Análise: Modern Combat 5: Blackout (Android, iOS e Windows Phone)

27 de julho de 2014 . Atualizado 17/09/2015

Novo capítulo da franquia marca o abandono da experiência hardcore para favorecer a jogabilidade casual. Confira a análise.

Modern-combat-5-blackout-android-ios-windowsphone-3 Análise: Modern Combat 5: Blackout (Android, iOS e Windows Phone)

Modern Combat 5: Blackout é o quinto jogo da série para smartphones e o sexto no total. A franquia de jogos de tiro da Gameloft começou lá em 2009 com Modern Combat Sandstorm, e MC5: Blackout chegou essa semana para Android, iOS e Windows Phone (US$ 6,99) dividindo opiniões. Quem nunca jogou os jogos anteriores vai achar o game maravilhoso, mas gamers de longa data irão notar uma evolução menor em relação a Modern Combat 4: Zero Our.

– Excelente visual (se você tiver um excelente aparelho com iOS)

Não me levem a mal, a série Modern Combat sempre dava saltos gráficos de uma versão para outra. Mas em Modern Combat 5: Blackout ficou evidente que se você não tem um dispositivo top de linha com iOS, irá notar rapidamente que o jogo não é muito superior ao seu antecessor no quesito gráficos.

Rodar Modern Combat 5 em aparelhos medianos acentua essa percepção, já que, em vários momentos, Modern Combat 4 chega a ser mais bonito que o novo jogo. Durante a semana de seu lançamento, muito usuários com Android têm reclamado desse aspecto do jogo. Já quem tem iOS, não teve muito do que reclamar, já que o game está muito bonito, até mesmo no iPhone 4S.

Aparentemente, o desempenho do jogo, no Android, tem sido prejudicado pela variedade da plataforma do Google. Até mesmo em dispositivos conhecidos como o Nexus 5, o game apresenta travamentos que fecham o jogo imediatamente. No Android, vai levar um tempo até o jogo exigir toda a qualidade que Modern Combat 4 apresentou, principalmente para os veteranos de combate que irão comparar o jogo ao último update de MC4.

– Foco no Multiplayer, mas com poucos cenários

Vários aspectos determinam o foco deste quinto episódio no modo multiplayer. As missões no modo campanha ficaram menores e os pontos de experiência, armas e classe de soldados podem ser compartilhados entre ambos. Além disso, o modo campanha recebeu características de jogos casuais, como as clássicas “três estrelas”.

A novidade do modo multiplayer fica por conta das novas classes de soldados. Na realidade, elas são a personificação das “atualizações” que o jogador podia fazer em seu soldado em Modern Combat 4. Porém, o soldado agora tem aparência diferente e o jogador pode determinar apenas “de olho” quem é quem no multiplayer.

Modern-combat-5-blackout-android-ios-windowsphone-17 Análise: Modern Combat 5: Blackout (Android, iOS e Windows Phone)

As classes de soldados em Modern Combat 5 são: Assalto, Blindado, Recon ou Sniper. “Assalto” é a classe normal de soldado, bastante equilibrada, enquanto “Recon” é indicada para ações furtivas e uma das melhores no multoplayer. A classe “Blindado” é para uso de armas pesadas e o “Sniper” são os atiradores de elite, aqueles que usam rifles de longo alcance.

O modo multiplayer é dividido em cinco modos, são eles: “Livre para Todos”, “Captura de bandeira”, “Batalha de Esquadrão”, “Vip” e “Batalha de Equipe”.

Modern-combat-5-blackout-android-ios-windowsphone-1 Análise: Modern Combat 5: Blackout (Android, iOS e Windows Phone)

O modo “Livre para Todos” é o clássico deathmatch ou “mata-mata” onde é cada um por si. Já o modo “Vip”, ele nomeia um jogador para receber bônus a cada inimigo morto, entretanto, ele passa a ser o alvo do time inimigo, pois caso seja morto, dará muito pontos para o time adversário.

“Batalha de Esquadrão” é o novo modo multiplayer. Nele, você monta sua equipe, composta por amigos e parte para enfrentar outros esquadrões em batalhas exclusivas. Com isso, você joga apenas com seus amigos, evitando que qualquer pessoa “noob” entre no seu time.

“Capture a Bandeira” é autoexplicativo, é uma batalha em equipes onde você deve capturar a bandeira do adversário. O último modo é o mais indicado para os novatos. “Batalha de Equipe” é simples, ganha quem morrer menos.

Modern-combat-5-blackout-android-ios-windowsphone-13 Análise: Modern Combat 5: Blackout (Android, iOS e Windows Phone)

Mesmo com esse foco maior no modo multiplayer, é surpreendente como Modern Combat 5 tem poucos cenários para os combates. São só quatro deles, e olha que o jogo sofreu quase um ano de atraso.



Publicidade

O modo multiplayer é exatamente o que se espera dele. Rápido, divertido e com gente online direto. As partidas são rápidas, e os cenários, apensar de poucos, são muito grandes, o que possibilita que muita gente jogue ao mesmo tempo. Entretanto, partidas de um contra um ou dois contra dois, poderão ser um pouco chatas, pois você passará muito tempo procurando o adversário.

– Sem veículos e poucas armas novas

Outra coisa que ficou estranha em Modern Combat 5 foi a decisão de não utilizar veículos. A série, que sempre fora marcada por perseguições em carros, caminhões e até helicópteros, não ganhou a opção de controlar veículos no modo multiplayer. Curiosamente, jogos anteriores da Gameloft possuem esse fator, como é o caso de N.O.V.A 3 e Blitz Brigade.

O modo multiplayer, assim como singleplayer, possuem poucas armas. A maioria não exerce uma grande diferenciação, o que vai valer mais a pena é customizar a arma, adicionando novas miras, canos e etc.

Porém, o que causa maior estranheza nas armas de Modern Combat 5 é a ausência de recuo da arma. Isso deixou o jogo muito artificial. A mira não se altera depois de um tiro, nem mesmo se você utilizar uma arma de grosso calibre.

– Online 100% do tempo e sem compras embutidas

Modern-combat-5-blackout-android-ios-windowsphone-6 Análise: Modern Combat 5: Blackout (Android, iOS e Windows Phone)

Um dos recursos mais controversos do novo Modern Combat 5 é a exigência de internet. E ela não é exigida para login ou apenas em alguns instantes, ela é exigida a cada segundo que o jogo está rodando. Se você estiver jogando sobre o 3G/4G e o sinal variar, o jogo será interrompido imediatamente.

Muitos dizem que o motivo é combater a pirataria, mas em um jogo multiplayer online é muito fácil identificar os pirateiros. A impressão que fica, aliada as fases “casuais” é de que a Gameloft está preparando o terreno para tornar Modern Combat 5: Blackout um jogo free-to-play, assim como fez como Asphalt 8: Airborne.

Pelo menos, até lá, os jogadores poderão aproveitar o game sem precisar se preocupar com compras embutidas. Esse é um dos melhores aspectos do jogo. Não há nenhum tipo de compra, tudo que é adquirido em Modern Combat 5 exige pontos de experiência, que são adquiridos tanto no modo campanha como no multiplayer.

– Campanha e História “mais ou menos”

Você controla o soldado Phoenix, que trabalha para uma empresa de segurança, e em breve, ele descobrirá que seu chefe está envolvido com terroristas. A campanha em modo solo é interessante. A Gameloft adicionou novos elementos que deixaram o game com cara de “Call od Duty” como o despertar de Phoenix em um hospital no Japão.

Mas quem procura uma boa história, pode ser colocado em uma dessas duas situações, ou nunca jogou Modern Combat ou está procurando no lugar errado. O jogo é repleto de clichês, contando inclusive com uma Viúva Negra dos Vingadores, mas bem genérica.

Modern-combat-5-blackout-android-ios-windowsphone-15 Análise: Modern Combat 5: Blackout (Android, iOS e Windows Phone)

A campanha vai ser resumir no “pew pew pew” matando os vilões em missões sem nenhuma estratégia. É uma pena como um jogo que anteriormente era de guerra, cai para conflitos surreais sem nenhum nexo com a realidade. Não espere qualquer alusão ao mundo real ou conflitos reais, Modern Combat 5 pode ser traduzido como “Surreal Combat”.

– Jogabilidade e comandos

Por último vamos falar dos controles. Os comandos nesse Modern Combat estão um pouco estranhos. A faca que antes surgia rapidamente ao se aproximar de um inimigo, agora só surge se você praticamente se “esfregar” nele. A assistência de mira agora é quase inútil e o botão de correr foi suprimido no controle padrão.

Tudo isso, aliado a ausência de recuo da arma deixa a impressão de um jogo diferente, o que não é necessariamente algo positivo. No iPad, senti alguma dificuldade com os controles, principalmente ao tentar utilizar a câmera com o mesmo dedo que uso para controlar o soldado. Torando o jogo um pouco chato de ser jogado no iPad.

– Palavras finais

Modern Combat 5 parece um direcionamento lateral da série, ao invés de um passo adiante. Fica a impressão de que deu algo de errado no meio do desenvolvimento do jogo, já que o game ficou a cargo do estúdio Gameloft Budapest ao invés do estúdio Montreal, que havia desenvolvido o Modern Combat 4. O game tem ótima qualidade visual, mas no conjunto da obra, o que temos é um jogo diferente, não necessariamente melhor que o anterior.

O novo Modern Combat é um jogo sólido, mas possui muitos “contras” em relação ao seu principal concorrente, o jogo anterior. Isso derruba nossa avaliação sobre o Modern Combat 5: Blackout , um jogo que evolui pouco e impõe algumas coisas chatas para o jogador. Além de parecer preparar o terreno para um futuro release freemium.

Prós

  • Sem compras embutidas
  • Modo multiplayer viciante
  • Gráficos bacanas

Contras

  • Exige internet constantemente
  • Modo campanha perdeu o foco
  • Precisa baixar conteúdo adicional
  • Pouca evolução em relação ao anterior
  • Modo campanha virou “casual”

Nota 7/10

 

Ficha Técnica

Nome: Modern Combat 5: Blackout
Gênero: FPS
Plafaformas: Android 4.0 ou superior, iOS 7.0 ou superior e Windows Phone 8.0 ou superior
Preço: US$ 6,99 (em torno de R$ 15 reais)

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.