Vivendi completa aquisição e vira “dona” da Gameloft

1 de junho de 2016

Gameloft-logo Vivendi completa aquisição e vira "dona" da Gameloft

Parece que a treta entre Vivendi e a Gameloft vai longe. O conglomerado de mídia, que já foi dono de empresas como Activision e Blizzard, lançou uma estratégia agressiva para ser dona da maioria das ações da Gameloft, e com isso, tomar controle sobre a empresa. Vivendi passou a deter 61,71% do capital da Gameloft e pelo menos 55,61% dos direitos de voto. Com isso, o conglomerado passa a ditar também sobre o futuro da Gameloft.

Segundo um post da própria Vivendi, esses são dados preliminares e o relatório final será publicado no Autorité des Marchés Financiers (AMF) no dia 2 de junho de 2016 (amanhã).

Em uma mensagem aos funcionários da Gameloft, Arnaud de Puyfontaine, CEO da Vivendi, e Stéphane Roussel, diretor de operações, disseram: “Estamos convencidos de que a Gameloft, com o apoio da Vivendi, pode ser mais ambiciosa em seus planos de crescimento. Em um mercado em rápida evolução, essa empresa, precisa de apoio industrial e financeiro para o desenvolvimento, e será capaz de contar com o nosso total apoio e compromisso. ”

Ainda segundo o CEO da Vivendi, a empresa vai manter a liberdade criativa e oferecerá total suporte para a Gameloft desenvolver seu potencial completo.

Mas quem é a Vivendi?

Quem recorda desse nome baseado apenas na Vivendi Mobile (aquela dos tempos do Java) não conhece essa companhia. A Vivendi é uma multinacional francesa focada no entretenimento com negócios em vários tipos de mídia, de Televisão a videogames. GVT e Universal Music são algumas das aquisições da Vivendi.

No início do ano, a Vivendi se desfez de suas ações da Activision/Blizzard e parece que mirou na Gameloft para ser seu novo pé no negócio de videogame. Porém, segundo rumores, o verdadeiro alvo é a “irmã mais velha” da Gameloft, a Ubisoft.

Aquisição a contragosto

A Gameloft não está nada feliz com essa aquisição e segundo o site Pocketgamer.biz, ela poderá invalidar a transação por “questões de conformidade”, e o processo pode rolar até setembro de 2016.

No momento, a Vivendi é dona de 18% das ações da Ubisoft. A multinacional havia feito uma oferta pela Gameloft em fevereiro, mas a desenvolvedora de jogos como Asphalt e Modern Combat 5 recusou. Isso forçou a ex-dona da Activision a começar uma aquisição hostil. Os irmãos Guillemots, CEOs da Gameloft e Ubisoft, tentaram impedir a ação na justiça, mas não conseguiram.

Quais os efeitos dessa aquisição?

É difícil dizer isso a curto prazo, mas vale lembrar que no tempo da Activision, foi algo extremamente benéfico para a empresa de Call of Duty, que viu seu valor de mercado crescer em mais de 91% em apenas um ano. Por outro lado, a Vivendi é conhecida por ser bastante chata com Youtubers, dando flags no estilo “Nintendo” de ser.

Atualmente a Gameloft tem um valor de mercado de US$ 570 milhões de dólares!

Fontes: Pocketgamer.biz e Vivendi

Mestre na arte oculta dos joguinhos de bolso. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer.

  • BRplayer

    Espero que isso fique só na parte administrativa e não interfira nos lançamentos dos jogos, pois estou ansioso por eles. Seria menos pontos para Gameloft/Vivendi.

  • Lucas Santos

    Infelizmente os jogos da Gameloft já era com essa aquisição,com certeza serão pagos e outras coisas do tipo