Análise: HearthStone não é um simples card game, é um dos melhores jogos para tablets

10 de Abril de 2014 . Atualizado 08/11/2014

Hearthstone-iOS-Android-1 Análise: HearthStone não é um simples card game, é um dos melhores jogos para tablets

Hearthstone: Heroes of Warcraft é o card game lançado recentemente para PC e com versões previstas para Android e iOS. A versão testada no iPad surpreendeu pela qualidade, tanto visual como na jogabilidade. O game é praticamente o mesmo do PC. Ao que parece Hearthstone: Heroes of Warcraft estará disponível apenas para tablets, mas provavelmente terá versões também para smartphones com telas fullHD.

Desde quando foi lançado para PC na forma de uma versão de testes BETA, Hearthstone: Heroes of Warcraft impressionou os jogadores e a crítica pela qualidade. Para nós brasileiros, o choque foi maior devido a qualidade da dublagem em português, algo pouco visto, principalmente em jogos para tablets. É a primeira vez que jogamos um card game onde os cards parecem realmente vivos e até dialogam com o jogador.

As vozes da dublagem já são conhecidas de outros jogos da blizzard, mas não custa destacar vozes de: Teresa Cristina, Júlio Chaves, Mauro Ramos, Julio Cezar e muitos outros. O estupendo trabalho na dublagem, junto com a trilha sonora, ajudam a embalar a imersão na viciante jogabilidade de Heathstone.

Muitas das vozes são conhecidas de desenhos da Cartoon Network, principalmente do seriado ˜MAD˜. Confira o vídeo de abertura com o show de dublagem.

https://www.youtube.com/watch?v=TZesMks22ww

 

– Fácil de jogar…

Hearthstone parece um simples card game, mas o que impressiona é a sua acessibilidade. O jogo é fácil de aprender, não por ser simples, mas devido às cinco batalhas iniciais, perfeitamente arquitetadas para treinar o jogador. Dessas forma, o gamer aprender da melhor forma, ou seja, jogando.

Após as cinco batalhas iniciais, o jogador aprende não só o básico, mas já sabe como funcionam muito dos cards presentes no game, incluindo cartas de feitiço. Com o conhecimento adquirido, o jogador pode escolher partir para a “ARENA”, “Treino” ou “Jogar”.

 

– Modos de jogo

Para estimular o jogador, a Blizzard, produtora do game, adicionou vários elementos comuns a jogos casuais. Um deles são as recompensas constantes. Mesmo que o jogador perca, ele ainda ganha XP para, a cada nível, desbloquear novos cards.

No modo “Jogar”.  Jogadores poderão se enfrentar sem custos para ambas as partes. É possível jogar com um deck personalizado de 30 cartas. Mas para quem busca apenas se distrair é possível escolher um Deck Básico e pular a seleção de cartas. Este é o melhor modo para treinar para a Arena, o jogador pode lutar uma partida normal ou rankeada, onde poderá ganhar mais prêmios se ganhar.

No modo “Treino”, você enfrenta os heróis de Warcraft controlados pelo jogador. Após derrotar todos uma vez, o jogador pode passar para a classe “perito”, onde poderá seguir jogando, agora, escolhendo os adversários. As recompensas variam conforme as missões apresentadas no começo de cada seção.

O grande destaque do game é o modo “Arena”. Neste modo, jogadores duelam com cartas sorteadas pelo jogo e escolhidas pelo gamer. Cabe ao jogador vencer o máximo possível e coletar os prêmios após sofrer três derrotas. Os prêmios no modo “Arena” são muito maiores do que os prêmios no modo “Jogar”. Contudo, para encarar uma única rodada no modo “Arena”, é preciso ter 150 moedas de ouro ou desembolsar US$ 1,99.

A integração com a Battle.net é algo impressionante em Hearthstone. Como o jogo é o mesmo, o jogador pode jogar com o mesmo login tanto no PC como no tablet. Para jogar no modo Arena é obrigatório uma conta da Battle.net. Cria a sua e guarde bem os dados, pois caso erre a senha é muito chato para recuperar. A Blizzard é bem criteriosa com relação ao perfis do usuários.

comparativo-ipad-pc Análise: HearthStone não é um simples card game, é um dos melhores jogos para tablets

Comparativo entre a versão do iPad (em cima) e a versão para PC (abaixo)

 

– O sistema de batalha

São dois heróis cada um com 30 pontos de vida. A cada rodada, os heróis ganham mais um de mana. A partida começa sorteando quem irá iniciar. O vencedor tem a vantagem de começar o turno, mas o perdedor ganha um card extra.

Cada card possuem pontos de ataque e defesa. Algumas podem conter propriedades especiais como cards de feitiço, armadilhas e etc. Cards com “Provocar” impedem que o jogador ataque o herói adversário. Já cards com “investida” atacam imediatamente ao serem invocados no campo, o normal é ter que esperar outro turno para atacar.

Hearthstone ainda conta com um modo para criação de cards, onde o jogador poderá mixar cartas e adicionar mudanças de atributos e outras coisas.

 

– Heróis de Warcraft

Não poderíamos passar esse review sem falar nos heróis que são justamente os personagens com os quais o jogador terá que jogar. Cada herói é como se fosse o jogador na mesa e os lacaios são justamente os cards. Os heróis tem, além de um golpe especial, a possibilidade de utilizar armas, que variam bastante as propriedades, dependendo do herói.

No começo controlamos Jaina, a maga arcana e passamos por uma série de cinco batalhas contra NPCs de World of Warcraft. Jaina tem um golpe especial que pode atacar tanto lacaios como um herói. Porém, essa variedade tem um custo. São dois de mana para apenas um de dano. Ela pode parecer fraquinha no começo, mas a classe mago possui combos extremamente que envolvem congelar lacaios e heróis, impossibilitando-os de agir.



Publicidade

Já o caçador Rexxar, pode atirar flechas diretamente em um herói, causando dois de dano. Mas não é possível atirar em lacaios. Para jogar com um caçador, o jogador terá que dominar o deck das feras, aprendendo as vantagens de atacar em grupo e vantagens de ataques com investida que podem ser realizado logo ao soltar o card no campo.

Hearthstone-ios-android-3 Análise: HearthStone não é um simples card game, é um dos melhores jogos para tablets

Escolha seu herói e monte seu deck

Os guerreiros são uma das classes mais balanceadas. Garrosh possuem cards com bastante poder de ataque. O jogador poderá criar combos com muito dano e ainda aumentar o poder de defesa. Fazendo com que cada ataque direto ao Garrosh tenha o seu dano reduzido. Estendendo o as partidas.

O Xamã Thrall, é uma classe que exige muita técnica e habilidade, sem mencionar a sorte. Sua habilidade especial consiste em evocar totens, aparentemente inúteis, mas que aumentam o status dos seus lacaios. O jogador não pode escolher qual totem invocar, eles são chamados para o campo de batalha de forma totalmente aleatória. Os totens em combinação com cards como “Sede de sangue” permitem espalhar o seu efeito para outros lacaios, o que pode ser devastador.

O Druida Malfurion é outra classe exótica em Hearthstone. Nela, o jogador pode enfurecer seu herói ganhando um de ataque e um de defesa. Druida é um deck lento, mas que conta com cards poderosos como “Força da Natureza” que pode surpreender os adversários ao adicionar mais três cards no campo.

O Sacerdote é uma classe focada em magia. Mas o foco, como já deve ser possível imaginar, é a cura. O deck de mago pode ser um dos adversário mais chatos por poder reverter danos facilmente. Com isso, a estratégia e o deck do jogador deve ser pensado de modo defensivo, mas sem esquecer do ataque. Há vários cards para reviravolta com o sacerdote, dentre eles o “Forma de Sombra”, que possibilita inverter os pontos de defesa por ataque.

O paladino Uther, como o próprio irá dizer, lutará com honra. Essa classe é um misto de guerreiro e sacerdote. Tem poderes de cura, mas seu especial chama um lacaio básico para o campo de batalha. Combinado com o card “Bênção dos reis”, essa possibilidade de montar exércitos pode ser devastadora para o oponente, pois com a “Bênção dos reis”, os lacaios irão ficar com 4/4. A arma do Uther, possibilita que ele ataque e recupere vida.

A classe Latino é literalmente uma das mais “ladronas” em Hearthstone. Com habilidades de furtividade e roubo, não estranhe perder cartas do seu deck ao enfrentar Valeera Sanguinar. A arma de Valeera não é grande coisa, mas ao ser equipada com “Veneno Mortal”, essa arma pode realizar golpes poderosos com pouco custo de mana. O baixo custo de mana é algo comum na classe Latino. Uma das melhores ao lado da classe da Jaina.

E por fim temos a classe mais difícil de Heartstone. Mais complicada até mesmo que Druida. O Bruxo xxx, possui a estranha habilidade de sacrificar dois de mana em prol de comprar um card do deck. Essa habilidade só tem sentido, em níveis mais altos onde o jogador já tem um baralho poderoso e pode montar decks com Lorde Jaraxxus. Esse card possibilita substituir seu herói pelo próprio Jaraxxus que agora não perderá mais dois de mana, mas sim poderá realizar 6 de ataque.

 

– Gráficos

Basicamente, temos o mesmo jogo que foi lançado para PC. O visual é praticamente idêntico. Eu imaginava, que a versão para mobile iria ser chapada, toda em 2D para minimizar o processamento. Mas a Blizzard fez questão de trazer toda experiência do jogo do PC para os tablets.

Apesar de ser um card game não exigir muito, a Blizzard fez questão de manter os cenários em 3D com elementos que podem ser tocados pelo jogador. Os cards ao serem virados ou se movimentarem, exibem auto relevo em 3d.

 

–  …deliciosamente complexo

É incrível o desdobramento que a partidas em Hearthstone podem assumir. O game é cheio de cards para reviravoltas incríveis. E mesmo que o jogador possua um pouco de sorte, é possível montar estratégias para assegurar a vitória contra cards apelões.

Mas no modo Arena fica fácil perceber que algumas esses estratégias podem ser administradas de forma impiedosa. Jaina por exemplo possui combinações de Fogo e gelo literalmente broxantes. É a classe mais fácil de jogar e a mais fácil para criar estratégias.

Por possuir vários modos que possibilita que o jogador evolua, Hearthstone possui poucos pontos negativos. Dentre eles podemos destacar a cobrança de ouro no modo ARENA. Contudo, tal decisão pode ser explicada pelo fato da empresa não rechear o jogo com opções limitantes. Se você não tem ouro para jogar no modo Arena, vá se divertir no modo “Treino” e “Jogar” cumprindo missões. Pois não adianta encarar o modo Arena como novato. Acredite, só tem “ninjas” por lá.

 

– Conclusão

Hearthstone não é apenas um jogo de card game. É um excelente jogo de videogame que precisa ser jogado por quem tem um iPad ou tablet com Android. O game pode ser tido como bom no PC, mas nos tablets ele é excelente, um dos melhores jogos de todos os tempos. Hearthstone exprime em cada pixel na tela, aquele esmero que só a Blizzard sabe dar aos seus games. Para os brasileiros, o jogo é ainda mais convidativa graças à dublagem impecável.

Prós

  • Viciante
  • Jogabilidade perfeita
  • Poucas compras embutidas

Contras

  • Meta Game
  • Netdecking

Nota 8/10

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.