Digimon Heroes mostra como é fácil agradar com um jogo RUIM

2 de fevereiro de 2016 . Atualizado 03/02/2016

digimon-heroes-android Digimon Heroes mostra como é fácil agradar com um jogo RUIM

Lançado em setembro de 2015 no Japão, Digimon Heroes acaba de chegar na Google Play e App Store do Brasil. O game para Android e iOS, no entanto, continua com a mesma dinâmica de antes. Apostando na nostalgia e gratuidade, Digimon Heroes mostra como é fácil agradar os consumidores de jogos mobile com um game pra lá de ruim!

Digimon Heroes parece um card game, mas na realidade é um RPG sem história, onde o objetivo é apenas colecionar digimons e evoluí-los. A parte dos combates, que deveria ser a mais interessante do game, é decepcionante. Mais parecendo um puzzle, o lance é combinar cartas iguais para formar combos, que são utilizados pelos digimons, esses, por sua vez, sequer aparecem na tela, para derrotar os inimigos.

A simplicidade do jogo é gritante! Não há diálogos, animações, nada! Apenas uma musiquinha enfadonha e toneladas de dungeons para encarar os mesmos digimons diversas vezes. Pelo menos o game ganha pontos pela facilidade.

A diferença entre Digimon Heroes, game gratuito para celulares e Digimon Story: Cyber Sleuth (PS Vita), mostra o que a comunidade de jogadores perde por sua plataforma ser focada apenas em jogos gratuitos. Enquanto no PS Vita há gráficos fantásticos com um hardware defasado (trailer aqui), os smartphones top de linha precisam se contentar com um joguinho de cartas online que parece ter sido feito em uma semana.

diferenca-digimon-psvita-android Digimon Heroes mostra como é fácil agradar com um jogo RUIM

Publicidade

Quer colaborar? Envie sua dica para o e-mail: dicas[arroba]mobilegamer.com.br. Não se preocupe, não precisa ser um expert,basta ser apaixonado pelo assunto. Que assunto? Nossos amados jogos para celular.