Descubra a Fúria dos Elementos: Tempestário, a Nova Classe de Diablo Immortal já está disponível

Nova classe em Diablo Immortal estreia também nova região inexplorada, o melhor jogo mobile da Blizzard na atualidade.

Ondas colidem nas rochas e os ventos uivam através das Ilhas Frias. Nesta nova área do jogo Diablo Immortal, os jogadores conhecerão uma nova classe: o Tempestário.

Utilizando a fúria dos ventos e das águas, a classe Tempestário (Tormenta) chega com a atualização “Tempest New Series”, disponível a partir de hoje, 23 de maio de 2024.

 

Quem é o Tempestário?

O Tempestário é um exilado de um império caído, que foi assolado por uma catástrofe dos elementos. Armado com espadas gêmeas, esse misto de mago e guerreiro vai combater por redenção, tentando salvar o mundo que ainda lhe resta.

 

Estilo de Jogo e Habilidades

O Tempestário é uma classe feita para oferecer uma experiência de combate fluida, bem ao estilo “Hack’n Slash”. Com o uso de duas lâminas, que se soltam e voltam para sua mão no estilo “God of War”, esse guerreiro na realidade utiliza o poder das águas para realizar tal efeito.

Visualmente, o combate é muito bonito, com as lâminas voando para todos os lados. Além disso, o Tempestário evoca dois clones de água que surgem para imitar o personagem e ajudar na batalha.

Entre suas habilidades devastadoras, destacam-se:

  • Wave Edge / Borda de Onda: Essa habilidade primária permite que o Tempestário utilize as marés violentas para criar chicotes de água, liberando uma série de ataques amplos e poderosos.
  • Cascade / Cascata e Breaker / Quebrador: Essas habilidades permitem ao Tempestário e seus Zéfiros desencadear ondas de energia que devastam os inimigos ao redor, adicionando uma camada estratégica ao combate.
  • Wind Walk / Caminhada do Vento: Uma habilidade defensiva que cria uma cúpula de ciclone, aumentando a velocidade de ataque e conferindo invulnerabilidade temporária.

 

Imagem do jogo Diablo Immortal mostra a classe Tempestário em ação.
Durante o combate, a classe Tempestário evoca clones automaticamente para ajudar na batalha.

 

O Novo Ambiente: Pelghain

Uma nova região chega junto com a atualização lançada hoje. Pelghain é descrita como uma “Fenícia ártica”, governada pelos poderosos irmãos nefelos: Mehrwen e Ksathra.

Essa terra gelada e misteriosa é marcada por tragédias e conflitos ancestrais. É o pano de fundo perfeito para a introdução da classe Tempestário, além de oferecer novos desafios e aventuras para os jogadores.

 

Gameplay Trailer:

 

Por que Jogar com o Tempestário?

O Tempestário não é apenas uma nova classe em Diablo Immortal. Ele, ou ela, depende da sua escolha, oferece um combate mais fluido e dinâmico com uma pegada muito “Hack’n Slash”. Isso dá ao jogo uma sensação maior de ação e combate frenético, com a possibilidade de avançar mais, mesmo sem possuir nível para tal. Você pode, por exemplo, alternar entre combates de curta e média distância, forçando um pouco mais o grind. Além disso, o novo sistema Paragon oferece aos jogadores maneiras ainda melhores para aprimorar e personalizar seus itens.

 

Vale a pena jogar Diablo Immortal

Bastante criticado no lançamento, Diablo Immortal conseguiu conquistar seu espaço, ou melhor, nas sombras, com um dos melhores jogos mobile de RPG da atualidade.

O game da Blizzard em parceria com a NetEase possui uma história fascinante, que se enquadra ali entre Diablo 2 e 3, e traz um leque bastante amplo de possibilidades para os jogadores. Há muito conteúdo gratuito para explorar, e vale a pena o download.

Para mais informações sobre o Tempestário, os jogadores podem ler o post completo no blog oficial de Diablo Immortal. Os fãs podem acompanhar as novidades nos perfis oficiais de Diablo do Brasil no Instagram, X (antigo Twitter), YouTube e Facebook.

 

APP STORE (IOS)

GOOGLE PLAY (ANDROID)

Desenvolvedora:  Blizzard / NetEase
Publicidade: Não  | Jogo Online
Contém compras embutidas:  Sim
Requer Android 4.4 / iOS 11
Idioma: Português | Tamanho: 17 GB

  • Dario Coutinho

    O "Gamer de Celular" Original. Criou um dos primeiros sites sobre jogos para celular em 2007, que viria a se tornar o Mobile Gamer Brasil em 2009. Formado em Ciência da Computação, escreve sobre tecnologia há mais de 16 anos. Com passagem por revistas de games (EGW, Arkade) e sites renomados como Techtudo. E-mail para contato: [email protected]

Deixe um comentário