Gameloft: novo relatório revela planos para “jogos pagos e offline”

A Gameloft está sem apresentar nenhum novo jogo há vários meses. Contudo, a gigante dos games de celulares vai “muito bem obrigado”.  É o que aponta o relatório que a Vivendi apresentou no Bussiness Wire.

Com 1,5 milhão de downloads por dia (em todas as plataformas) durante o primeiro trimestre de 2019, a Gameloft é uma das principais produtoras de jogos para celular do mundo.

Gameloft-logo Gameloft: novo relatório revela planos para "jogos pagos e offline"

Para o primeiro trimestre de 2019, as receitas da Gameloft totalizaram € 68 milhões, algo em torno de R$ 300 milhões de reais, uma queda de 7,0% em relação ao final do ano), dos quais 72% foram realizados em plataformas OTT (Apple, Google, Microsoft, etc.).

66% das receitas da Gameloft foram geradas a partir de suas próprias franquias de jogos. Muitos considerados “pequenos” da empresa tiveram uma ótima sobrevida como Iron Blade que está com uma boa média de downloads constantes.

A Gameloft se beneficiou do sólido catálogo, incluindo os jogos mais baixados  como Dragon Mania Legends, Disney Magic Kingdoms, Asphalt 9: Legends, March of Empires e Asphalt 8: Airborne.

– Gameloft fará parte do Apple Arcade

No primeiro trimestre de 2019, a Gameloft lançou com sucesso o Modern Combat Blackout, seu primeiro jogo para Nintendo Switch.  A Gameloft também fará parte, juntamente com outras editoras renomadas, do serviço de jogos baseado em assinatura Apple Arcade revelado pela Apple em 25 de março de 2019.

Será que veremos versões “pagas e offline” e jogos freemium da empresa? Vale lembrar que no Apple Arcade é proibido jogos com compras embutidas e online.

Fonte: BusinessWire

Leia também:

Publicidade