Celular esmaga a concorrência e é a plataforma mais popular do Brasil

game-brasil-2016

A pesquisa Games Brasil 2016 quebrou vários mitos sobre o público gamer no Brasil. O celular, por exemplo, é mais uma vez, a plataforma mais utilizada. Além disso, revelou-se também que o público feminino é maioria, e que Candy Crush é o game mais jogado no país. Isso é ruim para o nosso cenário? Pelo contrário.

O estudo teve como objetivo traçar o perfil dos jogadores de videogame no Brasil. Formulado pela agência de tecnologia interativa Sioux, a pesquisa ouviu 2848 pessoas de 26 estados e do Distrito Federal entre 15 a 26 de fevereiro de 2016.

– Celulares no comando da “bagaça”

O número de jogadores tem crescido desde o ano passado. Em 2015, elas eram 47,1% do total, agora correspondem a 52,6%. A idade média dos jogadores também mudou, hoje, a maioria dos jogadores estão entre 25 a 34 anos de idade. Mas tem um porém, a pesquisa ouviu apenas pessoas a partir dos 14 anos.

Quanto a guerra de plataformas, os grandes campeões são PC e celular. 66,9% afirmam que jogam jogos no PC e 77,2 % afirmam que jogam regularmente nos smartphones. Os consoles aparecem em terceiro com 58,6%.

Tops de linha não são mais essenciais para curtir tudo que há nas lojas de aplicativos.

No quesito plataforma favorita, os smartphones deram um banho na concorrência. 34% dos entrevistados disseram que a plataforma favorita é o celular, contra 30,1% dos votos para PC e 29,9% para consoles.

Ao segmentar a pesquisa para a plataforma smartphone, os dados mostram que 76,2% preferem o sistema Android para jogar. O sistema da Google cresceu 1% em relação ao ano passado. Já o iOS, caiu 1%, de 11,1% para 10,1%. Surpreendentemente, o Windows Phone teve um aumento de 2,2%, indo de 7% no ano passado, para 9,2%.

A pesquisa também perguntou “O que você faz no seu smartphone?”. Houve um crescimento de 12% entre 2013 e 2016 na resposta “Jogos”. Na nova pesquisa 93% dos entrevistados afirmam que já baixaram algum jogo no celular. Praticamente um empate com redes sociais (93,6%), ficando atrás apenas de “Tirar fotos”. Quando perguntado “o que mais você baixa no celular?”, 71% afirmou que baixa mais jogos do que qualquer outra categoria de aplicativo. 28,6% afirma que baixa novos jogos toda semana.

– Grátis ou Pago

Quando o assunto é a velha diversão de Jogo Grátis vs Jogo Pago, a pesquisa revela qual é a preferência esmagadora do público brasileiro. Dos entrevistados, 78,2% preferem jogos grátis. 50,7% afirma que não pagam, pois sempre existe “outras opções” gratuitas. Já 37% afirma que não paga por um jogo pois acha caro.

candy-crush-screens

A opinião de quem paga é um pouco diferente. 36,8% dos entrevistados afirma que paga por um jogo no celular, pois a qualidade é superior à dos jogos gratuitos. 26,8% dos que pagam, afirmam que não gostam dos anúncios em jogos grátis. E 42,7% diz que vale a pena experimentar.

Entrando no âmbito dos anúncios, 68,2% dos entrevistados afirmam que aceitam baixar um jogo que tenha anúncio publicitário. Porém, 64,9% afirma que SIM, os anúncios atrapalham a jogatina.

– E os Tablets?

Com a massificação dos Phablets e em um cenário onde um celular de 5 polegadas já é considerado normal, não é de se estranhar uma queda no consumo de tablets. Mesmo assim, os dispositivos ainda representam uma grande porção do mercado mobile.

Fuja da vitrine dos tablets baratinhos

Tablets de baixo custo com Android são a maioria

Com um ciclo de vida maior que os celulares, os tablets viraram uma espécie de produto não mais pessoal e que agora é aproveitado por toda a família. Na pesquisa realizada pela agência Sioux, a principal função de um tablet hoje em dia é para games! 81% dos entrevistados afirmar que costuma baixar jogos nos seus dispositivos. A categoria entretenimento vem em segundo lugar com apenas 54,7%.

O Android também é o rei dos tablets. Na pesquisa, ele aparece com 79,1%. O iPad teve uma queda em relação ao ano passado, de 16,4% para apenas 12,9% dos entrevistados. Tablets com Windows tiveram um salto de apenas 1,6%, em 2015, para 4,1%.

– Conclusão? Diversão em primeiro lugar!

Muitos gamers estranham o sucesso de jogos casuais e arcade nos celulares. Mas a receita é simples! Esses games oferecem diversão imediata, do mesmo jeito que os primeiros videogames como o Atari. O diferencial é a gratuidade, que catalisa ainda mais o efeito viral desse jogos.

Fonte: http://www.pesquisagamebrasil.com.br/

Post Relacionados

Mestre na arte oculta dos joguinhos de bolso. Passou por várias gerações (Java, Symbian, N-Gage). É o criador e idealizador do Mobile Gamer.

  • Adeh Oliveira

    Sejam bem-vindos ao nosso mundo ^^

  • Vitor Rogerio

    Dario otima materia parabens,”28,6% afirma que baixa novos jogos toda semana.”
    Velho eu baixo jogo novo todo santo dia kkkkkkkk

    • mobilegamerbr

      Por dia a galeria que cuida do site baixa mais de 10 jogos!

    • Eu baixo todo dia tambem, porem ta dificil achar jogo que preste e que não seja repetitivo

  • mauro de khriszaor

    Eu nao uso redes sociais entao meu celu virou um console portatil. Tenho jogos da square, sega e sony(ps1 e psp) so falta a nintendo.
    Falando em nintendo ja consegui baixar MIITOMO de um site japones(nao sei se posso dizer o nome do site)e é um Deus me livre- po nintendo cade mario kart mobile??

  • Big.M

    Só espero que o povo enfie na cabeça que não e porque você pode baixar o jogo grátis que você deve deixar de ajudar a desenvolvedora e taquipariu candy crush?como um jogo tão simples que só é outro game de puzzle ganhou tanto sucesso?Deve ter feita uma macumba das braba.

    • Josesk Leufred Volpe

      Kkkk é msm, q jogo bosta 😹