ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

28 de outubro de 2012 . Atualizado 10/01/2013

Chaos Rings II é um jogo desenvolvido pela Media Vision e distribuído pela Square Enix, ao contrário do que se pensa, esse jogo é na verdade o primeiro na ordem cronológica da série, sendo seguindo por Chaos Rings: Omega (análise) e em seguida por Chaos Rings (análise).

Até o momento o jogo possui somente uma versão para iOS (iPhone, iPod Touch e iPad), com áudio em Japonês e legendas em Inglês ou  Japonês.

História

Chaos Rings II narra a história de Darwin, um guerreiro que está destinado a salvar o mundo juntamente com um grupo de escolhidos, conhecidos como “Os Pilares”, e terão de enfrentar diversos desafios para que o mundo não seja destruído. Porém, Darwin não havia sido escolhido como Nominator (quem vai decidir o destino), mas sim, o seu grande amigo Orlando, que acaba tendo um rumo trágico e se transformando em um lobo.
Após tudo isso, Darwin e os seus “aliados” são transportados para uma mansão onde recebem suas devidas obrigações.

39 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

Batalha justa?

Depois disso, o homem misterioso diz que somente com os sacrifícios dos pilares é possível salvar o mundo de Destroyer, pois cada pilar destruído era uma maldição a menos, ou seja, quando todos os pilares estivessem mortos, o Nominator (Darwin) liberaria seu poder máximo, mas não era uma tarefa tão fácil quanto parecia, para fazer isso ele tinha que derrotar os 4 Cavaleiros do Apocalipse, e o Dragão Vermelho do Apocalipse, para assim poder pegar as “Recompensas”  que eram chamadas de Core (Núcleo), que destravavam os portais para os cavaleiros, a cada chefe derrotado, ele lhe oferecia um Core, exceto o Dragão Vermelho que concebia uma espécie de Coroa de espinhos, capaz de controlar os Core.

Os 4 Pilares tinham personalidades diferentes e jeitos de pensar totalmente diferentes cada um tinha o seu jeito mais fácil de lidar com a situação.

Durante a luta contra o Destroyer, ele percebem que os ataques estão sendo inúteis, pois o Destroyer está com o dom da imortalidade, vendo isso, Darwin vê que é impossível derrota-lo, mas um brilho no céu chama a atenção, algo que Darwin não esperava, capaz de ajuda-lo imensamente nessa terrível batalha. A partir desse momento, se dá início a batalha mais épica do jogo e um final surpreendente.

 

Personagens

– Darwin: Para que não haja spoilers, a única coisa que posso dizer é que Darwin é o protagonista do jogo.

9 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

Darwin, protagonista de “Chaos Rings II”

– Marie: Irmã de  Orlando, abalada pelo destino de seu irmão, vive se questionando do seu destino e suas obrigações.

111 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

Essa é a Marie

– Conor: É membro de uma das famílias mais ricas do reino, mas do dia para a noite, sua cidade é atacada e Conor que estava com sua mãe, é deixado para ser levado por um homem que conseguiu fugir da cidade. O comportamento de Conor é de uma criança mimada, isso irrita Araki, que diz que esta criança inútil não ajudaria em nada a salvar o mundo.

10 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

Esse é Conor

– Li Hua: É uma descendente de antigos Ninjas, assim como seus Pais, Li Hua tinha sido enviado em uma guerra para lutar por seu país (não há mais informações a respeito dela), Li Hua esta sempre disposta a ajudar Conor , pois ele é como se fosse seu filho, Li Hua como todos os pilares, enfrentam os cavaleiros.

25 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

Li Hua prestes a travar uma batalha

– Araki: Um antigo Samurai, que teve sua família assassinada por um grupo de Ninjas renegados, por isso Araki não se dá bem com Li Hua e discutem constantemente, em uma das Missões, Akari acaba discutindo com Darwin e tenta mata-lo, mas percebe que ele é o único capaz de derrotar o Destroyer e salvar o mundo, Araki se torna um ótimo companheiro.

14 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

Akari em uma conversa com Darwin

– Lessica: A única coisa que se sabe sobre Lessica é que ela possui um poder especial de cura, Lessica também pode ressuscitar os mortos, apesar de poderes extraordinários, Lessica pode não ser o que parece.

27 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

Lessica em uma conversa com Darwin

Os sacrifícios eram feito a cada 4 ou 5 missões, podem ser executados em qualquer ordem que isso não afetará no desenrolar da história, quando escolhido, deverá lutar até a morte, sendo que ao final, seu espirito poderá se transformar em um “aliado”, como Orlando no golpe “Gale Roar”.

24 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

Orlando em sua forma de Lobo – “Gale Roar”

Os 4 Cavaleiros



Publicidade

– Morte: o Cavaleiro com Magia mais poderosa, capaz de drenar 90% do seu HP e Mana.

– Guerra: Tem o poder de executar e copiar golpe de outros monstros e executa-los 10x mais poderosos.

-Peste: Relativamente fácil, com golpes aleatórios e somente um golpe crítico, capaz de drenar quase todo seu HP.

-Fome: Possui a habilidade de inutilizar as poções, dificultando o combate

– O conquistador:  “O Braço direito”, do Destroyer  tem o poder de cancelar ataque, defesa, cura e até magias. O mais difícil dessa categoria, sendo que durante o jogo, você irá confronta-lo duas vezes.

 

Gráficos

Ao contrário dos títulos anteriores, em “Chaos Rings II” temos um jogo com texturas mais definidas, cutscenes geradas em tempo real com o gráfico do jogo (nada de CG – Computação Gráfica) e cenários ricos em cores e criatividade. As imagens falam por si mesmas:

32 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

31 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

30 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

29 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

5 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

OBS: O Serrilhado se deve a baixa resolução do iPhone 3GS (480×320). Não foi detectado nenhum problema durante as jogatinas, nenhuma queda na taxa de quadros por segundo (“lags”) ou problemas do tipo.

 

Jogabilidade

Assim como os títulos anteriores, em “Chaos Rings II” um D-Pad virtual aparece quando se move o dedo na parte esquerda do visor, a jogabilidade é simples e bem dinâmica, direto ao ponto e sem complicação.

Quanto as características do jogo em si, durante as missões, poderão ser encontrados:

  • Baús: Contem itens que poderão ajudar no progresso das missões.
  • Portais: Capaz de teleportar o personagem até os chefes.
  • Boss/”Chefões”: Dispensa comentários.
36 ANÁLISE: Chaos Rings II (iPhone, iPod Touch e iPad)

Luta contra um Boss (ou “Chefão”, como preferir)

Som

 

Já característico da Série, com “Chaos Rings II” quando o assunto é dublagem e trilha sonora, não há do que reclamar, com uma trilha sonora épica e extremamente equilibrada com o clima do jogo e com as batalhas, o jogo empolga e a dublagem em Japonês é ótima, fãs de Anime não tem do que reclamar.

 

Conclusão

 

Com mais qualidades do que defeitos, “Chaos Rings II” prova que ainda é possível vermos RPG’s em turno de qualidade, e o que mais surpreende é que isso está em um celular/tablet, com uma história extremamente envolvente e épica, dublagem e trilha sonora excepcional, jogabilidade clássica e simples e gráficos agradáveis, é um RPG de fazer inveja até mesmo aos Consoles.

“Uma experiência imperdível para os fãs de RPG!”

Pontos Positivos:

  • Fim dos Puzzles repetitivos
  • História épica e envolvente
  • Dublagem e Trilha Sonora excepcionais
  • Jogabilidade aperfeiçoada em relação aos títulos anteriores
  • Poderes e habilidade melhorados
  • Habilidade de evocar
  • Modo “Awake”
Pontos Negativos:
  • Ainda ficam alguns buracos na história
  • Equipamentos demoram mais para ficarem disponíveis em lojas
  • Alguns Bug’s, como após matar um Boss, o jogo “travar” (não sai do lugar)

NOTA FINAL: 9

 

 

 

Galeria de Imagens:

OSB: Abra as imagens em nova guia/janela.

 

 

 

Download do Jogo:

 

Chaos Rings II (Media Vision/Square Enix)
Tamanho: 784 MB para Download / 950 MB instalado no dispositivo.
Requisitos: iPhone 3GS/iPod Touch 3ª Geração ou superior.
Versão do iOS: 4.0 ou superior.
Áudio em Japonês – legendas em Inglês ou Japonês
Preço: US$ 17,99 (iPhone e iPod Touch) | US$ 19,99 (versão para iPad – HD)

Publicidade

Quer colaborar? Envie sua dica para o e-mail: dicas[arroba]mobilegamer.com.br. Não se preocupe, não precisa ser um expert,basta ser apaixonado pelo assunto. Que assunto? Nossos amados jogos para celular.

  • Matheus

    Ta ai um tipo de jogo que eu sinto falta no android, os RPGs, pelo menos tem emulador de ps1 pra jogar um os consoles com os melhores RPGs da história.

  • Um dos melhores do ano da square,achei um pouco cansativo no começo (muito bla bla bla e pouca ação)mais quando a historia increna ele mostra a que veio.