5 curiosidades (uma delas bem safadinha) sobre a Gameloft

12 de novembro de 2017 . Atualizado 13/11/2017

curiosidades-da-gameloft 5 curiosidades (uma delas bem safadinha) sobre a Gameloft

A Gameloft é uma das produtoras mais antigas e reconhecidas do mundo mobile. A nossa queridinha GL começou a sua história lá em 2000. Com uma lista impressionante com centenas de games lançados, essa empresa é um ícone do mercado de jogos mobile.

Leia também:

Mas não vamos contar a história completa dessa grande desenvolvedora, isso é assunto para um próximo post, e também não vamos abordar temas batidos como o fato do fundador da Gameloft ser irmão do fundador da Ubisoft. O que viemos trazer aqui foram 5 curiosidades  pouco conhecidas sobre a Gameloft.

Vídeo

– Estátua de Kal Wardin

Em 2010, a Gameloft realizou um sorteio em parceria com o site TouchGEN de uma miniatura do protagonista da série N.O.V.A, o Kal Wardin. A iniciativa era para promover o lançamento de N.O.V.A 2 para iOS e Android.

estatu-kal-wardin-nova-gameloft 5 curiosidades (uma delas bem safadinha) sobre a Gameloft

A estátua hoje é lendária, e por incrível que pareça, existem poucas imagens dela na internet. Tem até fã da Gameloft que acha que ela nunca existiu. Bem legal se fosse produzido em massa. Eu compraria.

– Controle exclusivo

Essa curiosidade aqui não é nova, pois já foi revelada nos vídeos de curiosidade do próprio canal da Gameloft Em 2012, a empresa lançou um controle bluetooth para iPad e iPhone, o Duo Gamer.

duo-gamer 5 curiosidades (uma delas bem safadinha) sobre a Gameloft

Feito em parceria com a empresa Duo Games, o kit não é apenas o controle em si, mas também inclui um stand com o logo da empresa para segurar o iPad. Apesar de pouco conhecido pelos fãs do Android, o acessório é cobiçado por colecionadores de videogame.

– Cartões para baixar ringtones

Em 2005, a Gameloft produzia cartões para download de ringtones. Sim, ringtones, lembra dessa mania? Os cartões garantiam download de conteúdo do filmes e jogos como músicas e papéis de parede. Era uma época mais simples, onde ter milhares de músicas no celular era algo pouco comum.

cartao-ringtone-toque-no-celular-gameloft-king-kong 5 curiosidades (uma delas bem safadinha) sobre a Gameloft

Hoje em dia, esses cartões são muito, mas muito raros. Se você tiver algum cartão dessa época, deixa um comentário.

– A Gameloft já foi Safadinha

O mercado de jogos mobile sempre esteve a margem dos mercados ditos “principais”. Um gênero popular naquela época, antes das lojas de apps com conteúdo “amigável para anunciantes”, eram os jogos mais picantes, para um público adulto (18+). Hoje em dia, esse tipo de jogo é facilmente barrado tanto na Google Play como na App Store.

sehy_poker_2004 5 curiosidades (uma delas bem safadinha) sobre a Gameloft

 

sexy_poker_top_models 5 curiosidades (uma delas bem safadinha) sobre a Gameloft

 

Esse tipo de conteúdo tinha seu público no celular, e a Gameloft aproveitou isso lançando diversos jogos. Até mesmo títulos como Asphalt tinham algum conteúdo safadinho como mulheres em poses sensuais.

Entre 2004 e 2009, a Gameloft publicou games da série “Sexy Poker”.  O jogador tinha a missão de vencer garotas atraentes em um jogo de cartas. As apostas, além de dinheiro, envolviam peças de roupa. Mas relaxa quem já está com a mão tremendo pra conhecer esses jogos. Nenhum deles tem cenas de nudez, nada de nudes! Apenas garotas com roupas curtas e poses provocantes.

sexy-blocks-gameloft 5 curiosidades (uma delas bem safadinha) sobre a Gameloft

Também foram publicados nessa época o jogo Sexy Blocks, que tinha a mesma ideia com relação às roupas das modelos, mas o game era no estilo Arkanoid . A Gameloft chegou a registrar a marca Sexy Bowling, mas não lançou games.

– O podcast bizarro e divertido da Gameloft

Gameloft-Podcast-Nº-21 5 curiosidades (uma delas bem safadinha) sobre a Gameloft

Entre 2009 e 2012, a Gameloft produziu uma série de vídeos no Youtube chamada Podcast. Era um período criativo onde a Gameloft produzia muitos títulos premium e com foco no consumidor pagante. Tudo isso antes da App Store e Google Play virarem esse mar de jogos gratuitos infinitos e cheios de compras embutidas.

Uma das atrações do programa era a dupla Josh Goldberg e Naomi Kyle. Sempre com piadinhas bizarras e um humor nonsense, a dupla apresentava os principais lançamentos da empresa. O episódio final com Josh e sua listinha de “fazer o que quiser” com o $$ dado pela Gameloft é um dos mais engraçados.

Naomi saiu da Gameloft em 2011 e Josh em 2012. Os Podcasts da Gameloft foram perdendo sua relevância a medida que a maioria dos consumidores preferia jogos freemium e a produtora encerrou a ideia em 2012 ainda.

E essas foram as curiosidades e bizarrices que temos por enquanto, lembra de mais alguma? Se você gosta de posts sobre a Gameloft ou jogos antigos, deixe uma sugestão.

Publicidade

Quer colaborar? Envie sua dica para o e-mail: dicas[arroba]mobilegamer.com.br.
Não se preocupe, não precisa ser um expert,basta ser apaixonado pelo assunto. Que assunto? Nossos amados jogos para celular.

  • Rafael Paluzzi

    A Gameloft podia fazer uma parceria com a Ubisoft e lançar um FarCry pra dispositivos móveis :v

  • daenerys targaryen

    Por isso os jogos da gameloft sao bugados, o cara é irmão da Ubisoft.

  • Muleque Sem Educação

    Sexy Blocks era coisa de outro mundo kkkkkkkkkkk