofrem para rodar games pesados. Então, basta fazer as contas.

Por mais que a Tencent tentasse competir, o sucesso de Free Fire era inevitável, graças a “leveza” e compatibilidade com virtualmente qualquer celular vendido no Brasil e no mundo.

A empresa que criou tanto PUBG Mobile como Call of Duty Mobile até tentou emplacar outra versão mais leve como PUBG Mobile LITE e lançar CrossFire Mobile no ocidente com modo Battle Royale. Nada adiantou. Aliás, a tentativa só serviu para “matar” ambos os games por aqui.

Então se não pode vencer, junte-se a eles

Tem um ditado que diz: “se não pode vencê-los, junte-se a eles”.

Não é de hoje que PUBG Mobile começou um processo de “Free Firezação”. Em 2019, já mostramos que o game começou uma reestilização de suas skins.

O game com proposta pós-apocalíptica e militar, passou a adotar cores chamativas e skins temáticas. PUBG Mobile ganhou skins parecidas com a de Free Fire e até com temáticas quase idênticas.

Não demorou muito e PUBG Mobile também passou a adotar pets.

Atualmente, os trailers de passe de batalha são tão fantasiosos que nos fazem até esquecer que o jogo que estamos jogando é mesmo PUBG…

… E tem mais!

Parede de Gelo e Escudo do Free Fire no PUBG Mobile

pubg-mobile-features-free-fire PUBG e COD Mobile "copiam" elementos e modos de Free Fire
Eventos de Runas do PUBG Mobile traz powerups muito parecidos com os de Free Fire. (Foto: Reprodução)

Se alguém me dissesse que PUBG Mobile teria um evento com “parede de gelo” e “escudo do Cristiano Ronaldo”, recursos “chupados” direto do Free Fire, eu iria rir da cara da pessoa. Pois agora tem!

Isso parece uma decisão que veio de cima, vindo de algum executivo ou investidor que quer que o jogo seja um “Free Fire melhorado”. Parece uma tentativa desesperada de angariar novos usuários.

Não adianta dizer: “ah mas é um evento”, pois fica claro como o dia que a Tencent não escolheu esses “features” à toa. Por que não colocou um modo onde é possível reviver companheiros como no Call of Duty Mobile?

Falando nele…

Call of Duty Mobile também vai virar um Free Fire?

cod-mobile-skins-ala-free-fire-1024x492 PUBG e COD Mobile "copiam" elementos e modos de Free Fire
Nova temporada de COD Mobile traz skins com semelhanças com skins recém lançadas no Free Fire. (Foto: Reprodução)

Outro jogo que também começou um processo de “Free Firerização” foi Call of Duty Mobile. Mas esse  processo não começou agora.

Em 2020, COD Mobile já trazia muitas skins parecidas com as que foram lançadas em Free Fire. Além disso, o jogo da Activision também trazia skins de Call of Duty Warzone, seu “irmão maior” no PC e consoles.

Mas atualmente, parece que COD Mobile desistiu de se inspirar em seu “irmão maior”. A aposta na estética Cyberpunk até faz sentido, mas deixa a desejar a partir do momento que é implementada um mês depois de Free Fire.

Um novo modo no COD Mobile é um Battle Royale com mapa menor e partidas mais curtas. Sim, sabemos que o modo “Mini Royale” já existia em outros COD. A curiosidade aqui está na descrição do novo modo de batalha. Focado em partidas de “10 minutos”, justamente o tempo médio de partidas pelo qual Free Fire ficou popular.

Por exemplo, cadê os contratos no modo BR de COD Mobile? Vão esperar Free Fire implementar primeiro pra depois trazer? Já era para ter há séculos.

cod-mobile-novo-modo-br-1024x492 PUBG e COD Mobile "copiam" elementos e modos de Free Fire
Novo modo Battle Royale no COD Mobile com até 40 jogadores. (Foto: Reprodução)

Você deve estar pensando: “Ah mas não tem problema nenhum copiar o que faz sucesso em outro jogo”.

Exato! Então não reclame de Free Fire, dizendo que o game é cópia disso ou daquilo, outros jogos estão fazendo a mesma coisa e pior, agora “se inspiram” em recursos que fizeram sucesso no Free Fire.

Então respondendo a pergunta da imagem do post, a resposta é Não. Os Battle Royales não vão todos virar Free Fire, mas não estranhe eles começarem a apostar mais no que deu certo no jogo da Garena.

E não há nada de errado nisso.

Publicidade

7 thoughts on “PUBG e COD Mobile “copiam” elementos e modos de Free Fire

  1. PUBG exige demais de aparelhos, se o foco é ter um celular pra jogar, é quase obrigatório ter o Rog ou Black Shark do ano!
    Desisti oficialmente de PUBGm em 12/2019, porque meu Oneplus 5T (8/128~snp835!!!) já não da conta!
    Velho, ate Genshin Impact eu rodo FULL sem lag (por 1h kkkkk) e PUBG não da.

    Dai fazem um jogo extremamente pesado, podendo ser chamado ate de “elitista” e tentam correr atras dum publico que simplesmente nao consegue jogar.

    O mercado deles é de indiano “rico” que consegue trocar de top de linha a cada lançamento…

    1. Calma garoto pimpão, vocês tem a mania de não ler a matéria toda.

      Onde dissemos que COD copiou Free fire? Dissemos apenas que o fato de COD apostar em skins estilo “cyberpunk” depois de Free Fire ter feito exatamente a mesma coisa deixa essa impressão para os jogadores desavisados.

      O que queremos dizer é que Free Fire copia um recurso, esse recurso então faz sucesso, e só depois as empresas resolvem implementar isso nas versões mobile dos seus jogos.

      Por exemplo, cadê os contratos no modo BR de COD Mobile? Vão esperar Free Fire implementar primeiro pra depois trazer? Já era para ter há séculos.

  2. Aí forçou demais, claro que todos os jogos são inspirados uns nos outros, mas esse modo do PUBG existe em beta na versão chinesa a 1 ano, bem antes do Cristiano Ronaldo sonhar em aparecer no Free Fire, e, não se esqueça que a renda de Free Fire não chega nem perto da do PUBG, então, independente de qualquer coisa, ele ainda é o numero um da lista.

  3. O pubg até que tem como não defender, mas o codm cara forçou d+, o modo blitz é apenas um modo reduzido do BR, até no BO4 que veio antes do free fire tem isso, e todas as skins menos 1 são todas do BOs antigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *