Nova Atualização do Free Fire vai deixar o jogo pesado?

O novo mapa no deserto pode ser o fim da leveza de Free Fire. Chegou a hora da Garena pensar em um Free Fire Lite?

Free Fire se consagrou como uma alternativa “leve” ao PUBG Mobile. Amplamente compatível com diversos celulares Android, o jogo da Garena agora talvez enfrente sua primeira ruptura. Com o novo mapa, talvez seja o fim da compatibilidade em muitos dispositivos com 1 GB e até 1.5 GB de RAM.

Recentemente, foi anunciado um novo mapa para Free Fire. Kalahari será um mapa amplo, o maior do jogo até momento.

Free Fire já enfrentava problemas de compatibilidade com celulares antigos, apresentando travamentos até mesmo em alguns modelos de celulares básicos recentes. As novidades da próxima atualização são muito bacanas, mas podem deixar o jogo incompatível com alguns celulares antigos.

free-fire-pesado Nova Atualização do Free Fire vai deixar o jogo pesado?
Free Fire pode deixar de ser um jogo leve em breve.

– Entendendo o contexto

Antes de Free Fire se tornar um game “viral” que é hoje, é preciso entender como o jogo chegou a todo esse sucesso.

Free Fire sempre foi a primeira alternativa ao PUBG Mobile. Vale lembrar que o jogo da Garena foi lançado na Google Play antes do game da Tencent.

Quando PUBG Mobile foi lançado globalmente, em março de 2018, muitos jogadores sequer sabiam disso, pois jogos incompatíveis não aparecem em dispositivos que incompatíveis com esses jogos (desculpe a repetição, mas só assim para muita gente entender).

free-fire-apk-android Nova Atualização do Free Fire vai deixar o jogo pesado?
Primeira versão de Free Fire, ainda em vietnamita.

Quem possuía um smartphone “fraco”, quando ia na Play Store procurar por PUBG Mobile, encontrava apenas o Free Fire. Já que muitos aparelhos também não rodavam outros Battle Royales que já faziam sucesso, como Rules of Survival.

Lembre-se, Free Fire ficou popular justamente por ser leve, e compatível com literalmente qualquer celular Android.

Havia uma grande expectativa com relação ao PUBG Mobile. Expectativa essa que foi um “banho de água fria” para quem possuía um smartphone intermediário ou fraco. O game era “tão incompatível” com a grande maioria smartphones dos jogadores brasileiros, que gerou até o meme “Free Fire é melhor que PUBG”.

Na época em que foi lançado, PUBG Mobile já era um jogo “pesado”. Eram 700 MB para baixar, que viraram mais de 1.2 GB depois de instalado. Hoje, o game da Tencent passa fácil de 2 GB.

Free Fire era o único compatível até mesmo com o primeiro Moto G (2013) de 8 GB de espaço interno. Quando foi lançado, o game da 111dots pesa apenas 56 MB (ainda é possível achar o APK de 43 MB também).

free-fire-by-111dots-studio Nova Atualização do Free Fire vai deixar o jogo pesado?
Primeira versão de Free Fire, ainda em vietnamita pesava apenas 56 MB.

– Free Fire não é mais um jogo “leve” como deveria ser

Mas Free Fire ainda é um jogo leve né? Não é exatamente assim.

Atualmente quem possui smartphones muito antigos – geralmente crianças que herdam os celulares dos pais – com 1 GB ou 1.5 GB de RAM já estão enfrentando dificuldade para rodar o jogo.

O APK de instalação do Free Fire já passa dos 400 MB e depois de instalado com o pacote de skins e gráficos HD, o game passa de 1.1 GB.

free-fire-tamanho-s4-pocophone-f1-1024x910 Nova Atualização do Free Fire vai deixar o jogo pesado?
Tanto em celulares antigos (Galaxy S4) como em novos (Pocophone F1) Free Fire passa dos 1 giga atualmente.

O novo mapa, pode deixar o game ainda mais pesado, podendo chegar a 1.2 GB ou mais. Tudo vai depender se a Garena dará a opção ao jogador de baixar o mapa ou não. Como acontece em PUBG Mobile.

– Free Fire Lite?

Parece que finalmente chegou a hora da Garena pensar em uma versão leve de Free Fire Lite. Apesar de aparecer como compatível, o game mais popular no Brasil atualmente já não roda em boa parte dos celulares mais antigos como Moto G, Galaxy Y e etc.

Contudo eu acho difícil a Garena querer dividir a sua audiência assim. Quem possui smartphone muito antigo (2013 ou 2014), deve pensar imediatamente em mudar de aparelho se quiser aproveitar todos os recursos do game.

E você, o que acha? Seu smartphone “trava” em algum jogo? Qual?

Publicidade