Review: N.O.V.A (iPhone, Android)

6 de agosto de 2011 . Atualizado 06/08/2011
body_bg2 Review: N.O.V.A (iPhone, Android)

Lançado em 2010, Near Orbit Vanguard Alliance (N.O.V.A), foi taxado por diversos sites como um clone de HALO para iPhone (primeira plataforma para qual o game foi lançado). Sendo sincero, acredito que esse é o jogo da Gameloft que menos “copia” qualquer outro para console ou PC em especial, justamente, por se assemelhar a todos os FPS futuristas já lançados. Em sua essência N.O.V.A me lembrou os primeiros shooters 3D para PC e isso, para mim, foi um sinônimo de nostalgia misturada com muita diversão.

História

Como a Terra não é mais capaz de sustentar a vida, satélites artificiais chamados orbitais próximos (near-orbit) foram construídos para as pessoas para viverem. A humanidade começa agora uma campanha agressiva de colonização através da galáxia em uma luta para sobreviver. Para se protegerem, os “orbitais”, como são denominados os habitantes do espaço, se uniram para formar N.O.V.A, Near Orbital Vanguard Alliance .

Agora, uma estranha ameaça surgiu a partir da escuridão do espaço. Um navio Marine, dado como desaparecido há apenas uma semana, de repente reapareceu em rota de colisão com uma das colônias dos orbitais, ignorando todas as comunicações.

Contra a sua vontade, o heroi aposentado Kal Wardin é obrigado a retornar ao serviço ativo pela N.O.V.A para se infiltrar no navio. Mas nem Kal, nem N.O.V.A. poderia ter antecipado a escala completa da ameaça que estaria escondendo a bordo, e até onde Kal teria que ir para evitar o extermínio da humanidade.

O começo da aventura do capitão Kal Wardin parece meio clichê. Em um futuro próximo, a Terra está sobre ataque de uma raça alienígena chamada Xenos. Para este trabalho chamam o “melhor homem”, tudo no melhor estilo “Rambo”. A impressão do enredo e da atuação do dublador de Wardin não são muito boas, porém, no princípio, o que prende são os gráficos e a jogabilidade fluída e doce como mel. Sem dúvida, N.O.V.A possui um dos melhores controles e conjunto de comandos em telas sensíveis ao toque. Capitão Wardin e sua unidade utilizam roupa especial capaz de recuperar sua energia, fator esse, que deixa o gameplay desse jogo bem dinâmico e muito divertido.

IMG_0624 Review: N.O.V.A (iPhone, Android)

Apresentando gráficos em alta definição e rodando incrivelmente suave em diversos modelos de smartphones, seria muito estranho se este game não fizesse sucesso.

N.O.V.A possui 12 fases de muita ação (tutorial para mim não conta!). Apesar dos inimigos um pouco repetitivos e dos poucos chefões (apenas 2) é no conjunto e acabamento que o jogo convence. Uma das sacadas do game, na minha opinião, são os puzzles para abrir caixas com munição e itens.

IMG_0636 Review: N.O.V.A (iPhone, Android)

Me senti dentro do mundo de TRON

A trilha sonora do jogo é um marco nos jogos de celular. Muito marcante e impactante, as músicas dão o tom de que estamos em uma aventura futurista ala TRON (a fase Enlightment deixa esta impressão). Também não posso deixar de comentar os estágios “Falling Into Paradise” 1 e 2, um excelente trabalho de gamedesign e modelagem 3D, simples e bonitas.

Finalizei o game em todos os modos e pude perceber que a dificuldade em si não muda. A única diferença percebível foi à demora para a barra de energia se regenerar. Um aviso a quem pretende fazer “speed runs” – cuidado para não deixar algum inimigo para trás – pois, em alguns momentos só é possível continuar, após matar todos os monstros.

O modo Multiplayer Online e Offline foi uma grata surpresa na época e caso não tivesse a limitação para só 4 oponentes, esse game seria um sério concorrente da sua sequência (N.O.V.A 2, revisarei em breve). Ainda é muito divertido jogar seu modo multiplayer online. A energia não se regenera como no modo campanha, mas contrapartida, não existe limitação de tempo para as disputas, as pessoas podem entrar e sair da arena numa boa. E o melhor: sempre tem gente jogando. O modo multiplayer ainda conta com itens extras como um que aumenta o life e outro que aumenta o dano causado pelas armas. Surpreendi-me com a baixa exigência de velocidade de conexão do modo online, testei em uma conexão de apenas 300kbps e não apresentou lag.

Como nem tudo são flores, no modo campanha, a Inteligência Artificial dos inimigos é muito estúpida, a ponto dos inimigos “fugirem” de você pensando que você está em outro lugar. Fora isso, este é um dos melhores trabalhos da Gameloft, pois o acabamento do jogo é muito bom e percebe-se o qual esmerilhado ele é (se comparado aos jogos mais recentes da empresa).

+Prós

  • Gráficos espetaculares
  • Gameplay sensacional e viciante
  • Timing do modo campanha perfeito

-Contras

  • Modo multiplayer online para apenas 4 jogadores

Nota: 9.0

Nome: Near Orbit Vanguard Alliance (N.O.V.A)

Produtora: Gameloft

Plataforma: iPhone, iPod Touch, iPad, Android OS e PSP

Gênero: FPS

Versão: 1.4.7 (versão testada em um iPod Touch 4G)

Lançamento: Dezembro de 2009

Bonus

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.