Final Fantasy VI Pixel Remaster: versão para celulares ficam para 2022 também

A Square Enix resolveu adiar o sexto jogo remaster de Final Fantasy para 2022. Antes prometido para 2021, Final Fantasy VI Pixel Remaster será lançado apenas no ano que vem. Com isso, as versões para Android e iOS também serão adiadas e lançadas junto com as de PC e consoles.

Final-Fantasy-VI-Pixel-Remaster-Screenshot-001 Final Fantasy VI Pixel Remaster: versão para celulares ficam para 2022 também

Através do Twitter a empresa postou a notícia e afirmou que o game chega apenas em fevereiro de 2022.

Mas se serve de consolo, não havia mais tempo para lançar o remaster. Vale lembrar que as lojas de aplicativos entram em recesso e voltam a aceitar novos jogos apenas em 2022.

Segundo a Square Enix, o game foi atrasado também para um polimento extra e para oferecer a melhor experiência possível.

Para nós brasileiros, o grande interesse em em Pixel Remaster está na tradução oficial, algo que nunca havia sido lançado antes na franquia. Porém, o preço das versões mobile é bastante alto, em torno de R$ 99 reais.

 

Sobre Final Fantasy VI

Final Fantasy VI é a sexta jogo da série principal de Final Fantasy, desenvolvida e publicada pela Squaresoft. Foi lançado em abril de 1994 para o Super Nintendo Entertainment System no Japão, e lançado como Final Fantasy III na América do Norte em outubro de 1994 (com alterações feitas devido às diretrizes da Nintendo of America na época).

Mais tarde, foi relançado mundialmente como Final Fantasy VI para as plataformas PlayStation, Game Boy Advance, iOS, Android e Microsoft Windows, com relançamentos fazendo alterações, incluindo gráficos modificados e conteúdo adicional.

FFIV foi co-dirigido por Yoshinori Kitase e Hiroyuki Itou, substituindo Hironobu Sakaguchi, com Nobuo Uematsu compondo a trilha e Yoshitaka Amano fornecendo o design da imagem. Foi o título final da série a apresentar gráficos bidimensionais e a primeira história que não girava em torno de cristais.

FFVI se concentra em um conflito entre o Império Gestahlian conquistando o mundo e uma facção rebelde que se opõe a eles, conhecida como Returners. Ao misturar magia com ciência em um mundo steampunk, FFVI já trazia vários elementos que reencarnariam em outros games da franquia como FFVII e FFVIII . O Império adquiriu grande poder com espers capturados, criaturas mágicas lendárias. Os Returners buscam o poder mágico para lutar contra o Império em termos iguais, e uma ex-soldado imperial, Terra Branford, é a chave para ambos os lados para entender a magia e espers.

 

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *