Ubuntu para smartphones será concorrente direto do Android

6 de Janeiro de 2013 . Atualizado 03/01/2015

Ubuntu, uma das distribuições Linux mais bem aceitas pelos usuários comuns, foi transformada em um sistema operacional para smartphones. O anúncio foi feito no segundo dia do ano de 2013, em um vídeo postado no Youtube (veja abaixo) e apresentado pelo CEO da Canonical.

Ao que parece o objetivo da Canonical é que o Ubuntu para smartphones seja uma alternativa ao Android para as fabricantes instalarem nos seus smartphones. Ambos são softwares livres e podem ser usados sem nenhum custo adicional.

ubuntu-para-smar-tphones Ubuntu para smartphones será concorrente direto do Android

Ubuntu busca concorrer diretamente com o Android (Foto: Engadget)

O sistema já está em uma fase bem consistente do desenvolvimento e será apresentado ao vivo na Consumer Electronics Show (CES), Feira que acontece em Las Vegas, nos dias 8 a 11 de Janeiro. Veja o vídeo de lançamento.

Segundo a Canonical, a configuração inicial para rodar o Ubuntu em um smartphone é um processador 1 Ghz Cortex A9,  512 MB a 1 GB de memória RAM e armazenamento entre 4 GB a 8 GB, com a possibilidade de expansão via cartão de memória.

O vídeo de lançamento do sistema foi visto mais de um milhão de vezes e também foi avaliado positivamente no Youtube pela grande maioria dos usuários. Ou seja, a expectativa para o novo sistema é muito grande por parte dos consumidores.

Mais leve que o Android?

Uma característica, amplamente noticiada por diversos sites (Gizmodo é um deles) é que o Ubuntu na teoria seria mais leve e poderoso que o Android, pois não teria como “amarra” a Java Virtual Machine sobre a qual, grande parte do software do Android roda.

Não sei se isso irá se concretizar, mas para quem tem aparelhos antigos, pode ser uma boa notícia para “revitalizar” um smartphone antigo.

Vale lembrar que assim como o Android, o Ubuntu é um Linux, ou seja, um Unix por natureza (O iOS também é um Unix). Parece que há uma hegemonia do Unix nos smartphones, com Windows Phone correndo por fora, algo bem diferente do cenário dos Desktops.

E os jogos?

wii-u-quiosque-ubuntu-best-buy Ubuntu para smartphones será concorrente direto do Android

Hoje em dia todo mundo conhece o potencial do Linux até a Nintendo (Foto: GoNintendo)

O anúncio do sistema já é um convite aos desenvolvedores, para preparem jogos e versões de jogos já produzidos para o Ubuntu. E não adianta dizer que o Linux é ruim para jogos, pois vale lembrar que o Android, nada mais é do que um sistema baseado no Linux rodando uma Java Virtual Machine, não acredita? Então veja esse artigo.

Linux e Unix sempre foram bons para jogos, o principal problema era as empresas de placas de vídeo liberarem drivers atualizados para esses sistemas. Veja os dispositivos com Chip NVidia Tegra 3 para Android.

Quanto a quantidade e qualidade dos jogos, tudo vai depender da adesão das fabricantes ao sistema Ubuntu. Mesmo que a adesão seja baixa, ela ocorrerá, já que na teoria seria bem mais prático adotar o Ubuntu ou Android, do que sistema proprietários, como o Windows Phone.

Publicidade

O Gamer de Celular Original. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer. Também é retro colecionador.