Toom Blast fatura US$ 200 milhões no seu primeiro ano

8 de setembro de 2018 . Atualizado 08/09/2018

toom-blast Toom Blast fatura US$ 200 milhões no seu primeiro ano

Olha o poder da Fofura! Toom Blast, jogo casual de puzzle com personagens de desenho animado é um sucesso na Google Play e App Store. De acordo com o Sensor Tower, o jogo arrecadou em seu primeiro ano mais de US$ 200 milhões de dólares (em torno de R$ 600 milhões de reais na cotação atual).

Toon Blast encontrou o maior sucesso nos EUA, onde performou 60% do total de gastos dos jogadores, totalizando US$ 120 milhões. Os proprietários de iOS compõem a maior parte da receita, contribuindo com 62% do gasto total.

Fofura e Markting!

Toon Blast teve sua visibilidade turbinada por uma campanha de marketing com o ator de Deadpool, Ryan Reynolds. A série de anúncios envolveu a criação de uma variedade de scripts e videoclipes projetados para segmentar dados demográficos específicos, e que são rapidamente iterados com base no desempenho.

A Peak Games conseguiu priorizar o seu trabalho em Toom Blast, em parte, graças à venda do seu portfólio de jogos de cartas casuais para a Zynga, por uns bons US$ 100 milhões. Outro belo exemplo de como ter sucesso “fora da curva”.

Fonte: PocketGamer.Biz

Link do jogo na Google Play

Link do jogo na App Store

Desenvolvedora: Peak Games
Publicidade: Sim | Jogo Offline
Contém compras embutidas: Sim
Requer Android 4.0 / iOS 9.0
Idioma: Português |  Tamanho: 256 MB

Publicidade

Quer colaborar? Envie sua dica para o e-mail: dicas[arroba]mobilegamer.com.br. Não se preocupe, não precisa ser um expert,basta ser apaixonado pelo assunto. Que assunto? Nossos amados jogos para celular.

3 Comments

  1. Onde está escrito “Fonte” deveria estar escrito “copiado de”. O texto fica tão pobre quando é só uma cópia (com algumas poucas modificações) e ainda com uma tradução que usa palavras que não existem no nosso idioma e até podem prejudicar a compreensão do texto. Eu acompanho esse site há bastante tempo pelo aplicativo. Leio quase tudo que postam e por isso sei que o português nunca foi o forte de vcs, mas acredito que vocês podem fazer muito melhor do que uma cópia zoada como essa. Tragam as notícias com originalidade. Criem um jeito de se comunicar com os leitores, uma identidade pro site.

    • Então você não acessa o mesmo site que eu, porque a grande qualidade dele pra mim é justamente a opinião pessoal com grande embassamento que eles dão.

      • Você leu a fonte deles? Eu li nessa postagem porque tá mt na cara que foi uma cópia mal traduzida e com pequenas alterações aqui e acolá. Quando alguém usa o verbo “performar”, que não existe no nosso idioma, eu já desconfio de tradução mal feita. Nesse caso, só haveria necessidade de usar esse verbo se fosse mesmo uma tradução total, ou seja, cópia. Se eles tivessem lido o texto original e recontado do jeito deles, sem traduzir, sem copiar, duvido mt que este verbo teria aparecido.

        É claro que o problema aqui não é o uso desse verbo. Eles poderiam até adotá-lo como um neologismo. O problema é a cópia, o plágio. Será que o site apontado como fonte autorizou essa cópia? Será que foi consultado? São perguntas que eu me faço vendo um texto como esse que é inteiramente cópia. E, neste caso, a “opinião pessoal com grande embasamento” não é da galera do MG, é do Pocket Gamer. Percebe a diferença e o problema?

        Eu sei que o site não é feito somente de notícias. Tem muitas postagens (acredito que a maioria) em que eles passam a opinião deles sobre os jogos, às vezes até rola um review (coisa que eu gostaria de ver mais vezes). Nesses textos o que mais pesa, como ponto negativo, é o mau uso do português e, mais ainda, um caráter lacônico dos textos. Eu os sinto ou vagos ou inacabados ou ambas as coisas. São como textos espontâneos que terminam simplesmente porque o autor ficou sem ideias. Parece que ele não planejou um fechamento para o texto, daí ele acaba “do nada”.

        Ainda assim, depois desse comentário longo, eu volto a dizer que gosto do site e o acompanho há bastante tempo. Gosto muito do conteúdo, mas não gosto tanto da forma, dos textos em si, e tenho certeza que isso pode ser melhorado, por isso deixei o comentário criticando a cópia que fizeram do texto do Pocket Gamer.

Leave A Comment