Free Fire: qual a importância de ter Cristiano Ronaldo como personagem?

free-fire-cristiano-ronaldo-parceria Free Fire: qual a importância de ter Cristiano Ronaldo como personagem?

Agora é oficial, o craque dos gramados Cristiano Ronaldo é o novo embaixador e personagem no game Free Fire. O jogo de Battle Royale para celular já teve participações importantes como DJ Alok, mas nada tão impressionante como um dos maiores jogadores de futebol da atualidade virar um char no game.

Cristiano Ronaldo será “Chrono”, um novo personagem que promete mudar o meta game do jogo. O personagem terá a habilidade de escudo que irá funcionar de forma ativa. Seria algo parecido com a parede de gelo, mas com a possibilidade de utilizar várias vezes. O escudo também irá servir para os aliados.

Chrono, ou melhor, Cristiano Ronaldo, chega ao Free Fire no dia 19 de dezembro. A recente manutenção feita hoje (7) já deve ter adicionado os assets do personagem ao game.

Trailer de lançamento da “Operação Chrono”.

Mas qual a importância de Cristiano Ronaldo ser o novo embaixador do Free Fire?

Quem “olha de fora” ou é hater do jogo, pode pensar que não há nada demais em Cristiano Ronaldo ser o novo embaixador do game. Afina, diversos outros jogos já tiveram participação de celebridades.

A convocação de um dos melhores jogadores de futebol do mundo, e a aliança entre a marca dele “CR7” e o game Free Fire, coloca o popular Battle Royale em evidência não só em nosso país, mas principalmente fora dele.

Cristiano Ronaldo será um personagem do game e isso diz muito sobre a aceitação da marca “Free Fire” fora do Brasil. Muita gente acha que o jogo “só faz sucesso aqui” e isso é um conceito completamente errado.

Mais uma vez, Free Fire virou destaque no mundo inteiro, inclusive fora da esfera de games. Diversos portais e sites de notícia de futebol estão falando sobre a parceria. Esse é o poder de um marketing bem-feito.

O jogo Garena está pronto para atingir um patamar de penetração tão grande que dificilmente alguém que curta games, dentro ou fora do Brasil, não irá conhecer Free Fire.

A nova parceria destrói completamente o argumento de muitos de que “Free Fire só faz sucesso no Brasil”.

Será que agora o Neymar aceita aquele convite do Alok para jogar Free Fire?

Publicidade