Processadores ARM serão três vezes mais rápidos e gastarão 1/4 da bateria em 2014

30 de outubro de 2012 . Atualizado 30/10/2012

Os processadores ARM, que equipa diversos smartphones e tablets que vão desde  iPhone 5 e Samsung Galaxy SIII  até aparelhos modestos como o Samsung Galaxy Y,  são unanimidade hoje em dia no mercado mobile. Os vários processadores atuais que recebem inúmeros nomes como A5, A6, Snapdragon, Tegra e por aí vai, na verdade, são processadores desenvolvidos com tecnologia ARM. Os atualmente “cavalares” ARM-15  e ARM-17 que equipa os novos Nexus, irão parecer obsoletos, justamente como parecem os single-core de 400mhz que equipavam os primeiros iPhones.

grafico-evolucao-cortex-arm Processadores ARM serão três vezes mais rápidos e gastarão 1/4 da bateria em 2014

A ARM planeja um salto para dois processadores que eles estão trabalhando atualmente: ARM-57 e ARM-53. Esses novos processadores terão a capacidade de rodar todos os aplicativos atuais, com apenas 1/4 do consumo de bateria e até três vezes mais poder de processamento que a geração atual de “Super Phones”. A ARM está chamando o ARM-53 de “o menor 64bits do mundo”. Mas não se preocupe com essa evolução, ele continuará compatível com aplicativos e instruções 32bits. Isso representa uma grande evolução e um enorme desafio para os recém-lançados processadores da Intel, como o que equipa o Motorola RAZR I.

Devo dizer que o aumento no consumo durante a geração Cortex A9 foi perceptível e fico realmente aliviado em saber que teremos um futuro onde os smartphones durarão mais de um dia de uso pesado sem precisarmos recorrer a gambiarras bizarras que comprometam o design como cases com bateria extra.

 

Via The Verge

 

 

 

Publicidade

Mestre na arte oculta dos joguinhos de bolso. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer.