Review: Six-Guns (iPhone e iPad)

19 de dezembro de 2011 . Atualizado 09/01/2013

six-gun-inner-icon_300x220 Review: Six-Guns (iPhone e iPad)Nunca mais em quanto vida tiver, ouse comparar Six-Guns a Red Dead Redemption… ok? Se existem semelhanças na proposta dos jogos, o que é entregue ao “cliente” é totalmente diferente do que é entregue em RDR.

Gameloft jogou por terra qualquer possibilidade de ter um super-hit (como foi anunciado de que seria) nas mãos. Por um lado, até entendo a missão complicada que seria recriar toda a atmosfera e excelente gameplay de RDR nos smartphones e tablets. Mas independente disso, é preciso entregar os jogadores/consumidores (pelo menos) algum motivo que os façam querer jogar e até mesmo gastar uma graninha com esse Freemium. Porém, em um jogo sem história, com objetivos rasos, controle travados, alguns bugs, itens absurdamente caros, dificilmente o jogador ficará tentado a continuar jogando. É o que acontece com Six-Guns.

O que o velho-oeste tem de melhor? Sua rica cultura e história, tudo isso é muito bem aproveitado em RDR e descartado como lixo em Six-Guns, e como tal o jogo mostra sua verdadeira face depois da primeira meia-hora de jogo. Um jogo mediocre e sanguessuga louquinho por alguns dólares.

Como dito nesse post, um dos “defeitos” de Six-Guns é ser absurdamente caro. O jogo é grátis para baixar, mas qualquer compra de $1,99 até $4,99 não terá grande impacto sobre a evolução do jogo, para realmente progredir, você terá que gastar em torno de $49,99 o que é um pouco demais. E tudo isso para que? Lembre-se não existe objetivo ou história.

Exagero Review: Six-Guns (iPhone e iPad)

O game possui umas poucas missões de combate muito repetitivas, corridas de cavalo que são legais se não tivessem alguns bugs (experimente correr até seus adversários sumirem no mini-mapa). A única boa ideia aproveitada são as sidequests com os personagens dos vilarejos e busca de itens, que oferecem um real desafio de exploração sem exigir do seu bolso.

Em sua versão para iPad o jogo parece um pouco estranho, principalmente quando montamos em um cavalo, ou estamos em uma “dungeon”, não é raro os momentos quando a câmera fica maluca ou cavalo trava em alguma coisa.

Todas essas reclamações pode parecer que estou furioso com o game. Na verdade não estou, É um joguinho legal do velho oeste, o problema é como ele foi repassado para nós, pois eu (e muita gente) acreditou que seria um grande aventura no velho oeste. Por fim, baixe, jogue por uma semana depois jogue fora, igual aquele ditado do velho-oeste: “o que vem fácil, vai fácil!”

A pergunta final é: vale a pena investir dinheiro real em Six-Guns? Não! Six-Guns é uma coletânea de mini-games que, se você esquecer por um minuto sua “inspiração” pode até passar como uma aventura aceitável, mas que falha em manter o jogador preso ao um objetivo que não existe.

+Prós

  • Gráficos
  • Efeitos sonoros
  • gratuito

-Contras

  • Gratuito (what?)
  • Itens caros
  • Repetitivo
  • Sem diálogos
  • Sem história
  • Grande potencial desperdiçado

Nota 5/10

 

Nome: Six-Guns
Produtora: Gameloft
Plataforma: iPhone, iPod Touch, iPad (Android em breve)
Gênero: Ação
Versão: 1.0 (versão testada em um iPod Touch 4G e em um iPad 2 )
Lançamento: dezembro de 2011

Bonus

foto Review: Six-Guns (iPhone e iPad)
Master of obvious… é claro que morrer faz mal a saúde!

foto%25281%2529 Review: Six-Guns (iPhone e iPad)
Típica “semunda” Sem cara mas boa de bunda!

foto%25282%2529 Review: Six-Guns (iPhone e iPad)
Matei o corvo, mas ele esqueceu de cair 😛

foto%25283%2529 Review: Six-Guns (iPhone e iPad)
Sem aquela piadinha da picada naquele lugar :/

foto%25284%2529 Review: Six-Guns (iPhone e iPad)
Apesar dos defeitos na jogabilidade e evolução, os gráficos tem seus “momentos”

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.