Review: Spy Mouse (iPhone e iPad)

10 de setembro de 2011 . Atualizado 10/09/2011
spyMouse_edm.1 Review: Spy Mouse (iPhone e iPad)Jogo legal, mas nem tanto

É provável que muitos hipsters venham a eleger imediatamente Spy Mouse como o melhor jogo para iPhone e iPad desse ano, afinal o jogo está em primeiro lugar na App Store americana. Mas como nosso objetivo com os reviews é passar para o leitor a nossa experiência de testar o jogo, mostraremos os pontos fortes e fraco deste jogo que teve muito hype e resultado aquém do esperado. É bem verdade que não sou muito fã (ainda) de jogos no estilo “draw games”, embora tenha jogado Draw Race 2 muito esses dias.


Spy Mouse teve um markting muito bom, seguido de uma apresentação excelente. Quando digo apresentação, falo da percepção inicial que temos a0 jogar este game. Tudo está no devido lugar e funciona muito bem. O jogo é muito bonito na Retina Display, a trilha sonora é sensacional e merece a menção do artista que a compôs. A jogabilidade é simples e descomplicada, aliada a comandos mais simples ainda. Tudo o que deve-se fazer é guiar nosso amigo roedor em direção aos queijos e não em direção a boca dos gatos. Um fator diferencial é que o jogo é bem mais interessante (e gostoso de jogar) na grande tela do iPad.

Para quem acha a proposta do jogo inovadora, com certeza não deve ter jogado “Creatures & Castles” (iOS) . Troque o queijo pelos tesouros e os gatos pelos soldados e temos um jogo bem parecido. Claro, o acabamento e fino trato que a Firemint deu a Spy Mouse merece ser mencionado (novamente).

O “estilão” meio James Bond a qual a trama é inspirada, ajuda a manter o carisma pelo jogo já que o gameplay na minha opinião se mostrou um pouco monótono. Os desafios propostos não te deixam impelido a querer fazer um “score perfeito”, o que é bem difícil por sinal. Já, se você quiser apenas ir jogando e apesar passar das fases, o jogo se revela descompromissado e fácil.

Agora vamos a um assunto “sério” nesse jogo, duas letrinhas: EA. Este é o primeiro jogo da Firemint depois da aquisição e os efeitos já podem serem sentidos. Nada de GameCenter e não adianta chorar, ao que parece, todo jogo da EA de agora em diante não terá suporte a rede social de jogos oficial do iPhone. Espero que a Origin se popularize logo também, pois se você jogar com o wifi ligado, é comum ficar recebendo vários avisos para se registrar na rede.

Começo monótono, mas melhora depois

Citei muitos fatores negativos, eu sei, mas a verdade é que após o 3º “mundo” o jogo fica bom e os desafios ficam bem interessantes. Assim como os Chefes de “mundos”. Porém a parte inicial mais prejudica do que ajuda. É um jogo acima da média, bem produzido, inspirado, com muito charme e arte envolvida. Mas que graças a influência (possivelmente) da EA tenha tido minado partes interessantes do seu projeto inicial.

+Prós

  • Linda apresentação e arte
  • Trilha sonora perfeita e excepcional
  • Conceito não original, mas muito bem executado
  • Muito melhor jogar no iPad

-Contras

  • Gameplay muito extenso e monótono em várias ocasiões
  • Presença da EA no projeto
  • Desafios iniciais não te deixam preso ao jogo (fator diversão fraco)
  • Muito melhor jogar no iPad (o que é ruim para quem não tem)

Nota%2525208%252520LOGO Review: Spy Mouse (iPhone e iPad)

Nome: Spy Mouse
Produtora: EA/Firemint
Plataforma: iPhone, iPod Touch e iPad
Gênero: Puzzle / stealth game
Versão: 1.0.2 (versão testada em um iPod Touch 4G)
Lançamento: Setembro de 2011


Link para Download na App Store (Argentina)

Link para Download na App Store (EUA)

Publicidade

Mestre na arte oculta dos joguinhos de bolso. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer.