Review: FIFA Mobile é um jogo casual, e não pode ser comparado ao passado da franquia

Por Dario Coutinho

FIFA Mobile traz experiência razoável, mas não honra os jogos anteriores! Confira o veredito!

fifa-mobile-review-android-ios-windows-10

Desde que foi apresentado pela primeira vez, na Gamescom, FIFA Mobile (Android, iOS e Windows 10) divide opiniões. Há quem goste do jogo por que ficou mais democrático – leia-se, roda em mais aparelhos – há quem prefira o estilo FIFA 16 de ser. Porém, o que morreu mesmo foi o padrão “game completo”. Confira a análise de um dos games de futebol mais aguardados dos celulares.

Leia também:

– Os modos de FIFA Mobile

FIFA Mobile veio com diversos modos de jogo. Parece que tentaram a todo custo apagar a má impressão do lançamento da versão 2016 que parecia um jogo incrível, mas apenas com um modo, o Ultimate team.

FIFA Mobile veio com 4 modos de jogo, mas em cada um deles, o objetivo continua sendo a construção de um time perfeito. O primeiro modo é para apenas um jogador, chamado “Eventos ao Vivo”. Nele, é possível realizar treinos e partidas contra o game, que possibilitam o desenvolvimento do seu time. Ao completar desafios, o jogador ganhar pacotes de cartas que podem conter, cartas de jogadores ou “Planos”.

fifa-17-mobile-android-ios-como-jogar-1

O modo Ataque é a grande novidade de FIFA Mobile. Nele, cada jogador joga apenas o ataque do seu time. Os momentos dos ataques são selecionados pelo game, e dependem da definição do time. Por exemplo, um time fraco, terá poucas chances de atacar, enquanto um time forte, te dará chances para fazer gols a cada minuto, praticamente.

Nas partidas multiplayer, o game divide cada jogo em turnos. Cada jogador joga o seu turno como se fosse um tempo do jogo. A duração das partidas pode ser de até dois dias. Graças as notificações, FIFA Mobile vai te lembrar de jogar o seu tempo.

É uma inovação interessante e bem contextualizada com o mundo mobile. Porém, ela mata completamente toda a estratégia que envolve um jogo de futebol. Basta ter um bom time e bons jogadores para vencer. Os gols vão entrar de forma fácil, não importando de onde você chute.

fifa-mobile-review-android-ios-windows-10-3

O modo ataque diverte, mas em ponto de vista bastante simplista. Como jogo de futebol ficou descarecterizado. Se antes não tínhamos sequer outros modos para jogar, FIFA Mobile veio para estripar até mesmo as regras do futebol, e agora você joga apenas seus ataques. Algo que retira boa parte da estratégia do jogo.

O modo Liga é desbloqueado depois do nível 5. Seria uma espécie de modo Torneio de Clash Royale. Os próprios jogadores organizam suas ligas. O game oferece premiações diferenciadas para quem vencer as ligas.

Por falar em ligas, o game divide o multiplayer em um estilo muito parecido ao de Clash of Clans. Chamada Divisões, o game agrupa os jogadores em divisão Amadora, Pro, Internacional, Lendária e FIFA Champion.

O último modo a ser desbloqueado é o modo Temporada. Seria o equivalente ao modo carreira. Nele, o jogador escolhe uma liga de clubes para desafiar (baseado em ligas reais) e percorre uma temporada inteira ali. No final, o jogador recebe diversos prêmios em pacotes. O destaque do modo Temporada é a possibilidade de jogar Offline, o que é mais ou menos, pois FIFA Mobile ainda precisa se conectar ao servidor durante a inicialização.

– Gráfico de 2012

Construído e pensado completamente como um jogo de celular, a EA não poupou esforços para tornar FIFA Mobile um game compatível com o máximo de celulares. O jogo é pequeno e bastante leve. Graficamente, tivemos uma “involução”. Em outras palavras, os gráficos voltaram ao padrão FIFA 13 (visual do jogo em 2012).

A decisão pode parecer polêmica à primeira vista, mas ela é acertada. FIFA 16 nunca foi um exemplo de otimização. O game apresentava lags até mesmo em celulares top de linha. A engine se mostrou problemática, ponto. E apesar do sucesso do game, decidiram voltar atrás no projeto.

O novo, ou melhor, o velho visual, permite uma jogatina mais fluída e muito mais gente jogando. Porém, não podemos esquecer que estamos lidando com um jogo incompleto.

– Controles clássicos

FIFA Mobile mantém o padrão de jogabilidade de FIFA 16. É possível escolher entre um direcional analógico e botões, ou apenas tocar nos atletas e deslizar para chutar ao gol.

É um sistema de controles que funcionam muito bem em telas touch. Não há dificuldade para controlar os jogadores. Porém, o game transfere para ele a habilidade de cada atleta. Não é mais possível fazer belas jogadas e ter 100% de certeza que elas vão funcionar, pois agora tudo depende do nível de cada atleta.

Até o momento, o FIFA Mobile não tem suporte a controles físicos.

– Pacotes, planos e monetização

Nem preciso comentar que FIFA Mobile é um jogo freemium, precisa? Há limitadores de energia e dois tipos de moedas: douradas e verdinhas. Além de pacotes simples, o jogador pode comprar decks que contém cartas de vários tipos e servem para quem planeja começar o jogo com tudo em cima.

Os Planos e tokens são mais uma forma da EA quebrar a monetização. Afinal, quanto mais complicado ficar, menos o usuário vai sentir que está sendo manipulado, não é mesmo?

Compra e venda de jogadores continua sendo um dos pontos fortes do game

Compra e venda de jogadores continua sendo um dos pontos fortes do game.

Completar os planos ajuda na evolução do seu nível dentro do game, o que melhora o time inteiro. Eles demandam tempo e são a principal forma de aleijar o jogo e tornar o progresso o mais lento possível. A não ser que você tenha muita grana para gastar.

O mercado é o local onde você pode comprar e vender jogadores. É uma ótima ideia, mas vale lembrar que ele se baseia em leilões. Você pode pagar um lance para ter um jogador, ou compra-lo imediatamente, usando moedas douradas do game.

– Conclusão

Como jogo de celular, FIFA Mobile é um fremium ok. Porém, comparado como concorrentes como DLS 16, o jogo está abaixo da média. A comparação é até covarde, já que FIFA está literalmente em outra categoria, a de jogos casuais. DLS 16 é um título muito mais sério e focado em atender a expectativa de quem procura uma verdadeira experiência futebolística.

FIFA Mobile dá a sensação de que a EA quer separar bem as coisas. Não há mais aquela impressão de que a versão mobile é inspirada nos consoles. Agora trata-se de uma coisa completamente diferente, puramente casual. Isso pode ser visto em como o gameplay foi canibalizado no modo ataque, que se você parar para pensar, se resume em um minigame de chute ao gol.

+Prós

  • Fácil de jogar
  • Bastante leve

-Contras

  • Gráficos de 2012
  • Muita monetização
  • Menus complexos
  • Gameplay picotado

Nota 4/10

Ficha Técnica

Link para Baixar no Windows 10 (Microsoft Store US)

Link para Baixar no iOS (App Store)

Link para Baixar no ANDROID (Google Play)

Desenvolvedora: EA
Publicidade: Sim | Jogo Online
Contém compras embutidas: Sim
Requer Android 4.1 / iOS 7.0 / W10
Idioma: Português | Tamanho: 65 MB

Post Relacionados

Tags:, , , , , , ,

WordPress Author Box

Acompanha o mercado de jogos para celular desde 2001, sabe a diferença entre N-Gage 1 e 2, e já conhecia jogos de smartphones antes de iPhone e Android nascerem. Também é Retro Gamer nas horas vagas. Meu Perfil do Google+

Add me on Google+
on Google+

  • Ryuunosuke Haru

    Pra mim o melhor fifa mobile foi o 14 passava horas jogando esse 17 não curti muito.

  • Alex Sander

    Direto ao ponto jogo casual isso ae ND de simulador de futebol =/

  • Saulo Lucas

    Vocês esqueceram de mencionar que no Modo Temporada você joga a partida inteira e não apenas os ataques.

  • Wilson andrade angelo

    Falando no português bem claro. O jogo é uma merda.