Análise do Controle Joystick Wamo Pro: Ideal para Smartphones com Android

4 de Março de 2014 . Atualizado 16/07/2014

Joystick-Wamo-Pro-2-01 Análise do Controle Joystick Wamo Pro: Ideal para Smartphones com Android

O controle Joystick Wamo Pro tem chamado a atenção dos gamers pelo seu preço e pela sua semelhança ao controle do Xbox 360. Custando menos de R$ 70 reais no site Deal Xtreme, o Wamo Pro é uma opção interessante para smartphones com Android ou iOS por aliar o design do popular controle do Xbox com um clipe que permite prender o smartphone. Mas a pergunta é: vale a pena? Confira na nossa análise.

 

– Joystick versão PRO

Uma das coisas que chama a atenção no Wamo, logo de cara, é o tamanho do controle. Ele é grande, tem quase as mesmas dimensões do controle do Xbox 360. Então é preciso colocar ele em uma categoria totalmente diferente de controles mais básicos e portáteis como o Gametel, iPega 9017 e outros.

Joystick-Wamo-Pro-2-02 Análise do Controle Joystick Wamo Pro: Ideal para Smartphones com Android

Caixa do Wamo acompanha apenas manual e cabo USB.

Não há a menor possibilidade do controle caber em um bolso, isso é certo. O Wamo é ideal para ser levado na mochila ou usado apenas em casa. E isso não é necessariamente algo ruim. Ficar passeando com o smartphone e o chamativo Wamo por aí, não é uma boa ideia.

A versão recebida para teste foi a “Wamo Pro 2”, que já não conta com a chave “on-off” da primeira versão. Nesta nova versão, é preciso apertar apenas o botão “home”, simbolizado por uma casa, por alguns segundos, para ligar o joystick.

O Wamo possui o mesma esquema de botões do Xbox 360, até mesmo as cores são iguais. O painel frontal conta com os botões coloridos “XYBA”, os botões “home”, “start” e “select”. Ainda na parte da frente do controle vemos duas majestosas alavancas analógicas e um direcional digital. As alavancas funcionam de forma independente, diferente do iPEGA 9017 onde só reproduzem o direcional digital. O direcional também tem função diferenciada, conforme a configuração do Wamo Pro 2.

Na parte posterior do controle Wamo vamos encontrar os gatilhos “LB, “RB”, “LT”, “RT”. Todos possuem funções diferentes. Os botões do Wamo, assim como o controle em si, aparenta uma construção resistente.

A “Pegada” do Wamo é um dos seus principais destaques. É um joystick que preenche as mãos do jogador, ideal para longas horas de jogatina. Independente do tamanho da sua mão, é possível ter acesso a todos os botões do controle sem esforço.

Ficha Técnica:

  • Tamanho: 16,3 centímetros x 11,0 centímetros x 6,6 centímetros
  • Peso: 185 g
  • Alimentação: Bateria interna recarregável
  • Conexão: Bluetooth 3.0
  • Sistemas operacionais compatíveis: Android 3.0 ou superior / iOS 4.3 ou superior / Windows
  • Dimensão do clipe: Até 9 centímetros (Suporta Galaxy Note 2 e 3)
  • Onde comprar: Deal Xtreme
  • Preço Médio: US$ 26 dólares (R$ 63 reais)
  • Na caixa vem: Controle, Cabo USB, manual

 

– Clipe para acoplar smartphones e a não necessidade de “Root”

O clipe para aclopar smartphones no joystick Wamo tem mecanismo simples com poucas partes. A parte superior e inferior do engate são enborrachados. Nos nossos testes eles prenderam bem os smartphones.

O alcança do clipe é de até 9 centímetros e permite utilizar o Wamo Pro em smartphones realmente grandes como o Samsung Galaxy Note 2 e 3.

Joystick-Wamo-Pro-2-04 Análise do Controle Joystick Wamo Pro: Ideal para Smartphones com Android

Com várias gambiarras para utilizar joysticks de videogames como o Dualshock 3 (Playstation 3) por que o mercado está tão acirrado com várias empresas apostando em controles físicos para jogos? A resposta são duas: possibilidade de acoplar o smartphone e não precisar de root.

A última resposta é o grande fator que está levando as empresas a desenvolver controles joystick para Android. Se você já manja dos “paranauê” dos roots saiba que você é a minoria. A grande clientela sequer tem root no aparelho ou sabe como fazê-lo. E como a prática é mal vista por Google e pelas fabricantes de smartphones, a tendência é surgirem mais e mais controles para atender a clientela que não usa root.. sacou?

 

– Configuração complicada e modo normal monótono

Bonito e resistente, resta saber apenas se o Wamo Pro 2 funcionou bem em nossos testes, a resposta é… DEPENDE. O Wamo Pro 2 possui vários modos de configuração e o indicado para o Android, chamado de “Gamepad”, não se revelou muito satisfatório.

Acontece que, como o controle não pode ser configurado em vários jogos, o jogador fica sem alguns botões. Games como Modern Combat 4 deixaram alguns botões de fora e não há opções, no game, para configurar um controle físico. Já em Dead Trigger 2, foi possível configurar os controles, mas tivemos que configurar todos os botões.

Em emuladores, como o do Nintendo 64, o controle Wamo Pro 2 se comportou muito bem, mas também tivemos que configurar todos os botões. O que em emuladores é uma tarefa até compreensível.

Joystick-Wamo-Pro-2-05 Análise do Controle Joystick Wamo Pro: Ideal para Smartphones com Android

Controle só mostra o verdadeiro potencial depois de devidamente configurado no modo APP

O problema do Wamo Pro 2 é que ele não possui um aplicativo oficial em inglês (ainda). O app oficial do controle está apenas em chinês e como veremos no item a seguir ele é de extrema importância.



Publicidade

Em pleno 2014, ter que perder minutos configurando um controle não é algo aceitável. Concorrentes do Wamo como MOGA, Nyko e até o Gametel, tem apps em português e inglês que ajudam a configurar o controle e mostram games compatíveis. Com o Wamo é tudo na base da sorte.

O manual do  joystick Wamo é um festival de mancadas à parte. Várias informações desencontradas e links inválidos. Um deles, leva para o “Wechat” ao invés de direcionar o usuário para o link do app oficial. A página oficial do controle é confusa até mesmo no idioma inglês.

O Wamo Pro tem quatro tipos de modo: “Gamepad, Keyboard,  APP e iCade”. Em nossos testes os modos mais interessantes para quem tem Android foram Gamepad e APP. Já para quem tem iOS, o game funciona no modo “iCade”, mas é algo um pouco decepcionante (veja o porquê a seguir). O modo Keyboard é ideal para o PC, mas é preciso configurar o controle em todos os jogos que você for utilizar.

 

– A gambiarra milagrosa: transformando o Wamo em um MOGA PRO

Enfim, estávamos quase desistindo do controle quando tivemos, uma luz, enviada por nós pelos usuários da comunidade “Galaxy Note 3 Brasil” no Google+. No melhor estilo “gambiarra” a configuração que nos foi mostrada pelo pessoal da comunidade permite transformar o Wamo em um joystick MOGA PRO. Assim, o controle é imediatamente reconhecido pelos jogos.

Joystick-Wamo-Pro-2-03 Análise do Controle Joystick Wamo Pro: Ideal para Smartphones com Android

Com essa configuração, vários jogos passam a funcionar com botões já configurados, algo muito mais prático e intuitivo. Testamos o truque em games como Modern Combat 4, Dead Trigger 2, Soulcraft, Sonic All-star Racing Transformed e tudo funcionou muito bem. A gambiarra é tão curiosa que logo no início de alguns jogos é exibido o layout do controle MOGA PRO.

O truque é simples e é ativado através do “APP Mode”, uma das configurações do joystick. Ao acessar esse modo e abrir um app chamado “Onepad”, o Wamo é reconfigurado para ser reconhecido como MOGA PRO. Confira como fazer esse truque neste tutorial. A boa notícia é que até para esta “gambiarra”, o controle Wamo Pro não precisou de root.

Lista de jogos compatível com essa configuração: http://www.mogaanywhere.com/games/#/platform/android

 

– Bateria duratoura

A bateria do Wamo Pro dura bastante. Ela precisa apenas de 3 horas para recarregar e aguenta mais de 8 horas de uso constante. Em nossos testes a bateria durou muito mais do que o indicado pelo fabricante. Chegando a durar mais de 12 horas.

O Joystick já chegou carregado e demorou dias para descarregar. Para carregar o Controle Wamo Pro, o mais indicado é utilizar um PC, mas você pode usar o carregador do smartphone.

 

– Ideal para o Android, mas não para o iPhone/iPad

No Android, depois de configurado e reconhecido pelos jogos como um controle MOGA PRO, o Wamo funciona de forma fantástica. A quantidade de jogos que podem ser reconhecidos automaticamente é grande e em nossos testes o Wamo não deixou a desejar em nenhum momento.

Em emuladores, especialmente o do Nintendo 64. O Wamo é uma das melhores opções. O design do controle, aliado aos seus gatilhos e alavancas deixam a jogatina muito natural. O Nintendo 64 é um videogame que emula muito bem em vários smartphones e tablets com Android.

Outros emuladores também funcionam como o controle Wamo Pro, mas fica evidente que o gameplay não fica tão bem adaptado como em um controle de Playstation 3.

No iOS (iPhone, iPod Touch e iPad), o Wamo é um pouco decepcionante. O joystick funciona, mas ele deixa muito a desejar em sua configuração no iOS. Ao ser reconhecido como iCade, o controle deixa de funcionar um dos analógicos.

Ele não é reconhecido como um controle com suporte ao “iOS 7 controller”. Vários jogos não funcionaram como se espera, especialmente games como Modern Combat e GTA San Andreas. Configurado como iCade, único modo com suporte ao iOS, o Wamo funciona apenas em jogos e emuladores mais simples.

 

–  Conclusão

Para quem tem um smartphone ou tablet com Android e não tem nenhum controle joystick em casa, o Wamo é a melhor opção. Porém, como ele atinge sua excelência, apenas através de uma “gambiarra” não podemos deixar de descontar alguns pontos na nota final do controle. O principal concorrente do Wamo é o controle do Playstation 3, sendo que o Wamo vence o rival por não precisar de root e possuir um clipe para acoplar um smartphone. Entretanto, quem já tem um Android com root e controle de Playstation 3 na casa, a compra do Wamo pode ser vista como desnecessária.

+Prós

  • Excelente ergonomia
  • Resistente
  • Analógicos
  • Ideal para smartphones Android

-Contras

  • Configuração complicada
  • Gambiarra para reconhecer o controle como outro joystick
  • Manual com informações erradas
  • Nada portátil
  • Sem suporte em inglês

 

Nota 7.5/10

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.