3 Coisas que Poderiam ser Melhores no Razer Phone

razer-phone-usp-01 3 Coisas que Poderiam ser Melhores no Razer Phone

Ontem (1), a Razer anunciou o seu primeiro smartphone, o Razer Phone. Com configurações de respeito, o aparelho chegará ao mercado ainda este mês (novembro) pelo preço de US$ 699, ou R$ 2.281 desconsiderando impostos. Confira as configurações do novo objeto de desejo dos gamers de celular.

Especificações:

  • Chipset: Snapdragon 835
  • Tela: 5,7 polegadas com resolução 2K LCD IGZO com taxa de atualização em 120Hz (!!!)
  • RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 64 GB + espaço para micro SD
  • SO: Android 7.1.1 (Oreo 8.0 no início de 2018)
  • Câmeras: sistema duplo traseiro de 2x 12 MP e frontal de 8 MP
  • Som: alto-falantes frontais Dolby Atmos e certificação THX, DAC de 24 Bit sem plugue para fones de ouvido
  • Corpo: carcaça em alumínio, sem proteção contra água e poeira
  • Dimensões e peso: 158 x 78 x 8 mm e 197 g
  • Biometria: leitor de digitais no botão home lateral

Para quem quer ver o aparelho em vídeo, e não apenas em render 3D, aqui está um vídeo do canal Mr.Mobile (em inglês).

Gostei das specs e do sensor de biometria na lateral (poderia ser pior, como atrás por exemplo). Também achei interessante o sistema de áudio e taxa de atualização da tela. Mas algumas coisas me decepcionaram.

Apelidado como smartphone gamer, o Razer Phone parece mais um smartphone para Gamers. Faltaram algumas coisas mais interessantes para o jogador hardcore, como por exemplo, controles físicos. Fizemos uma lista com 5 coisas que achamos que faltou no celular e que com certeza

 – Processador

Qualcomm-Snapdragon-845 3 Coisas que Poderiam ser Melhores no Razer Phone

O Razer Phone é bem potente. Ele vem com Snapdragon 835 e 8 GB de RAM. Parece absurdo, mas se você acompanha celulares chineses sabe que o OnePlus 5 possui uma versão com exatamente essas mesmas configurações –  e com um diferencial – ele possui tela com 1920×1080 pixels, que é ótimo para deixar a jogatina mais fluída.

Por conta disso, achamos que a Razer poderia anunciado o aparelho, e deixado o seu lançamento para mais tarde. Quando o Snapdragon 845 estivesse pronto. Seria um enorme diferencial que com certeza destacaria o smarpthone dentre os demais.

2 – Bateria

bateria-razer-phone-android 3 Coisas que Poderiam ser Melhores no Razer Phone

O “tanque” de 4.000 mAh pode parecer muito para quem usa smartphone apenas para Whatsapp, Facebook e outros trecos sociais. Mas esse deveria ser um smartphone gamer em todos os aspectos.  Quem é gamer sabe que esses 4.000 mAh vai “embora” rapidinho em uma sessão de jogatina com um jogo pesado de verdade.

O Razer Phone poderia ter 7.000 mAh. Com certeza adicionaria uma carga extra de peso, mas bateria é algo crítico nos smartphones da atualidade. Seria interessante ter um aparelho potente com uma bateria gigante e que aguentasse tanto um dia inteiro de uso com boas sessões de jogatina (nada de minutos, falo de horas jogando e não ter medo de ficar sem carga, como no Oukitel K10000 Pro).

3 – Controles físicos

xperia-play-2 3 Coisas que Poderiam ser Melhores no Razer Phone

Com certeza a ausência de controles físicos é a grande “falha” de qualquer smartphone que se diz “Gamer”. O feedback de botões e análogicos é algo essencial para a imersão do jogador. Algo que permite ele jogar sem se preocupar em estar tocando no local correto. Além disso, oferece ao jogador a possibilidade de ter memória muscular e ter reflexos melhores. Enfim, controles são essenciais.

Há anos que qualquer gamer de celular que se preze sonha com um aparelho atual com o design do Xperia Play (simplesmente perfeito).

Em uma época em que as fabricantes começam a apostar em “gimmick” como antigamente – basta olhar para o iPhone X “Calvo” e as telas curvas desnecessárias da Samsung – era uma boa hora da Razer apostar em algo do tipo. Nesse aspecto, o Motorola Z2 e Z Play é mais gamer que o novíssimo smartphone da Razer.

 

Mas mesmo com esses aspectos que poderiam ser melhores, o Razer Phone parece ser um ótimo aparelho. Mas infelizmente não vai ser vendido (por enquanto) no Brasil. E o preço dele com impostos fica muito acima de concorrentes como OnePlus 5 e Xiaomi Mi6.

Publicidade

5 thoughts on “3 Coisas que Poderiam ser Melhores no Razer Phone

  1. Realmente, pensei que seria um aparelho matador…
    Adreno 540 e snapdragon 835 já tem na praça há um bom tempo..
    De inovador, só a tela de 120htz, mesmo..
    Péssima escolha de bateria..
    Esperava mais da Razer.
    Quem sabe o recurso da tela, com os 8gb RAM, não deixe uma impressão bem melhor no desempenho.

  2. Tem um problema desses celulares que se dizem gamers estarem surgindo agora, eles estão vindo pra um mercado que pouco a pouco está se levando menos a sério. Se isso fosse a alguns anos atrás teria sido uma boa ideia, mas hoje em dia, que os jogos mais parecem mini games, e menos como jogos completos que agradariam os “gamers” mesmo, acho meio que desperdício, eu tinha esperança que o mercado fosse muda, que mais e mais jogos mais completos fossem surgir, mas parece que está havendo o processo contrario.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *