Chainfire: uma ótima ideia que morreu com o tempo

22 de junho de 2013 . Atualizado 23/06/2013

O aplicativo para Android Chainfire 3D permite fazer configurações na camada de aplicação de driver do chip gráfico de um smartphone ou tablet possibilitando uma melhoria no desempenho na hora de executar algum jogo. O que o aplicativo faz é alterações profundas que podem melhorar a jogabilidade em aparelhos intermediário, de entrada ou antigo. Mas o que acontece hoje em dia é que essa,que poderia ser uma ótima ideia para um smartphones ou tablets com root, morreu com o tempo ficando desatualizado e causando até problemas nos smartphones atuais.

chainfire3d Chainfire: uma ótima ideia que morreu com o tempo

Uma ótima ideia desperdiçada

Lançado por volta de 2011, o Chainfire 3D permitia realizar ajustes nos gráficos do jogo, diminuindo texturas e reduzindo o consumo de memória RAM. Porém, mesmo em sua versão gratuita ele exigia o acesso ao Super User (root) e por não ter atualização a um bom tempo, ele é indicados hoje para aparelhos antigos, mais especificamente aparelhos com lançamentos anteriores a 2012. Se você atualizou seu smartphone ou tablet com Android 4.1 Jelly Bean nem pense em instalar, é “pau” na certa.

O funcionamento do Chainfire 3D é algo similar ao que fazemos com os jogos no PC, ajustando configurações para obter o melhor desempenho. Neste breve tutorial veremos algumas configurações da versão gratuita, que mesmo sendo limitada, já permite diminuir as travadinhas e melhorar a jogabilidade em alguns jogos.

 

Aviso e tutorial de como usar

Por atuar como um drive intermediário entre o chip GPU (Unidade de processamento gráfico) do seu smartphone/tablet e o resto do sistema Android, o Chainfire 3D pode influenciar também outras partes do sistema como menus principais ou galeria de fotos com efeitos 3D. Por conta disso só utilize-o se estiver querendo muito melhorar o desempenho de algum jogo.

Execute os procedimentos a seguir por sua conta e risco.

Instalando e configurando o Chainfire 3D (versão gratuita)

Nivel: intermediário
Compatibilidade: Android 2.1, 2.2 e 2.3, após o 2.3, nem os desenvolvedores aconselham a instalação.

Requisitos

  • Um celular ou tablet com Android (daaa)
  • Root no aparelho
    Conexão com a internet

Por acessar diretamente os driver do chip GPU (Unidade de Processamento Gráfico), o Chainfire 3D necessita de acesso a conta de administrador do sistema Android. Para que isso aconteça, é necessário que o smartphone ou tablet esteja devidamente “rooteado”.

Passo 1. Baixe e instale o Chainfire 3D diretamente da Play Store. Se você já viu algum outro tutorial de Chainfire e achou complicado baixar plugins e etc, não se preocupe. Na versão gratuita, você baixa apenas o programa principal.

Passo 2. Acessando o Chainfire 3D pela primeira vez.

Durante a primeira execução do aplicativo ele exibirá uma mensagem solicitando permissão de administrador (Superuser), conceda o acesso todando na opção permitir.

Passo 3. Instale o CF3D Driver

Para que o aplicativo funcione é necessário instalar o drive CFL Driver. Toque na opcao “Install CF3D Driver” e escolha a opção “Install Driver”. Esse driver, assim com os de Windows, serão carregados junto com o sistema operacional durante a inicializacao. Por conta disso, é preciso reiniciar o smartphone ou tablet depois de escolher a opção “Instal CF3D Driver”.

Passo 4. Brincando com as configurações

Reduzir o tamanho da textura (Reduce texture size) Esta resolução essencialmente cortes (suportado) texturas ‘pela metade, o que normalmente reduz o uso de memória (4x) e melhora o desempenho, ao custo de pouco reduzindo a qualidade de textura. Isto não é compatível com todos os apps!Para muitos aplicativos 3D, isso funciona, como a GPU estende os gráficos, mas ele não funciona para muitas aplicações 2D.

Reduzir a qualidade da textura (Reduce texture quality) Isto converte de 32 bits texturas às texturas de 16 bits, reduzindo a utilização de memória (2x). Isto irá diminuir a qualidade da textura, mas para muitos jogos a diferença não é ainda visível. Se isso é realmente mais rápido ou mais lento depende do seu hardware.

Desenrole texturas (Unroll textures) Converte não de 32 bits texturas para 32 bits. Isso não deve influenciar a qualidade da textura, mas ele usa mais memória. Em algum hardware isso é mais rápido que usar 16-bit texturas.

 

Opinião

Em alguns jogos, principalmente os com gráficos mais pesados, o Chainfire 3D ajuda a não estressar o seu aparelho. Mas, sem a opção “Per-App OpenGL Settings”, o uso da versão gratuita fica comprometida.

O principal problema da versão gratuita é aplicar as modificações como “default” em todos as aplicações, resultando em modificações ate em menus do Android. Isso compromete e muito a avaliação que qualquer pessoa comum terá do aplicativo. A impressão que uma pessoa leiga terá é que o Chainfire 3D estragou o seu celular.

Outro fator contra esse aplicativo é o fato de não possuir atualização desde 2011. Ou seja, nenhum smartphone novo ou com Jelly Bean funciona. Nem ao mesmo pense em instalar. Há vários relatos na página de download de ambas as versões, paga ou gratuita, mostrando a incompatibilidade do aplicativo. Vários usuários tiveram que reinstalar a rom original, em alguns casos, só mesmo o usuário levando o celular na assistência.

crash-razr-i Chainfire: uma ótima ideia que morreu com o tempo

A ideia de ter um aplicativo no Android que reduza a qualidade gráfica para otimizar o desempenho de um jogo é genial. Pois permite que usuários com smartphones menos potentes possam rodar de forma satisfatória, jogos que são até incompatíveis com o seu aparelho. Contudo o ChainFire 3D não é recomendado para essa tarefa por estar completamente desatualizado para os dias de hoje.

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.