Ouya – Mais informações a respeito do Console com base no sistema operacional Android

10 de julho de 2012 . Atualizado 21/10/2012

Em um mercado onde o foco é a espera pelos novos consoles das gigantes Sony e Microsoft que ainda estão para serem revelados para baterem de frente com a rival Nintendo e seu futuro lançamento, o Wii U, eis que surge um novo console para entrar nesse mercado, chamado de ‘Ouya’, o projeto ousado busca ser um aparelho com sistema operacional Android com Hardware potente e de baixo custo.

Console-com-sistema-operacional-Android-busca-ser-barato-e-potente-ao-mesmo-tempo Ouya - Mais informações a respeito do Console com base no sistema operacional Android

Console com sistema operacional Android busca ser barato e potente ao mesmo tempo

Apesar de que, pode não ser um Console para bater de frente com grandes consoles já consagrados no mercado, como PlayStation ou Xbox por exemplo, o ‘Ouya’ vem equipado com um Hardware que pode ser considerado ‘Top de Linha’ entre os aparelhos com sistema operacional Android, entre as especificações do futuro console, estão:

  • Processador NVidia Tegra 3 Quad-Core
  • 1 GB de Memória RAM
  • Capacidade de armazenamento de 8 GB
  • Capaz de reproduzir imagens em resolução Full HD (1920 x 1080 pixels)
  • Conexão com a TV através de uma porta HDMI
  • Portas USB 2.0
  • Adaptador Wi-Fi 802.11 b/g/n
  • Joystick padrão (similar ao do Xbox 360) com um touchpad integrado
  • Conexão Bluetooth 4.0

O lançamento do Console está marcado para Março de 2013 e já começou a pré-venda através do Kickstarter que também está aceitando doações para o projeto, sendo que quem colaborar com doações, terá direito antecipado a rede online do console, concorrer à convites para a festa de lançamento do Console ou até mesmo conhecer a equipe de desenvolvimento, tudo de acordo com a doação.

Apesar do console utilizar o mais recente sistema operacional do Google disponível no mercado, nesse caso, o Android 4.0, a desenvolvedora do projeto afirma que o Sistema Operacional é somente a base para o console, e que mesmo alguns jogos que já estejam disponíveis para Android estarão no ‘Ouya’, destaque para os jogos da MadFinger Games (Samurai II, Shadowgun e Dead Trigger) que já contam com versões especiais e adaptadas para o Ouya em desenvolvimento. Ou seja, o Ouya será encarado pelos desenvolvedores como um novo console disponível no mercado e somente sua programação será em base no sistema operacional Android, uma vez que ele é um console, e não um Smartphone ou Tablet com tal sistema operacional.

Além disso, o Ouya, assim como todo console, terá um Joystick, em um formato anatômico padrão com dois manches analógicos, botões direcionais, botões de ação e um touchpad no centro do controle para que os jogadores possam ter uma imersão maior no jogo.

Uma novidade que destaca o Ouya dos demais consoles é de a produtora além de distribuir os pacotes de desenvolvimento para as produtoras de jogos, ela exige que TODOS os jogos disponíveis para o Console possuam elementos gratuitos, sejam eles uma versão de demonstração do jogo ou um jogo grátis com compras “in-app” (freemium).

A meta esperada para transformar o projeto em realidade era arrecadar US$ 950.000,00 em doações, e em apenas 8 horas, foram arrecadados US$ 1,1 milhão e ainda faltam 29 dias para encerrar as doações. O projeto já conta com mais de 8 mil colaboradores e a desenvolvedora afirmou que TODOS que comprarem o console, receberão juntamente o kit de desenvolvimento incluso para que o jogador possa fazer seus próprios jogos para o console.

‘Ouya’ é um projeto ambicioso, atraente, inovador… e barato! Com um preço estimado de US$ 99,00 no lançamento, o console já conta com o apoio de Jordan Mechner (criador da saga Prince of Persia) e Jenova Chen (Editor chefe da ThatGameCompany) e com o foco em ser um console com base em “free-to-play” e apoiar qualquer jogador a desenvolver para o console, ‘Ouya’ pode ter um grande potencial no mercado.

Publicidade

Quer colaborar? Envie sua dica para o e-mail: dicas[arroba]mobilegamer.com.br. Não se preocupe, não precisa ser um expert,basta ser apaixonado pelo assunto. Que assunto? Nossos amados jogos para celular.

  • Dario Coutinho

    Muito Show!

    Se tem jogos que farão uma boa diferença serão os da Gameloft, espero que ela ingresse rapidamente nessa ideia.

    • Concordo!

      E com tanta variedade no mercado, agora se os desenvolvedores encararem realmente ele como um CONSOLE, será muito bom, por que será um padrão para desenvolver os jogos, talvez até jogos que seriam “impossível” sem um controle física (joystick)

      Tenho muita expectativa sobre o projeto! E o melhor de tudo, já que ele será “hackeável” (aberto para QUALQUER UM ALTERA-LO) vai chover emuladores, temas e mods, com certeza!

      E ainda com conteúdo “free-to-play” e jogos na faixa de 10 dólares? É bom d+