iPhone 8: fãs do Android enlouquecem com primeiros benchmarks

23 de setembro de 2017 . Atualizado 25/09/2017

iphone-8-iphone-8-plus iPhone 8: fãs do Android enlouquecem com primeiros benchmarks

Os primeiros testes de performance (benchmarks) de usuários que estão adquirindo o iPhone 8 começaram a aparecer. Isso têm deixado muitos fãs do Android irritados. O motivo? O novo iPhone 8 atropela a concorrência no processamento bruto de CPU. Tanto no GeekBench, Antutu e outros, o iPhone 8 surge como novo celular a ser batido… e com uma boa margem de folga.

“Ah mais quando sair o Snapdragon 845, ele vai ultrapassar o processador do iPhone 8 certo?” Errado! E é aí que a coisa complica. No dia 11 de setembro vazou um teste de GeekBench do 845 ele apenas passa o A9, ficando em empate técnico com o A10 e muito atrás do A11 Bionic.

A seguir, imagens de dor e sofrimento para quem odeia a Apple:

geekbench-galaxy-s8-vs-iphone-8 iPhone 8: fãs do Android enlouquecem com primeiros benchmarks

Na imagem acima. um teste do Geekbench mostra iPhone 8 registrando 4.266 no single-core contra 1.847 do Galaxy S8 (Snapdragon 835). Apenas isso seria impressionante não fosse o teste de Multi-thread, algo essencial para manipulação de vídeos em 4K, jogos e emuladores. no Multicore teste, o iPhone 8 registra mais de 10 mil ponto enquanto o Galaxy S8 mostra “apenas” 6 mil .

Nem precisa dizer que a internet foi à loucura com muita gente dando “rage” falando que Benchmark não serve para nada e outras “inverdades”.

Para deixar claro, a pontuação do S8 já é brutal, mas a do iPhone 8 é algo que ninguém esperava, principalmente no teste de Multi-thread.

Sobrou até para o famoso youtuber Marques Brownlee que postou um vídeo onde o iPhone marcava bem menos no GeekBench. Depois ele veio a público pedir desculpas por ter realizado o teste enquanto o iPhone ainda está se “auto-configurando”.

Esse tipo de descontentamento é normal, mas chegou a ser atípico nesta semana. É aquela lógica, quando é um chipset de celular Android que ultrapassa o do iPhone, muitos esbravejam na internet “chupa, Apple”. Como não é, falam que isso é inútil ou irrelevante. É claro que é relevante, oras! Isso se trata de poder computacional, e computação é uma ciência exata.

Calma que tem mais. O renomado site de review de hardware, Tom Guide fez diversos testes de performance com o iPhone 8 e ele ultrapassa até mesmo Macbooks Pro com Core i5.

O resultado dos testes é autoexplicativo. Confira!

benchmark-iphone-8-tom-guide-1 iPhone 8: fãs do Android enlouquecem com primeiros benchmarksbenchmark-iphone-8-tom-guide-3 iPhone 8: fãs do Android enlouquecem com primeiros benchmarks

benchmark-iphone-8-tom-guide-2 iPhone 8: fãs do Android enlouquecem com primeiros benchmarks

– Por que teste sintéticos (Benchmarks) são importantes

Antes que apareçam os “garotos juvenis” que dizem que esse tipo de teste não importa, vale lembrar que para os gamers de verdade, eles importam sim, e muito. Inútil para nós, são aqueles testes para ver se um celular abre apps bobos mais rapidamente que outro. Você não vai ver um PC Gamer abrindo calculadora e word para ver se abre mais rápido no Core i7 ou AMD Ryzen. né?

Você não vai ver um PC Gamer abrindo calculadora e Word para ver se abre mais rápido no Core i7 ou AMD Ryzen. 

Lembre-se que isso tipo de teste é apenas sobre processamento bruto. Algo essencial para jogos, emuladores, edição de vídeos e tarefas mais pesadas. Não é de nenhum modo, uma recomendação de compra para aparelho A ou B. Pois sempre haverá outros fatores a se considerar.

Sempre achei esse tipo de ódio pela Apple irracional e infantil. “Ah é algo que compram só para ostentar, logo odeio”, “Quem compra não vai utilizar tudo isso”. São alguns comentários que se vê por aí. Puro mimimi! Vale lembrar que esse tipo de competição é EXTREMAMENTE saudável. Graças a ela temos processadores cada vez mais potentes nos nossos celulares, e no caso do Android, é muito benéfico pois as fabricantes que utilizam da Google e costumam lançar smartphones com baterias melhores.

Fonte: TomGuide

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.