Mulheres invadem mercado de jogos para celulares

12 de março de 2011 . Atualizado 12/03/2011
vlcsnap-2010-10-15-17h52m19s17 Mulheres invadem mercado de jogos para celulares
Mulherada joga muito, mas não quer “multiplayer local”

As mulheres invadem o mudo dos games e representam 53% dos usuários de jogos sociais em celulares. Essa pesquisa foi divulgada recentemente pela Flurry, empresa de análise de plataformas móveis.

Jogos sociais são aplicativos usados em redes sociais, como o simulador de cidades virtuais “City Ville”, em que os usuários colaboram e interagem.

Publicidade

Esses aplicativos têm atraído cada vez mais jogadores no mundo todo. São 26 milhões de usuários que gastam 25 minutos por dia com essa atividade, aponta a pesquisa.

Representando mais da metade dos jogadores de celulares e jogos sociais, as mulheres ao contrário do que se pensa mostram que jogar videogame não é uma atividade típica do sexo oposto. O estudo ainda revela que as mulheres que jogam games são mais velhas que os homens, superam o público masculino entre os 18 e 24 anos.

“O estudo deixa claro que os jogos sociais móveis têm uma forte base de usuárias femininas, bem como um usuário médio mais jovem”, explica Peter Farago, pesquisador da Flurry.

Segundo o levantamento da empresa – que analisou 60 mil usuários de jogos para o iOS, da Apple, e o Android, do Google – a maior parte dos jogadores está nos Estados Unidos (64%), seguido da Europa (30%), Ásia (4%) e o resto do mundo (2%).

fonte: band

Publicidade

Mestre na arte oculta dos joguinhos de bolso. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer.